Resumo Light Novel: Grimgar vol.3~8

spoilers grimgar



Este resumo é uma tradução dos resumos disponíveis no site Gensakuchuu (que é de um brasileiro)

Hai to Gensou no Grimgar 

Autor: Jyumonji Ao
Ilustração: Shirai Eiri
Editora: Overlap Bunko
Data de Lançamento: 25/03/2014
Abreviação: Grimgar

spoilers grimgar


Volume 3

Primeiramente, deixe me dizer que esse post/resumo não chega ao nível do conteúdo em sí da Light Novel. Se de alguma forma conseguirem a ter em mãos, ótimo! Grimgar merece mais amor.

O volume 3 teve bastante ação e eventos importantes para o enredo. Choko (Choco?) é uma garota no qual Haruhiro sente que já a conhece de algum passado. Ele tem certeza que já conheceu alguém com esse nome. Choko veio para Altana atrás do grupo de Haruhiro e também é uma membro da Reserve Force (Força Reserva). O meu capítulo favorito nesse volume envolve os dois, mas deixarei isso pra mais tarde.

Temos também Mogzo. Mogzo, por se o "tanker" do grupo, cresceu e se tornou um guerreiro rapidamente. Tão rápido ao ponto de que sua party não conseguia mais demonstrar suas habilidades sem a presença dele. O pessoal comia algo que parecia um pouco com ramen, quando Ranta veio com a ideia de abrir uma loja de comida parecida com essa que eles estavam. Mogzo sentiu vontade de fazer algo do tipo, mas teria que ser ramen mesmo e não o que eles estavam comendo. Mas ramen não existe naquele mundo, e os três sentiram que eles conheciam o que era ramen por algum motivo. Mogzo pensava seriamente que trabalhar em um restaurante seria uma boa opção para o futuro.

Eles estavam ficando fortes ao ponto de que lutar contra kobolds não era mais um problema. E então eles recebem uma "ordem". Essa "ordem" consistia em atacar os orcs em dois lugares diferentes. Um deles era na Dead Head Surveillance Fortress. Os humanos já haviam conquistado aquela fortaleza várias vezes, então não deveria ser um trabalho muito complicado. E todos receberiam uma moeda de ouro, que é muito dinheiro para a party de Haruhiro.

Haruhiro reflete se eles deviam mesmo fazer isso, afinal, eles jamais poderiam se precipitar novamente (a morte de Manato). Haruhiro se encontra com Choko uma noite antes da party tomar a decisão de participar ou não dessa "ordem". Choko disse que sua party iria, e esse foi o motivo principal pelo qual Haruhiro sentiu que deveria ir também. Choko chama Haruhiro de Hiro e não Haru ou Haru-kun como as garotas de sua party. Novamente, ele sentiu que já havia sido chamado disso no seu passado. Ela inclusive fez uma piada chamando-o de "hetarenbou", e esse era mais um nome que soava o sino para ele.

De qualquer forma, a invasão na fortaleza Dead Head seria, teoricamente, uma missão simples. A Reserve Force serviria apenas como distração enquanto o exército seria a força principal. Parties mais fortes como a Team Renji e o clã Wild Angels (composta só de mulheres) também participariam, então todos estavam seguros da vitória.

spoilers grimgar

A invasão começa o exército principal falha em entrar na fortaleza. Isso significava que a Reserve Force estavam por conta própria. Mesmo assim eles ainda acreditavam estar tudo bem. Eles conseguiram a chance de derrotar um dos orcs mais poderosos, que os dariam uma grande recompensa. Então eles (não Haruhiro) estavam bem felizes com isso. Até que eles são surpreendidos por um ataque do Orc Boss e outros orcs mais fortes. Eles eram tão fortes que mesmo a Team Renji estavam tendo dificuldades.

Então a última batalha inicia quando Haruhiro percebe que eles não tinham outra escolha a não ser lutar. Team Renji, Team Haruhiro, três outros aventureiros e quatro mulheres da Wild Angels estavam contra quinze orcs, no qual o líder era um verdadeiro monstro. Os três guerreiros mais fortes foram lutar contra o boss (Renji, Kajiko [líder das Wild Angels] e Mogzo). Uma batalha feroz continuou até que Haruhiro e Ranta conseguem derrotar o mago mais forte. Pouco a pouco, os outros orcs iam morrendo também, restando somente o Orc Boss.

A batalha continuou. Mogzo, Renji e Kajiko o atacavam. Haruhiro descobre algo importante sobre o boss. Ranta ajuda Haruhiro a confirmar essa descoberta. Aos poucos eles estavam alcançando a vitória. Haruhiro e Ranta estavam sendo usados como distrações, mas sempre tentando infligir dano ao boss quando era possível.

Mogzo cortou seu ombro.

Haruhiro impede o boss de fugir ao agarrar sua perna direita.

Kajiko ataca.

Ron também estava por perto.

Adachi usou Cannon Magic.

Chibi-chan atacou com seu cajado.

Ranta cut.

Shihoru usou Shadow Beat.

Yume atacou.

Até mesmo Mary com seu cajado.

spoilers grimgar

Era uma visão misteriosa para Haruhiro (que estava quase inconsciente). Os ataques não cessaram até que Renji o finalizou. A batalha finalmente termina. Todos estão exaustos mas felizes com a vitória. Mas então Mogzo...

spoilers grimgar
Mogzo...?

De qualquer forma, essa foi a batalha principal desse volume. O capítulo mais longo até então. A batalha foi tão boa que a experiência ou nome de clã sequer importaram. No fim, foi uma grande batalha por sobrevivência onde todos se uniram para derrotar um inimigo em comum. Essas últimas páginas me deixaram sem ar. Eu estava quase gritando "VAI! VAI! VAI!" no final. Que maneira de terminar um volume.

