Comparação Re:Zero Light Novel x Web Novel

Comparação Re:Zero Light Novel x Web Novel



Esse post é uma tradução com algumas adaptações de uma comparação entre a Light Novel com a Web Novel de Re:Zero, que pode ser acessada em seu formato original aqui. Considerando que o autor original ainda está desenvolvendo o japonês dele, é possível que haja alguns erros de tradução/interpretação.

Levando em conta o tamanho do post, talvez passe despercebido alguns pequenos erros de tradução da minha parte. Peço desculpas de antemão. Para efeitos de resumo LN = Light Novel, WN = Web Novel. Quando não há citação, estamos falando da Light Novel em relação a Web Novel.

O post, apesar de ser mais um comparativo curioso entre as alterações que a LN sofreu da obra original da WN, exigiu um trabalho grande de tradução e dedicação de tempo, como vocês irão perceber pelo tamanho do post. Apesar de não ser tão importante quanto os spoilers da WN, que temos no site e é um dos posts mais acessados da VSA, fico feliz de poder trazer mais algumas coisas interessantes sobre Re:Zero para a comunidade.

A partir do parágrafo abaixo, está a minha tradução adaptada do post original.

Como não há muita informação sobre as próximas Light Novels, eu decidi fazer esse post. A intenção dessa lista é resumir todas as diferenças entre as versões da Web Novel e Light Novel de Re:Zero. Não é uma lista extremamente detalhada, com comparações em cada sentença, mas sim um apanhado que cobre a maior parte das coisas importantes/interessantes/divertidas, com um certo nível de detalhes. Mas não leve essa postagem a mais do que um simples resumo.

Se você não quiser ler tudo (porque é longo pra cacete), deixarei um TL;DR (too long, didn't read) no começo de cada volume.

Esse resumo vai focar grande parte em coisas pós-anime, já que Tappei disse que o Arco 4, em particular, teria várias mudanças. Como uma segunda temporada ou continuação em manga (caso aconteçam) serão baseadas nas Light Novels, é interessante saber o que foi mudado na história original. Eventualmente eu posso fazer dos primeiros volumes, mas a prioridade é outra, no momento.

Faremos uma atualização desse post de tempos em tempos a medida em que novos volume saírem (e eu consiga uma cópia ou scans), então sinta-se livre para favoritar o post e dar uma olhada de vez em quando caso você se interesse.

Para ler os spoilers da Web Novel clique aqui

VOLUME 9 (Epílogo do Arco 3)


1) No Interlúdio I, Subaru é interrompido antes que ele possa trazer sua "proposta" de poligamia a Emilia. E também, algumas partes em que Subaru conta a Emilia que ele ama Rem foi "cortada" posteriormente (apesar de que seus monólogos deixam bem claro que ele de fato ama Rem, e parece que isso é bem claro para os outros também)

Interlúdio II é basicamente a mesma coisa.

Interlúdio III (Capítulo 6 do volume 9):

2) As facções de Emilia e Crusch não estão cientes por quem elas foram atacadas (todos perderam suas memórias ou coma). Em vez disso, eles imaginam que foram atacados pelo Arcebispo da Gula porque o poder de apagar memória era similar ao da Baleia Branca (no qual Subaru sabia que era relacionado a Gula). Por conta disso, eles também aparentam não estarem cientes de que a Ganância estava envolvido no ataque (ele nunca é mencionado aqui, ou no começo do Volume 10).

3) Não há explicação da autoridade da Gula (comer nomes/memórias). Em vez disso, Ferris diagnostica que a condição física de Rem (tirando as memórias) é similar a síndrome da "princesa adormecida". Quando Wilhelm dá uma explicação sobre isso, Subaru percebe que sua voz estava carregada de emoções (ele acredita que talvez um dos velhos amigos de Wilhelm tenha sofrido o mesmo).

4) Emilia parece um pouco mais ciente sobre o Culto das Bruxas se comparada a WN (pelo menos ela sabe que o culto tem os elfos mestiços como alvos). Possivelmente, como resultado disso, toda a exposição referente ao culto, bruxa da inveja, Sage Shaula e etc, foram cortadas dessa parte adiante na WN.

5) Na última seção (logo após o suicídio de Subaru), Puck nunca aparece, então toda aquela cena com ele e Subaru foi cortada. Em vez disso, há uma nova cena entre Emilia e Subaru pouco antes de Subaru fazer seu juramento de salvar Rem. (Basicamente é a Emilia dizendo a Subaru que ela quer ajudá-lo, assim como ele a ajudou, e que ele não precisa se preocupar (sobre Rem) sozinho). [É possível ver a cena nas ilustrações do Volume 9].

