Colunista acusa Ministro do meio ambiente de sexismo por causa das garotas moe




Karima Morooka, colunista no Tokyo Shimbun, publicou no último sábado (dia 26) que as personagens moe do Ministério do meio ambiente do Japão são ''''sexistas''''.
As personagens foram reveladas em Fevereiro por parte de uma campanha chamada Cool Choice.


Mas o que essa mulher diz? Ela fala que primeiro, a representação da mulher inclui expressões faciais que tendem a atrair os homens. Essas representações estão aparecendo em várias propagandas pelo Japão recentemente, em um exemplo, Morooka descreve uma imagem que viu em uma ótica. Um poster mostrando ''uma jovem garota com suas bochechas coradas e uma expressão morna e macia'', A menina tinha lábios proeminentes e olhos redondos atrás dos óculos

Morooka ainda diz que a representação tem uma má reputação entre as mulheres adultas, ela disse que essas representações confiam em conceitos ''antiquados da beleza'' e que ''estimulam desejos sexuais em homens'', ela acrescentou que alguns homens também criticaram as expressões passivas e submissas de mulheres, e ela ainda fala que o visual de Sorori Kao é um retrocesso na atual ''era da consciência de gênero''.

Morooka ainda disse que ficou surpresa quando leu a campanha de ''garotas botinas para atrair jovens com pouco interesse em questões ambientais'' e que o público seria de 18 a 29 anos de idade. Ela completa ''eu não quero que o governo promova personagens moe que são sexistas''

Porém, o site da campanha não especifica nenhuma faixa etária como Morooka diz, só registros de uma única reunião onde falaram que o foco eram pessoas jovens.

Abaixo o visual das personagens




Ah, vale ressaltar que a jornalista Karima Morooka é meio japonesa meio egípcia.

O que acham? Muitos fãs de animes já se pronunciaram pedindo para que jornalistas parem de jogar essas questões de sexismo em animes e mangás, e que as duas personagens não são sexistas, e que a jornalista quer apenas chamar a atenção por não ter do que reclamar.

Fonte

0 comentários:

Postar um comentário