Mas e a respeito de Choko e sua party? Eles eram mais fracos que o Team Haruhiro e se tornaram vítimas do Orc Boss. Sim, Choko morreu em frente a Haruhiro e isso desencadeou a minha cena favorita nesse volume (por mais que a última batalha também tenha sido muito boa). As memórias de Haruhiro. Ele amou uma amiga de infância chamada Choko, mas ela sempre gostara de outro menino. Então ele desistiu. Mas ele a queria ver feliz e sempre tentou fazer com que ela ficasse com o garoto que gostava. Então um dia eles se encontraram em frente a uma maquina de bebidas como qualquer dia normal. Normalmente Hiro perguntaria a Choko se ela gostava de alguém, mas dessa vez foi o contrário. Hiro a respondeu que não. Choko disse que ele era um "hetarenbou". Talvez Choko soubesse dos sentimentos que ele tinha por ela. Talvez não. No fim, Haruhiro foi incapaz de confessar seu amor para ela, e jamais conseguiria outra chance novamente.

Haruhiro se lembrou disso, mas ao mesmo tempo, não se lembrou. Ele apenas sabia que sentia algo. Sabia que algo estava errado mas não conseguia pensar na hora por conta dos orcs. Assim como a paixão de Mogzo por ramen, ou a personalidade de Ranta, apenas há algo de errado em tudo isso.

Temos que aceitar que nada sai como o planejado.

O subtítulo desse volume foi perfeito. Choko... Mogzo... Realmente, nada sai como planejado.

spoilers grimgar

Volume 4

Haruhiro viu Mogzo acordando mais uma vez dizendo que ele havia caído por estar cansado... mas obviamente era um sonho. Mogzo estava morto.

Desde aquilo, Haruhiro e os demais ficaram em depressão. Mary se culpava. Talvez porque ela não tinha conjurado uma proteção mágica? (Não lembro exatamente). Mogzo acabou levando mais dano e acabou morrendo. Os outros não poderiam culpá-la, considerando o caos que estava o campo de batalha... Então dá pra imaginar todos eles no pior humor possível, né? Sem Mogzo eles também perdiam muita força (eles dependiam demais dele), portanto decidiram passarem um tempo sozinhos para ganharem novas habilidades.

Vamos começar por Haruhiro. Seu caso foi o mais "simples". Ele teve uma cena com Shihoru e focou praticamente em pensar o que seria bom para sua party daqui para frente. Apenas para voltar e...

Ranta foi convidado por Renji para se juntar a sua party. Renji disse que ele via potencial nele e que Ranta seria uma boa adição a party. Ranta ficou genuinamente feliz por isso, afinal, foi Renji que disse isso. Então ele decidiu..

Shihoru e Yume foram convidadas para sem juntarem as Wild Angels. O clã feminino mais forte que existia, então era uma grande conquista. A resposta delas foi...

Por último Mary, que ainda se culpava pela morte de Mogzo. Um dia ela ficou bêbada e enquanto voltava, alguns caras queriam fazer algo com ela que... bem... vocês sabem o que é. Felizmente ela é salva por um jovem que passava no local. Esse é o início de um dos sub enredos mais comentados para os próximos volumes...

Acontece que esse jovem se chama Kuzaku e é o único sobrevivente da party de Choko. Ele pergunta a Haruhiro se ele pode se juntar a party dele, porque ele estava sozinho.

E então o fatídico dia, onde todos eles se encontrariam novamente, chegara. Haruhiro estava surpreso e assustado ao ouvir dos convites oferecidos a Yume, Shihoru e Ranta, e ainda mais ao descobrir que todos decidiram continuar em sua party. Ele também ficou chocado ao ver que Kuzaku e Mary já se conheciam. De qualquer forma, eles se apresentaram e aceitaram Kuzaku como novo membro. Ele seria o novo "tank" (eles precisavam de alguém nessa posição) e decidiram rumar para as linhas de frente, o labirinto chamado WonderHole.



Bem, como sempre, eles chegam lá e sofrem contra inimigos mais fracos. Por conta deles dependerem muito de Mogzo, por Kuzaku ainda ser inexperiente, por se tratar de novos inimigos, novas habilidades, nova party... tudo isso estavam fazendo eles sofrerem um pouco. Outras parties riam deles pelos problemas que tinham contra inimigos fracos. Eles quase foram mortos uma vez se não tivessem sido salvos por SoumaSim, aquele Souma que é o líder dos Day Breakers. Souma também os convidou para se juntar ao seu clã, e bem, Haruhiro aceita. Isso também marca o início do verdadeiro enredo de Grimgar, mas isso fica pra depois. 

Enfim, existe um inimigo chamado Ustorel que é considerado o primeiro inimigo de verdade em WonderHole. Até então, a party era muito fraca para explorar o labirinto. Então, após muitos problemas e algum progresso, eles acabam encontrado esse Ustorel por acaso. Sem qualquer informação anterior sobre ele, e sem saber se conseguiriam derrotá-lo, a última batalha tem início. O volume 3 é ótimo em termos de ação, mas pessoalmente, essa foi a batalha mais legal dos primeiros 7 volumes. O último capítulo de mais de 50 páginas é praticamente focada somente nessa batalha.



O verdadeiro teste deles apareceu e temos uma Shihoru que quase morre (na verdade pode-se dizer que ela "morreu" uma vez), Kuzaku quebrando alguns ossos, táticas de atingir e fugir e dois padrões principais de ataques (assim como de um boss de RPG). Kuzaku finalmente se acostuma ser um tank, novas habilidades são usadas, Shihoru usa sua primeira magia de ataque de verdade (para cobrir a ausência de Mogzo), Mary sendo mais cuidadosa e Haruhiro sofrendo e correndo enquanto analisa os padrões de ataque de Ustorel. Esse capítulo foi incrível pela somatória disso tudo. Após uma longa batalha, eles finalmente conseguem derrotá-lo, e como sempre, conseguem evoluir um pouco. O suficiente para sobreviverem nesse novo lugar, com uma nova companhia e um futuro brilhante a frente deles.

Esse foi um volume bem pesado. O próximo terá uma mudança legal de ritmo por conta dos novos personagens serem pessoas completamente estranhas antes de um arco repleto de dificuldades.