VOLUME 10 (Capítulos 1-23 - Arco 4)


TL;DR:

1) Subaru da LN parece ser muito mais sereno/inteligente do que o da WN (por exemplo, ele lê mais livros sobre a guerra demi-humano, descobre a relação de sangue entre Frederica/Garf, flerta menos com Emilia, considera perguntar a Echidna sobre uma cura para Rem, não se emociona tanto quando alguém menciona Rem, esconde que ele conseguiu as qualificações no primeiro loop)

2) Emilia parece ser mais proativa/assertiva em fazer as coisas se comparada a Emilia da WN (por exemplo, perguntar a Frederica sobre o Santuário enquanto Subaru fala com Beatrice, conversa com os reféns do Vilarejo de Arlam, pega nas mãos de Subaru em vez de deixar esse papel pra ele quando estão indo até Roswaal).

3) Bem menos conversas onde os personagens apenas falam sobre ABSOLUTAMENTE NADA e agem de forma evasiva sobre as coisas (o que acaba acelerando bastante o andamento da história).

4) Algumas coisas novas sobre a barreira/floresta em volta do Santuário nomeado de Floresta Kuremarudi/Kremaldy, que faz com que pessoas não autorizadas se percam lá. Para contrapor isso, Frederica dá uma pedra de cristal "pyroxene" a Emilia, que permite que ela entre. Essa pedra é bem relevante em cenas futuras.

5) Ao entrar no Santurário, a pyroxene teleporta Subaru para fora do túmulo de Echidna por motivos até então desconhecidos. Isso leva a alguns eventos serem reajustados (como Subaru falar com Echidna antes de encontrar Garf e Roswaal). O ritmo é muito mais acelerado.

6) Roswaal (e Ram) parecem culpar/olhar Frederica como alguém suspeita/não confiável (por exemplo, por usar o teleporte com pyroxene), então Subaru suspeita um pouco mais dela do que na WN (pelo menos nesse volume).

7) Subaru observa um clone Lewes (no qual ele confunde como uma elfa) quando ele chega pela primeira vez no Santuário, e depois suspeita de que há algo estranho com eles após encontrar o Lewes original.

8) Garfiel conta a Subaru que ele cheira como uma pessoa normal (apesar de que, no volume 11 ele volta a falar porcaria sobre o cheiro da bruxa).

9) Cenas que foram cortadas, em sua maioria, eram insignificantes. As mais "importantes" são mais sobre as aparições de outras bruxas (além de Echidna) e algumas coisinhas a mais quando Subaru fala com Echidna. [WN capítulos 11 e 12]

**** Capítulo 1 - No Lugar em que Retornaram ****

1) O começo (na mansão de Crusch) é basicamente a mesma coisa (mas veja mudanças do Volume 9).

2) A parte com Emilia/Otto/Subaru na carona da carruagem de volta a mansão também é basicamente o mesmo. Além disso, há uma pequena dica sobre o passado de Emilia (após Subaru reafirmar que Rem é "tão importante/preciosa/querida/valiosa para ele como Emilia").

Emilia: Você dizer isso é tãããão egoísmo. Tem noção disso?

Subaru: É claro que tenho. Sinceramente, eu me sinto terrível/envergonhado que eu poderia morrer. Mas estou sério, 100% sério.

*monólogo do Subaru removido*

Subaru: Emilia-tan?

Emilia: Eu acredito que eu e Subaru somos pessoas bem parecidas, mesmo nisso, nós nos movemos baseados puramente em nossos motivos egoístas... Porque até eu estou ciente de que meus motivos para participar na Seleção Real são egoístas.

Subaru: Você desejar por um mundo em paz e sem discriminação... é um motivo egoísta?

*Subaru confuso e emilia balança a cabeça*

Emilia: Não é isso. No começo, eu tinha um motivo mais pessoal...

Subaru: ...

Emilia: Me desculpe. Eu não posso expressar isso claramente em palavras. Não que eu esteja tentando esconder isso de você, Subaru. Eu apenas não sei o que dizer.

Após isso, Emilia pede a Subaru para contar a ela sobre Rem (acredito que seja uma continuação da conversa deles no fim do Volume 9), então Subaru começa a contar a ela sobre o dia a dia deles (quando ele conheceu Ram e Rem pela primeira vez), até o momento da mansão.

3) Ao retornar da mansão, Subaru está carregando Rem nas costas. Além disso, a "emboscada" de Frederica em Subaru foi cortada, e ela apenas os sauda quando eles abrem a porta da mansão (o que assusta Subaru, por conta do sorriso dela).

