Entrevista com Ayane Sakura, dubladora de Tomori Nao



Entrevista com a Nao

Charlotte é um anime produzido pela Key sobre uma academia de adolescentes com habilidades especiais. No mundo de Charlotte, algumas pessoas possuem superpoderes que só são utilizados durante a puberdade. A Academia de Hoshinoumi foi fundada para esses estudantes de poderes extraordinários.



"Por que eu sou eu, e não outra pessoa?" Como diria o filósofo René Descartes, "penso, logo existo." É assim que o protagonista Otosaka Yuu vive sua vida. Em um movimento inusitado da Key, o protagonista do anime em questão não é lá tão popular. Um trapaceador e mentiroso compulsivo com uma péssima personalidade, Yuu chega ao status de um estudante respeitável devido a sua habilidade de tomar o controle de outros por cinco segundos. Ele é admitido na Academia após suas habilidades serem descobertas por Tomori Nao, e se junta ao conselho estudantil, com o pensamento de que ele gostaria de ajudar outras pessoas pela primeira vez na vida.

Entrevista com Ayane Sakura, a dubladora de Tomori Nao




O que você tem em comum com Tomori?

- Essa é difícil porque eu nunca parei para me comparar com os personagens que dublo... Nós provavelmente somos parecidas na nossa dificuldade de se expressar, algo que faz sentido na minha cabeça, mas que não consigo colocar bem em palavras, então às vezes não consigo dizer exatamente como me sinto. Mas faço meu melhor para que as pessoas entendam o que quero dizer.

Quando você está dublando Tomori, quais são os pontos em que você mais presta atenção?

- Eu recebi um script quando fui fazer a audição. Lembro que fiquei confusa ao ver ilustrações tão lindas próximas de falas tão "inapropriadas". E quando eu recebi o papel de Tomori, a equipe me disse, "por favor não atue de forma tão pura. É melhor que ela seja 'grossa'". Ao ver a diferença entre a aparência dela e os diálogos, e sua personalidade imprevisível, conforme a dublava pensei que seria legal ser uma garota com uma diferença tão grande entre aparência e natureza.

Qual o ponto de destaque em Charlotte?

- O desconhecido e imprevisível, o envolvimento, a separação com as "outras pessoas" com as quais você cria laços inquebráveis. O equilíbrio delicado entre perder o que foi ganho e o ganhar após a perda.

Que cenas foram particularmente memoráveis para você?

- A fala de Tomori no primeiro episódio quando ela diz, "nós somos esse tipo de existência". É uma cena importante que dá início a dinâmica entre três dos personagens principais, Tomori, Yuu e Takajou. A equipe ao me dar a cena ainda disse, "é uma fala importante que nós provavelmente podemos usar para o vídeo promocional". Eu fiquei tão nervosa após a gravação!



Se você pudesse usar o poder de Tomori, o que você gostaria de fazer?


- O poder dela tem suas desvantagens, então eu provavelmente só poderia usar para me esconder e assustar pessoas. Se eu tivesse a câmera dela, eu gravaria minha família e meu cachorro.

Sua personagem Tomori ama a banda [Zhiend]. Que tipo de música você gosta?

- Eu escuto praticamente tudo, independente do gênero. Em vez de me focar em artistas, eu presto mais atenção nas letras, melodia e o instrumental. Geralmente, quando estou sozinha, estou sempre escutando música. Eu me sinto desconfortável no silêncio, e não sou boa com multidões, então eu nunca ando por aí sem meus fones de ouvido.

Por último, uma mensagem para os fãs!

- Os produtores e a equipe deram tudo de si nessa produção. É uma história de juventude que é abalada pela obra do destino e que definitivamente irá te impactar de alguma forma. Por favor assista o resultado de nosso trabalho duro!

Tradução de entrevista concedida em setembro de 2015 para a revista DengekiG's.

0 Comentários:

Postar um comentário