Volume 5



Algum tempo passou desde que a party de Haruhiro conseguiu derrotar o primeiro Osturel. Agora eles estão acostumados a lutarem contra. Um dia eles conhecem Kikkawa, o único cara da geração deles que foi para outra party (5 na de Reiji, 6 na de Manato). Ele está na party de Tokimune. Podemos dizer que no mínimo, a maioria dos membros são bem "únicos". Tokimune é o calmo líder paladino. Inui é um velho caçador chuuni. Tada é um sacerdote bem forte ofensivamente (com um desejo bem grande de ser sempre o centro das atenções). Mimori é uma maga bem alta (a esquerda da capa). Anna-san também é uma sacerdote e apenas torce pelo time. Kikkawa é... Kikkawa (a direita da capa). Ele é um guerreiro e fala muito. MUITO.



Enfim, eles descobrem uma nova passagem conectada a outro mundo. Sim, assim como Grimgar é diferente do nosso mundo. Isso significa novos inimigos e outras "regras". Sacerdotes são meio inúteis porque a magia deles não funcionam. O mesmo vale para a magia dos Dread Mages. Nem todas as magias de magos funcionam. A noite também não existe nesse lugar. Pense num lugar que não foi muito olhado pelo Deus deles. Eles decidem por ora não contar aos outros sobre esse novo mundo. Primeiro eles iriam explorar por conta própria, até porque seria uma ótima chance de ganhar um pouco de fama. Haruhiro não estava muito interessado em fazer isso, mas no fim acabou aceitando.

As partes engraçadas entre essas parties são um pouco difícil de explicar. É bem melhor ler, mas se vocês estão aqui é porque isso não é possível, então continuando... o que nós temos em termos de relacionamentos aqui é que Inui está interessado em Shihoru (ela o rejeita com todas as forças possíveis). Mimori pensa em Haruhiro como um ótimo "bichinho"...er, como um cara legal. Kikkawa e Ranta conseguem se entenderem. Tada sente raiva por conta da party de Haruhiro ser tão "fraca", etc. Esse provavelmente é o volume mais engraçado por conta disso tudo.

Acontece que Tokkis mergulha nesse novo mundo e merdas acontecem, como sempre. Kikkawa volta pedindo por ajuda, e sem qualquer outra alternativa, a "missão de resgate" começa. Haruhiro sofrendo como líder, muita ação acontecendo, Ranta sendo Ranta, Tokkis demonstrando que eles são uma party estranha mas poderosa, e etc. Apesar da tensão rotineira estar presente, por algum motivo estranho, parecia que todo mundo ia ficar bem pela primeira vez na história... e isso realmente acontece.

Mas e o romance? Bem, isso ficou em segundo plano. Haruhiro considera fortemente que Kuzaku e Mary podem estar namorando por conta de alguns eventos. Ele ainda não admite nesse volume, mas é bem óbvio que ele sente atração por Mary. Ao mesmo tempo, Mimori também sente atração por Haruhiro. Bem, talvez não de uma forma normal, mas ainda assim. No fim do volume, ela se declara para ele, e a resposta de Haruhiro é "Desculpe". Ele estava contente, mas ainda firme em seus desejos e decisão. Essa resposta "rápida" na verdade me fez gostar ainda mais de Haruhiro. Romance foi praticamente inexistente até esse ponto da história, e esse tipo de abordagem é um pouco diferente do que vemos normalmente em light novels. De forma geral, foi um volume bem bonito e tranquilo, mas ainda assim é Grimgar. No próximo volume finalmente começaremos a entrar mais no enredo principal. Coisas sobre esse novo mundo, personagens OP, romance e muito mais.

Volume 6



Nesse sexto volume, a party de Haruhiro continua a explorar esse novo mundo com Tokkis. Na verdade, o lugar mais explorado até agora é esse mundo que recebeu o nome de Dusk Realm. Haruhiro também ouve sobre um par famoso de aventureiros chamado Lala e Nono, que são reconhecidos por encontrarem e explorarem lugares novos como esse.

Para tornar as coisas mais simples no próximo volume, irei comentar sobre alguns sub enredos primeiro. Já foi mencionado que Haruhiro sempre sofreu como líder e que ele encontrou uma maneira de aliviar o estresse bebendo por conta própria e coisas do tipo. Mesmo que houvesse problemas, ele ainda mantinha um jeito de continuar com sua imagem de líder quando estava em Grimgar. A outra parte é o sub enredo do romance. Veja isso:



Imagina o estado mental de Haruhiro. Para ele, estava mais do que óbvio que Kuzaku e Mary tinham algo rolando. Ele finalmente aceita que sente algo por Mary, ao mesmo tempo em que desiste dela. Não se esqueçam de que tudo isso é apenas o ponto de vista de Haruhiro. Kuzaku e Mary nunca disseram nada e há cenas com ela onde ela diz o oposto do que Haruhiro pensa. Independente disso, esse sub enredo foi bem sutil e complicado de se dizer se era verdade ou não. Haruhiro pode ser ativo quando ele quer, mas quando se trata desse assunto ele se torna ainda mais cuidadoso e passivo do que nunca. Então, isso também aumenta o peso que ele precisa carregar por conta própria.

Agora voltemos a história principal. Clãs mais poderosos, como os Day Breakers, finalmente decidem lutar contra alguns dos gigantes e misteriosos inimigos que existem em Dusk Realm. Um deles é bem alto como uma torre (não me lembro direito então vou chamá-lo de torre, por ser tão alto) que se move lentamente, e aos poucos, se aproximava da entrada principal de Dusk Realm. Há outro menor e mais fraco (talvez uns 8-10 metros de altura?) que tinha tentáculos. É bem difícil de lembrar todos os detalhes desses inimigos. É confirmado a party de Souma e acabamos conhecendo Akira, que é considerado um dos caras mais poderosos em Grimgar. Obviamente, Haruhiro não estava ansioso para participar, mas como um novo membro da Day Breakers, convites desse tipo são irrecusáveis. Aliás, essa ideia louca veio inicialmente de Tokkis. 

