Cor especial de Fullmetal é bacanudo?

o que é cor especial






Texto original de M. N. Vulpin publicado no grupo Mangás Brasil, cedido a Você Sabia Anime.

Finalmente o 1° volume de Fullmetal Alchemist chegou em minha casa e eu pude analisá-lo. Vou explicar o que é cor especial, o que eu pude constatar em Fullmetal Alchemist e minhas conclusões.

fullmetal cor especial

foto: M. N. Vulpin

Mas antes de falar de cor especial, é preciso entender como é a impressão de um livro. Para isso, sugiro dar uma olhada neste vídeo bem bacana, curto e super didático.

Como deve ter visto, cada cor é separada por chapas. O método de impressão tradicional é o CMYK, onde utilizam-se 4 cores, e logo, 4 chapas: ciano, magenta, amarelo e preto (o preto às vezes é chamado de "cor chave", por isso na sigla está como K, de "key"). Para gerar uma imagem multicolorida e bonitona, essas cores são impressas em vários pontinhos minúsculos, chamados de retículas, e são agrupadas lado a lado, mas que à distância parecem se mesclar e formar uma cor única.

fullmetal cor especial




























Na impressão a resolução minima para se obter uma imagem de qualidade é de 300 dots per inch (vulgo dpi), ou seja, 300 pontos (retícula) por polegada. As cores CMYK não podem imprimir seus pontos num mesmo lugar, ficando sempre lado a lado, por isso, cada malha de cor é impressa em um ângulo diferente.

Então, essa é a famosa e tradicional impressão CMYK. Ok, mas onde entra a cor especial?
A cor especial, diferente da CMYK, não é gerada a partir de retículas.
No processo de impressão, ela recebe uma chapa exclusiva só para ela. E ela é obtida em avulso, não é nem mistura das tintas de ciano, magenta, amarelo e preto, inclusive tem uma consistência diferente quando fresca. E é também mais brilhante e resistente, demora a desbotar.

Mas por que usar a cor especial?

Além de ser levemente mais brilhante e resistente, ela tem como vantagem não sofrer alteração de tonalidade. Na impressão CMYK você tem mais chances de verificar produtos com cores um pouco mais escuras ou mais claras dependendo do lote ou da gráfica, enquanto na cor especial isso não ocorre. É por isso que o vermelho da linha escolar da Faber-Castell continua o mesmo vermelho apesar dos anos, mesmo que a marca mude de gráfica; o vermelho da Faber-Castell é cor especial, e você nunca vai encontrar nenhuma variação de tom em nenhuma caixa de lápis de cor NO MUNDO. A Faber-Castell faz isso porque aquele vermelho faz parte de sua marca e é importante para a empresa manter a cor fiel em todos os produtos. Se houver exceções, isso dará à ela uma imagem negativa, de qualidade duvidosa.

fullmetal cor especial
foto: M. N. Vulpin

Mas como eu verifico se uma cor é especial ou é CMYK? Simples, com um aparelho chamado CONTA-FIOS.

O conta-fios é uma lente de aumento montada numa estrutura que permite apoiar numa superfície plana, e na base há um quadrado vazado que mede 1 polegada. Sua função principal é descobrir a resolução de uma imagem impressa, pois você poderá contar as retículas e assim dá para saber se a gráfica imprimiu na resolução certa ou se passou a perna em você (os pontinhos se agrupam em colunas e linhas, também chamadas de "fios" e você pode contá-los ao invés de contar cada retícula. É daí que vem o nome do troço). No conta-fios é possível ver a malha de CMYK com seus vários pontinhos de 4 cores... E também ver uma cor que por acaso não tem pontinhos, sendo totalmente lisa e sem espaços em branco. Essa é a cor especial.

fullmetal cor especial

foto: M. N. Vulpin

Fullmetal Alchemist contém 1 cor especial, que é o prateado na capa. Eu tinha ouvido falar que o vermelho também era cor especial, mas não é. Nas imagens é possível ver no meu conta-fios, e em seguida um teste feito no olho, mostrando uma malha CMYK. Apenas o prateado da última imagem é assim, bem liso e sem retículas - o preto até parece cor especial também, mas aquela faixa azul mostra que embaixo do preto tem uma camada de ciano, logo, é CMYK.

Conclusão? Achei totalmente desnecessário.

Cores especiais são caras, bem caras. Em geral um livro com cor especial só possui 1 ou 2 cores especiais, e ainda assim fica caro. Para analisar o quanto se deve cobrar por um produto com cor especial, costuma-se verificar a área de impressão, podendo até estipular um preço por centímetro quadrado de cor especial impressa - não estou zoando.

Sem cor especial, cada edição de Fullmetal Alchemist poderia custar 1 ou 2 reais a menos. Mas está aí, apenas para justificar a "edição especial" e parecer algo bacanudo.

----------------------------------------------------------------------------------------

yellow mangás fullmetal


O que acharam da explicação da cor especial? Acharam necessário? Bom, você pode votar abaixo, mas antes deixa eu falar que a Yellow Mangás está vendendo as coleções originais de Fullmetal, a normal e a Kazenban, completo e usado (eles só vendem coleções completas lá, e por serem usadas, porém numa boa qualidade, o preço é bem em conta), e só clicar na imagem acima para ir para a loja deles no facebook.

0 comentários:

Postar um comentário