Dessa vez, temos uma batalha em larga escala envolvendo várias parties, assim como no volume 3, mas há uma grande diferença. Existem dois tipos famosos de parties aqui. Vemos a party de Akira sendo foda e como ele pode ser forte de verdade devido a sua experiência. Parecia que ele era "normal" a primeira vista, mas ele conseguiu sobreviver anos e anos, transformando ele numa "lenda viva". Enquanto isso, temos Souma, que é muito mais jovem e inexperiente do que ele mas tão forte quanto, simplesmente pelo talento. Essa é uma bela comparação se considerarmos que há exemplos próximos na geração de Haruhiro. Renji como "Gênio" e Haruhiro como "normal". Outras informações interessantes surgem nessa missão também. Uma membro mulher da party de Souma (ou era da de Akira?) menciona que eles estavam tentando encontrar uma maneira de voltar (eles podem ir para outros mundos, então deve existir uma maneira de voltar também). E também, nem toda magia pode ser aprendida pelas guilds. Nos é apresentado também uma magia poderosa que não segue os mesmos princípios das ensinadas nas guilds.

Porém, Grimgar não é Grimgar se tudo correr bem. Por algum motivo a quantidade de inimigos aumentam demais em números e a "torre" também deixa de ser apenas um observador. Por conta disso, temos o caos instalado, com personagens quase morrendo em todas as partes. No meio de tudo isso temos um Haruhiro, agindo como um estrategista. Sua primeira conclusão foi de que as parties mais fracas morreriam para que as mais fortes pudessem sobreviver (na cabeça dele). Mas, Haruhiro decidiu dar sua opinião dizendo que seria melhor apostar em um plano mais arriscado mas que todos tivessem chance de sobreviver. Por algum motivo, Souma e os caras importantes estavam/estão interessados em Haruhiro, então sua opinião é aceita. E então... o momento de fugir começa. A party de Akira e Souma estariam encarregadas de ganhar algum tempo bloqueando os inimigos mais fracos enquanto o resto faria o possível para encontrar uma maneira de sobreviver e voltarem para Grimgar. Infelizmente o caminho de volta estava bloqueado pela "torre" e Haruhiro estava muito próximo a ele. Ele sobrevive por pura sorte (e por causa de Ranta). 



De qualquer forma, a party de Haruhiro foge. Kuzaku perde seu escudo no caminho. Shihoru se perde pouco antes e por fim eles acabam encontrando com Lala e Nono. Esses dois conheciam a passagem para outro mundo. No momento, Haruhiro não tinha outra escolha senão segui-los sem saber se Tokkis e as partys de Souma e Akira ainda estavam vivos. Então o volume termina com eles indo para outro mundo. 

Volume 7



Esse é o meu segundo volume favorito porque, assim como no volume 4, Jyumonji conseguiu desenvolver tudo que ele podia na obra. A diferença entre esses volumes, é que o 4 possui uma melhor última batalha com menos enredo, já o 7 foca mais no enredo em geral com uma luta menos épica. Tem também outro motivo. o volume 7 me deixou com uma mistura de sentimentos ao terminar de ler.

Assim que eles chegam no novo mundo, Lala e Nono deixam a party de Haruhiro por conta própria. Acontece que esse novo mundo é praticamente o oposto de Dusk Realm. Se em Dusk Realm a noite não vinha, nesse mundo, o sol parece não existir. Então a party de Haruhiro se encontrava nessa situação sem qualquer informação sobre esse mundo desconhecido, em uma completa escuridão, perto de um rio em um desfiladeiro. As primeiras páginas começam bem com Yume quase morrendo ao ser atacada por um inimigo desconhecido. Com sorte, ela é salva por conta da magia dos sacerdotes funcionarem nesse mundo. Apenas 1/3 do poder verdadeiro deles, mas o suficiente para salvar Yume. O mesmo se aplica aos Dread Knights.

De qualquer forma, eles conseguem lidar com esse perigo inicial e chegam a uma vila onde suas novas vidas começam. Antes de tudo, eles não conseguiam se comunicar direito com ninguém pois os habitantes não eram humanos como eles. Outro problema era o dinheiro. De novo, por pura sorte, eles acabam encontrando algumas moedas escuras no caminho para a vila e descobrem que se quiserem sobreviver nesse novo mundo, vão precisar encontrar mais moedas. Esse tipo de desenvolvimento me lembra muito o primeiro volume. Sofrer para sobreviver a cada dia em um novo mundo, novos cenários, novos inimigos. Eles estavam felizes se conseguissem comer qualquer coisa nesse mundo onde o sol não nasce.



A vida era dura, mas pouco a pouco eles começavam a entender como as coisas funcionavam por lá. Os valores de cada tamanho das moedas, como contá-las, etc. No entanto ainda não era o suficiente para ser uma vida fácil. Até que um dia eles encontram outro humano chamado Unjo. Ele veio para esse mundo há alguns anos e os dá uma dica sobre uma cidade onde a party de Haruhiro poderiam ser membros da Força Reserva novamente. Monstros mortos-vivos viviam por lá, e todos carregavam moedas. Então a nova rotina deles consistiam em matar esses mortos-vivos, assim como eles faziam com goblins no primeiro volume. Após algum tempo eles finalmente conseguem uma vida melhor e se dar ao luxo de fazer outras pequenas coisas da vida(Ranta, por exemplo, adorava beber. Garotas tomavam banho sempre que podia, etc).

Mesmo assim, o futuro deles era incerto. Eles podiam viver por lá sem problemas, mas e Grimgar? Eles já estavam nesse novo mundo por um bom tempo e não conseguiam contar exatamente os dias pela falta de sol no lugar. Em função disso tudo, Haruhiro estava quase no seu limite. Fiquei realmente preocupado que ele pudesse ter um surto mental em qualquer momento. Se Unjo não tivesse aparecido, as coisas seriam muito piores. Agora vamos falar um pouco do desenvolvimento dos personagens. Haruhiro e Kuzaku estavam tomando banho juntos e uma das melhores cenas começa. Kuzaku pergunta se ele estava servindo como substituto de Mogzo. Isso era algo que ele provavelmente queria perguntar desde que se juntou a party (tipo há uns 3 volumes). Haruhiro responde que não, ele jamais poderia substituir Mogzo, mas que ele era o único que podia ser o tank da party no momento. Uma cena simples mas com um grande impacto emocional. Após isso, Kuzaku finalmente pode relaxar um pouco por ser "aceito" nessa party. Pouco tempo depois, Haruhiro pergunta sobre Mary e finalmente descobrimos que não havia nada acontecendo entre eles. Aquela cena no volume 6, foi a cena onde Kuzaku na verdade se confessa e é rejeitado. Haruhiro também consegue "relaxar" um pouco depois disso e Kuzaku disse que já estava superando. É bem fácil de compreender os sentimentos de Kuzaku. Party nova, velhos conhecidos, Mary ajudando e conversando com ele sempre que podia... normal que ele acabasse sentindo algo. Seria estranho se ele não tivesse interesse nenhum nela. De qualquer forma, tivemos um pouco de progresso na parte de romance da história... ou melhor dizendo, não tivemos progresso nenhum!



Agora, Shihoru. Shihoru começou usando um tipo diferente de magia onde ela depende diretamente de elementos... ou seja, sua magia dependia de uma "origem". Agora ela usa uma "fada" do elemento negro (o elemento que ela mais usou até agora). Ela tenta se comunicar com esse elemento e pouco a pouco a variedade de coisas que ela podia fazer com essa "fada" aumentou. Acho que é uma boa hora também para explicar porque as magias dos sacerdotes e dread knights funcionam aqui. O Dark God Skulheill e o God of Light Lumious costumavam viver nesse mundo. Eles eram inimigos há muito tempo, mas acabaram deixando esse mundo (e indo para Grimgar, imagino). O poder da magia deles é mais fraca porque os Deuses não estão mais lá. No entanto, por conta deles já terem passado por essas terras, a magia se tornava possível. Se aplicarmos essa mesma lógica, significa que Dusk Realm é um lugar onde os Deuses nunca foram... Até agora eu nunca parei pra pensar muito sobre esses Deuses, mas acho que merece um pouco mais de atenção. Jyumonji demonstra como continuar com a história mantendo juntos todos os elementos dela. O enredo expande bastante aqui e há algumas coisas que escreverei mais tarde.

Voltando a Shihoru. Um dia... ou melhor dizendo, noite, ela estava conversando com Haruhiro enquanto os outros dormiam (parecido com o Volume 4). Ela conta sobre essas coisas de elemento e Haruhiro elogia ela por tentar vir com algo novo por conta própria. Esse momento termina com Shihoru dizendo que ela ira tentar dizer tudo que ela quer quando for possível (Manato no volume1)... e pergunta a Haruhiro se ele gosta de Mary. Ele nega e Shihoru aceita essa resposta. Hum... Acho bem difícil Haruhiro conseguir ser mais ativo romanticamente, então essa resposta aqui pode trazer mais confusão no futuro. Os sentimentos de Mary também são uma incógnita. Não dá pra saber se ela gosta dele ou não. Shihoru também é suspeita depois disso... Bem, eu gosto bastante da Shihoru mas quem sabe o que Jyumonji está planejando para nós. Eu estava quase convicto que as coisas iam rolar de forma lenta entre Mary e Haruhiro, mas agora qualquer coisa pode acontecer! Vamos apenas esperar que isso não seja um pretexto para uma futura morte de Shihoru... Espero.



Agora para a segunda metade do volume. Eles encontram Unjo mais uma vez e descobrem duas coisas interessantes. Uma é um espaço sagrado na vila. Esse espaço possui várias coisas que eles conheciam antes de irem para Grimgar, mas não conseguem se lembrar dos detalhes. Assim como o ramen no volume 3. Ou Haruhiro com Choko. A verdade é que essas coisas estão aparecendo nesse mundo por algum motivo. Então, deve haver alguma maneira de ir do mundo original deles para esse mundo onde o sol não brilha. Eles também se lembram de seus primeiros momentos em Grimgar. A Lua vermelha. E uma torre. Exatamente o mesmo que Unjo há mais de 15 anos. Acho que finalmente temos uma dica de como voltar nos mundos.

Mais tarde eles vão com Unjo para uma cidade e descobrem que ele é casado. Esse é um dos motivos pelo qual ele desistiu de voltar para Grimgar. O outro é que o caminho pelo qual ele veio está bem no meio de uma cidade de orcs. Sim, os mesmos orcs de Grimgar. É possível que os orcs de Grimgar tenham se originado nesse mundo. Bem, após olhar essa cidade, e o transmissor que ele recebeu quando entrou nos Day Breakers, seria impossível fazê-los desistirem de voltar. Ainda mais quando eles receberam uma mensagem de Souma onde ele pergunta se eles estavam bem e que estariam esperando por eles em Grimgar.

Após isso, um tempo considerável passou. Eles exploraram os arredores (principalmente Haruhiro por conta de suas habilidades) para ver se encontravam alguma maneira de passar pela cidade. Nessas últimas viagens até lá, eles acabaram encontrando Lala e Nono novamente. Eles também estavam procurando uma maneira de voltar e a oportunidade seria no festival que acontecia naquele momento. Um festival de sacrifício para o dragão vermelho que vivia nas montanhas (onde é a passagem para Grimgar). Então uma longa jornada se deu início. Nono e Haruhiro estavam encarregados de irem na frente e procurar por caminhos seguros de passar pela cidade.

Bem, em um momento, Haruhiro é encontrado por um orc. Um orc sozinho no meio de um grande festival. A melhor coisa a se fazer seria matá-lo, mas ele não conseguia. Algum tempo depois, o pior aconteceu e os orcs estavam todos procurando por eles. O motivo era óbvio, o orc que ele decidiu não matar. Por sorte eles estavam perto das montanhas e os orcs não se atreviam a irem lá. Tudo estava indo bem mas o dragão vermelho apareceu quando Haruhiro estava mentalmente instável por se sentir culpado de não ter matado aquele único orc quando teve a chance. Acontece que ele machuca seu pé no caminho, e Lala e Nono vão embora. Nisso, a party de Haruhiro também começa a "correr" do dragão. Haruhiro acaba ficando para trás por estar machucado. Ele realmente pensou em desistir de tudo e morrer por ali. Ele era culpado e seu corpo estava machucado. Mas ele não parou. No meio do caminho ele encontrou um orc. Um orc forte que ele conseguiu derrotar por conta própria mesmo sendo mais fraco do que ele. E continuou em frente e em frente. No fim ele escuta algumas vozes familiares se aproximando dele. Ele perde a consciência após chegar em Grimgar, o mundo que ele sonhara por mais de 200 dias.



Volume 8



As primeiras páginas desse volume mostram o Time Haruhiro finalmente voltando para Grimgar. Eles entram em uma região coberta por uma névoa densa que fica a 500-700km de Altana (de acordo com Haruhiro), que é o objetivo deles. Antes de comentar dos eventos principais desse volume, irei falar um pouco sobre a história desse lugar e um pouco sobre os novos personagens:

Isso já foi mencionado em volumes antigos, mas o clã Day Breakers tem o objetivo de lidar com o renascimento do No Life King. É dito que ele apareceu e que sua maldição criou um exército imenso composto de mortos vivos de diversas raças (humanos, goblins, orcs, etc). Esse exército acabou destruindo e ocupando o território dos reinos de Nananka e Ishmar. Além disso, o Reino de Arabakia acabou mudando para o sul. Isso aconteceu há 150 anos e há dicas de que ele possa renascer. Enquanto isso, o outro possível e real objetivo dos Day Breakers é encontrar uma maneira de voltarem ao seus mundos originais. A party de Haruhiro está bem no meio de uma região que foi ocupada pelo No Life King anos atrás. Por isso eles estão tão longes de Altana.

Outra coisa importante é sobre a vila oculta, uma vila composta por seis famílias principais. Pessoas dessa vila conhecem essa região (Southern Valley) como se fosse quintal deles. Há três personagens principais nessa vila:

Arara: Ela está "predestinada" a se tornar a futura líder de sua família. Ela se apaixonou por Tatsuru que foi morto por Arnold, um forte morto vivo. Agora ela busca vingança.

Katsuharu: "Tio" de Arara. Não são relacionados por sangue. Membro antigo da Força Reserva.

Setora: Outra garota de uma das famílias principais, porém não diretamente na linha de sucessão, pois possui irmãs mais velhas.

Mais detalhes virão depois. Temos um grupo chamado Forgan, que é formado por diferentes raças e o líder é um orc chamado Jambo. Eles são fortes e temidos pela vila oculta. Personagens principais:

Jambo: Um "pequeno" (1.80m) orc que cresceu com um humano. Seu conhecimento e personalidade foram moldados por esse humano (sem detalhes de quem seria) e é por isso que ele consegue conversar com eles. Todos em Forgan o respeitam.

Arnold: Morto vivo com quatro baços. Um dos, se não o mais, forte membro da Forgan.

Takasagi: Humano. Não possui seu braço direito nem o olho esquerdo.

Onsa: Goblin que consegue controlar vários animais (lobos, nyaas, pequenos dragões).

Godo Akasha: Um orc gigantesco. Respeita e tenta ser como Jambo.

Nyaas são, bem, uns catos grandes eu diria. Se Grimgar fosse escrito em português, o nome deles seriam "Miau", literalmente. Eles são maiores quando comparado com gatos que conhecemos, e são bem rápidos. Eles podem ser usados para obter informações (como posição de um inimigo). Eles parecem fofos, Mary gosta bastante da aparência deles.

Agora a party dos Day Breakers, conhecidos como Typhoon Rocks. Eles estão nesse lugar por ordens de Souma, mas praticamente se movem quando querem. O estilo principal deles é lutarem por conta própria. O completo oposto da party de Haruhiro. Membros:

Rock: Líder da party. Pequeno, mas rápido e forte pra cacete.

Moyugi: Se auto proclama "O Dread Knight mais Forte". Estrategísta. Usa a demônio Moria.

Kajita: Guerreiro. Quieto. Grande. Forte.

Tsuga: Sacerdote.

Sakanami: Louco.

Kurou/Crow: Antigo caçador. Guerreiro. Mas a maioria das coisas que ele faz é o que um caçador faria.

Voltando ao Time Haruhiro. Eles finalmente chegam em Grimgar. Haruhiro e Yume deixam a party para procurar informações que confirmem a direção que eles queriam ir (Sul).

Haruhiro e Yume
Nós vimos mais uma vez como Yume é realmente a "pura" da party. Haruhiro começa a "confirmar" suas suspeitas de que Ranta sente algo a mais por Yume. Eles acabam encontrando Kurou. Como membros do mesmo clã, Kurou diz que seria melhor se ele o seguissem. Acontece que ao seguirem, eles acabam lutando contra alguns membros da Forgan e conhecem Moyugi e Kajita, enquanto Sakanami e Tsuga fazem uma "matança casual" ao longe. Conhecem também Rock e Arara.

Kajita é o cara grande, Kurou no fundo e Moyugi de óculos.

Resumo Light Novel: Grimgar


Então temos Haruhiro, Yume, Kurou, Rock e Arara no mesmo lugar. Lá eles encontram Arnold e a primeira batalha acontece. Arnold acaba "vencendo", pois Haruhiro e companhia decidem fugir. Arara sofre grandes danos. Haruhiro começa a considerar o conselho de Moyugi de sempre pensar um passo a frente. Também conseguimos ver o sub enredo (clichê e tediante) de Arara. A clássica história do garoto e garota se apaixonando, mas que as famílias não aprovam ou possuam rivalidade (uma das que lideram a vila e a outra normal). O cara da família normal tentando provar sua capacidade ao derrotar a maior ameaça da vila... o morto vivo Arnold. Ele morre e Arara busca vingança. (Daqui pra frente não deve ser muito clichê eu acho). Ela encontra os Typhoon Rocks e Rock se apaixona a primeira vista por ela, por isso decide ajudá-la. Os outros membros apenas se acham demais ou são loucos. Parecia "divertido" para eles lutarem contra o membro mais forte da Forgan.

Resumo Light Novel: Grimgar


Arara a esquerda, Rock na direita.

De qualquer forma, após uma pausa, eles decidem seguir em frente e acabam encontrando Katsuharu, Kuzaku e Shihoru lutando contra membros da Forgan. Eles salvam três deles e Haruhiro observa Ranta do lado inimigo. Haruhiro (Shihoru e Kuzaku também) perguntam por Mary. Ranta responde Haruhiro com algo do tipo "se você quiser minha mulher de volta, venha e me derrote". Haruhiro não conseguia acreditar na traição de Ranta.

Shihoru e Kuzaku

Algum tempo passou desde que Haruhiro e Yume se foram. Ranta se "preocupa" e decide se separarem em dois pares. Ranta e Mary vão em busca por eles enquanto Kuzaku e Shihoru ficam na espera. HORA DO DESENVOLVIMENTO DE PERSONAGENS: Shihoru fica preocupada por Kuzaku se "esforçar demais" para se encaixar na equipe e acompanhar os demais. Até porque, Mogzo fazia muita coisa. Shihoru e Kuzaku concordam que Haruhiro estava chamando demais as responsabilidades da party pra ele. Shihoru então se pergunta se há algo que ela podia fazer para ajudá-lo. O ponto importante aqui é a resposta de Shihoru para a pergunta de Kuzaku "As mulheres de nossa party não nos olham como possíveis romances". Shihoru responde que isso não verdade. Hum... bem, Yume certamente não parece gostar de ninguém por ser tão pura. É impossível confirmar qualquer coisa de Mary. Kuzaku acaba contando sobre sua confessão a Shihoru e uma pequena bandeira se levanta para os dois. Ela acaba dizendo que Kuzaku parece um cachorro, e que ela gosta mais de cachorros do que de gatos).

Resumo Light Novel: Grimgar


De qualquer forma, após algum tempo eles são encontrados por Katsuharu. Assim como Haruhiro, eles decidem ir com ele até encontrar um lugar onde um tipo de batalha estava acontecendo. Quando percebem, estão fugindo de Nyaas e acabam sendo obrigados a lutarem contra alguns lobos. No fim, eles encontra com Takasagi e Ranta da Forgan. Ranta e Kuzaku brigam um pouco e Ranta estava sério. Se Haruhiro e os demais não tivessem aparecido, Ranta provavelmente teria matado Kuzaku.

Ranta e Mary
Ranta sendo Ranta. Mary sendo Mary. Isso resume bem a maioria da parte do caminho deles. Ranta e Mary estavam procurando por Haruhiro e Yume quando de repente, a névoa começa a dissipar. E então eles encontram alguns Nyaas (da Forgan provavelmente) e pouco tempo depois eles estavam completamente cercados. Nessa hora, Ranta começa a entender a importância de Haruhiro. É muito mais fácil lutar por conta própria do que ter que fazer isso enquanto protege Mary ou outros da party. Mesmo assim, Ranta ainda é Ranta. Quando ele viu que não havia jeito de escaparem vivo de lá, ele ativa sua habilidade "dogeza". Eles são capturados pelo goblin Onsa e levados ao quartel da Forgan.

Nesse lugar eles encontram pela primeira o velho Takasagi. Ele pergunta se eles eram os membros da vila e como ele não se importaria de matar Ranta e usar Mary como... bem, você sabe. Esse tipo de cenário de terror. Ele apenas não fez nada disso porque estava esperando pelo líder. Obviamente Mary ficou assustada e queria morrer antes do pior acontecer. Ranta tenta "animá-la" ao dizer que ele não iria desistir.

E então o carismático líder Jambo apareceu. Acompanhado dele estava o orc gigante Godo Akasha. Ranta provoca Takasagi dizendo que ele poderia derrotar qualquer um deles (pra variar) e Jambo por algum motivo aceita sua proposta de duelo. Então Ranta consegue se libertar e ter suas armas de voltas. Mary pensou que talvez Ranta fez tudo isso apenas para conseguir uma chance de fugir. Mas bem, Ranta é Ranta e ele realmente decide ter uma luta contra Taksagi. A diferença em habilidades era óbvia mas Ranta não podia desistir. Mary torcia por ele e mesmo se fosse derrotado, ela ficaria feliz por ele ter tentado seu melhor. Tão feliz que ela quase chorava. Após ser derrotado, Ranta usou sua habilidade. Dogeza. Ele também pede para se tornar discípulo de Takasagi. Mary queria chorar, mas agora por outros motivos. No fim, Takasagi disse que Jambo que decidiria isso. O líder disse que não gosta de matar sem motivos e aceita Ranta na Forgan. Quando perguntou a Mary se ela queria entrar na Forgan, suas resposta foi negativa. Uma resposta negativa também significava o pior para ela. Antes que qualquer coisa pudesse acontecer, Ranta disse que ele sempre a quis fazer dela sua mulher e pediu por um tempo. Se ela não o obedecesse, então ele desistiria dela. Jambo aceitou isso.

A Noite antes da última batalha (desse volume) - Ponto de Vista de Ranta
A proposta de Ranta certamente era uma mentira. Tivemos a oportunidade de ver algumas coisas no ponto de vista dele antes e é bem óbvio que ele sabe a posição que ele se encontra na party. O mesmo para sua "fraqueza" com Yume e não com Mary. Naquela noite, os membros da Forgan estavam bebendo, conversando e se divertindo. Goblins, orcs, kobolds, mortos vivos, todos no mesmo lugar. Ranta viu isso de longe. Mary o ignorava e ele não se sentia como o "idiota" de sempre de tentar se aproximar desses grupos. Então ele viu Jambo sozinho... Bem, na verdade com Arnold. Ranta pergunta por que Jambo não se juntava aos demais. Jambo era respeitado por todos então não poderia acontecer nada de ruim. Mas a resposta de Jambo foi simples. Ele apenas acreditava que ele era do tipo de pessoa que consegue aproveitar as coisas como eles. O mesmo valia para Arnold. O mesmo para Ranta. É por isso que eles eram amigos. Jambo e Arnold oferecem suas bebidas para Ranta e isso leva a...

(Sem dúvidas a minha cena favorita do volume. Bem simples mas com um impacto emocional devastante!)

E então nós esperamos pelo amanhã.

Nesse mesmo tempo, o Time Haruhiro, Typhoon Rocks e Arara/Katsuharu chegam a vila oculta. Arara receberia alguma punição (por colocar a vila em perigo) mas eles só saberiam dos detalhes no dia seguinte. Enquanto isso, o Time Haruhiro ficou na casa de Katsuharu e começam a definir um novo objetivo. A "traição" de Ranta os atingiu de maneira forte, mas as palavras dele indicavam que Mary ainda estava viva, então eles decidem ajudarm os Typhoon Rocks (a derrotarem Arnold) e em troca eles encontrariam uma maneira de resgatar Mary. Haruhiro ainda tinha dúvidas da traição de Ranta. Outro detalhe legal é que Shihoru fica mais "ativa" em dar suas opiniões nessa reunião.

Resumo Light Novel: Grimgar


Na manhã seguinte, Haruhiro é levado por alguns membros da Typhoon Rocks para encontrar Setora. Setora consegue controlar Nyaas então eles pedem sua ajuda (ela também é uma amiga de infância de Arara). Ela rejeita no começo, mas Haruhiro pegunta se eles podiam dar algo em troca por essa ajuda. Por ela fazer pesquisas sobre vidas artificiais, ela pede por um olho. "Naturalmente", Haruhiro aceita essa condição pelo seu olho esquerdo. No fim, Setora decide pegar seu olho depois. Aliás, essa reação natural mostra mais uma vez a personalidade de Haruhiro. Pode ser porque ele ama Mary como mulher, mas mais do que isso, acredito que ele faria isso por qualquer um da party. E não é nem como se a ajuda de Setora fosse uma garantia de vitória. Seria algo positivo, sim, mas nada comprovado. Ele ainda assim decide dar seu olho sem nenhum medo, como se fosse a coisa mais natural do mundo, se isso significar uma chance a mais de sucesso. Sinceramente Haruhiro, você sempre diz que os outros caras são loucos, mas você também não é normal.

E então chegamos ao climax desse volume. É um confronto direto entre Typhoon Rocks + Arara + Katsuharu + Time Haruhiro contra Forgan. Muita ação, Jakjita e Godo Akasha se divertindo bastante na luta. A batalha de 1x1 entre Rocks e Arnold é bem legal e intensa também. Não sabemos a conclusão porque Haruhiro usa essa chance (com todos concentrados observando a luta) para salvar Mary. Sakanami "substitui" ele (também discípulo de Barbara). Quando Haruhiro estava saindo, ele vê Shihoru acenando com sua mão direita, como a única membro do time que percebeu que ele estava indo em busca de Mary. Mais uma vez Shihoru demonstrando sinais que ela presta mais atenção em Haruhiro do que os demais. Ela também começa a se tornar algo como uma vice líder.

Haruhiro consegue encontrar o lugar onde Mary estava sendo aprisionada com a ajuda de um Nyaa controlado por Setora. Ele a salva sem cometer o mesmo erro do volume 7 (matar ou não matar o guarda).

Resumo Light Novel: Grimgar


Tudo estava indo bem até que Ranta, Takasagi e outros orcs aparecem. Aqui nós temos o clássico desenvolvimento de Haruhiro no 1x1 contra Ranta. Ranta estava sério então Haruhiro não teve outra opção senão lutar com vontade de matar. Ambos se conheciam muito bem. A única diferença é que Haruhiro ultrapassou seus limites no último volume (na batalha 1x1 contra um oponente mais forte) e foi isso que selou a batalha. Quando Haruhiro estava prestes a dar o último ataque, com intenção de matar Ranta, Mary grita seu nome e Kurou usa essa chance para causar uma confusão.

E então Haruhiro usa essa chance para fugir com Mary. O destino deles era a "saída" do outro mundo, o mesmo lugar que eles estavam um dia antes. E é assim que o volume termina. Haruhiro tendo que aceitar a traição de Ranta... e mesmo que ele voltasse, ele seria capaz de aceitá-lo na party novamente? Afinal ele realmente tentou matar Ranta.

Resumo Light Novel: Grimgar


Bem, escrevi um pouco mais do que eu gostaria... De qualquer forma, o volume é muito bom. Coisas sobre o renascimento do No Life King e um grupo formado por diferentes raças mostram um lado de Grimgar que não conhecíamos. Ser capaz de ver o ponto de vista dos personagens também foi uma ótima sacada (principalmente Ranta, Kuzaku e Mary). Não importa como, esse arco ainda não terminou por vários motivos. Jambo ainda não recebeu a atenção que merece, nem Tsuga ou Sakanami. Ainda é incerto se Rock derrotou Arnold e se Shihoru, Yume e Kuzaku vão conseguir chegar a "saída" do outro mundo.

Também vemos o crescimento da personagem Shihoru. Realmente estou ansioso para ver como as coisas vão se resolver nos próximos volumes. O mesmo para Haruhiro. Não é tão óbvio a primeira vista, mas Haruhiro está tentando mudar de uma maneira legal, após os erros no último volume. Confiar mais em outras pessoas, seja em batalhas ou tomadas de decisões. E também sempre pensando um passo a frente. Mal posso esperar o conselho de Moyugi dando alguns frutos. Haruhiro também parece estar dependendo mais de Shihoru do que antes, então... hum...

E também há a promessa de Haruhiro dar o seu olho esquerdo para Setora, além de Ranta. Me pergunto o que ele está pensando em fazer agora. Suas decisões foram responsáveis por salvar Mary, de certa forma. Mas aquela cena com Jambo e Arnold parece ter mudado ele. É engraçado como todos da party o odeiam, mas o "amam". É um assunto ainda mais delicado para Haruhiro. Talvez Yume seja a personagem chave no próximo volume, após a previsão do amor de Ranta por ela? Não sei. Tudo que posso dizer é que estou ansioso pelo próximo... Maldito seja você Jyumonji e seus ganchos!

Volume 9

Resumo Light Novel: Grimgar

Light Novel de Grimgar foi licenciada nos EUA, assim que o volume 9 sair em inglês eu irei compra-lo e fazer um resumo. 

Aguardando novos Volumes!

Gente, está sendo um prazer traduzir esses resumos da Light Novel para quem gosta e é fã do título. Estou me envolvendo bastante com a história e por mais que não seja uma leitura completa, é uma ótima chance, pra quem não tem a oportunidade, de se manter atualizado com a série.

0 comentários:

Postar um comentário