4) Frederica explica que o motivo pelo qual ela havia deixado a mansão era porque Roswaal esperava provocar confusão na Seleção Real, e então dispersou seus criados para outras casa (na WN, ela apenas diz que ela precisou sair por "motivos pessoais" ou alguma coisa do tipo). Depois disso, ela conta a Subaru que ela não conhece muito das verdadeiras intenções de Roswaal, mas que há duas pessoas na mansão a quem ele confiaria isso: Ram e a "grande espírito da biblioteca". E então Subaru parte em busca de Beatrice (na WN, ele procura Beatrice por conta própria)

5) Subaru e Beatrice não conversam sobre Rem, em vez disso, a pergunta dele é "O quanto você e Roswaal se conhecem de verdade?". O resto da conversa é basicamente o mesmo, mas quando Subaru está indo embora, Beatrice termina:

Beatrice: Talvez, tudo que você queira saber esteja no Santuário [...] As respostas para o fator da bruxa, o significado do gospel, intenções de Roswaal, e tudo mais, vá para lá. A garota mestiça de besta pode guiá-lo. (muito mais direta e clara do que na WN onde ela apenas diz umas coisas nada a ver e resume em "vá falar com Roswaal")

E também, quando Beatrice chuta Subaru para fora da biblioteca, ela o chuta para perto do banheiro, e ele encontra Otto usando o banheiro.

Otto: Falando sério, como você veio rolando do banheiro? Por favor não diga algo horrível como existir uma passagem secreta ou porta escondida.

Subaru: Não há nada disso, idiota. Foi apenas uma manifestação dos meus sentimentos de querer criar laços com você!

Otto: Isso não responde minha pergunta, na verdade, apenas me assustou mais!

6) Enquanto Subaru está falando com Beatrice, Emilia e Frederica conversam fora de tela (na WN, Emilia estava basicamente fazendo nada enquanto esperava Subaru voltar). Frederica estava cética quanto a Subaru ser 100% confiável, pelo fato do quão facil ele conseguia encontrar Beatrice, enquanto Frederica não conseguia mesmo após tipo 10 anos, mas Emilia assegura por ele. Depois disso, Emilia pergunta a Frederica sobre a localização do Santuário, e Frederica dá algumas informações, incluindo o fato de que o lugar é repleto de mestiços (na WN, Frederica não conta nada).

7) Após Subaru se reunir com elas, e após umas brincadeiras, o capítulo termina basicamente no capítulo 4 da WN, com eles decidindo irem até o Santuário.

**** Capítulo 2 - Ao caminho do Santuário ****

8) A barreira em volta do Santuário (de acordo com Frederica) havia mudado: agora possui algo parecido com uma Lost Woods da vida, onde estrangeiros sem autorização se perdem por lá (na WN, apenas fazem as mestiços perderem a consciência quando se aproximam). Para permitir que Emilia entre no Santuário, Frederica dá a ela um pedaço azul de cristal "pyroxene" de um colar que ela tinha, o que levou 2 dias para preparar (na WN, essa preparação de dois dias nunca é explicada).

Subaru: Essas condições para passar pela barreira... levou dois dias para preparar isso?

*Subaru está confuso. Frederica não deixou a mansão durante os dois dias, então de onde ela tirou isso?*

Frederica: Falando francamente, não posso dizer que levou dois para preparar isso, apesar de ser relevante. De qualquer forma, o "lugar" e as "qualificações" estão prontas, e tudo que falta agora é um desejo forte.

9) Na preparação para os dois dias, Subaru lê alguns livros sobre a guerra demi-humana (na WN ele não lê) e pensa sobre a história "História de Amor do Demônio da Espada" que ele ouviu de Liliana Masquerade. Na WN, essa personagem nunca é mencionada até o arco 5, mas na LN, Subaru e companhia a conhecem em um evento entre o Arco 2 e 3.

10) O capítulo 5 da WN (Subaru convencendo Otto/Petra a se juntarem a facção da Emilia) é removido. No lugar, há uma pequena nova cena com Subaru, Petra de empregada e Rem (você pode ver nas ilustrações), onde mostra como Petra se tornou uma empregada.

11) Antes de saírem para o Santuário, Petra dá a Subaru um lenço branco (na WN é bordado com Pack). Depois de saírem, há a conversa entre Frederica e Petra (similar ao capítulo 6 da WN, mas com adição de uma parte onde Frederica pensa como Petra a lembra de Ram mais jovem, pelo fato de que ambas se consideram adultas mesmo sendo jovens).

12) No caminho ao Santuário, Emilia fica preocupada/ansiosa com a possibilidade de encontrar outras mestiços no Santuário, e imagina se poderia haver outra elfa mestiça vivendo lá (na WN, esses pensamentos não são expostos). Enquanto ela pensa isso, o cristal de pyroxene que Frederia a deu começa a brilhar.

Há também uma conversa sobre Pack.

Subaru: Você tem alguma ideia do que ele (Pack) faz quando ele desaparece dessa forma?
Emilia: Talvez fazendo algo pra ajudar o mundo... talvez?

Daqui pra frente, a order dos eventos são diferentes (provavelmente por causa do ritmo):

13) Quando Subaru vê o brilho do cristal, ele suspeita de uma armadilha (lembrando das pedras explosivas da luta com Petelgeuse) e tenta jogá-lo para longe. Nisso, Emilia perde a consciência (como na WN) e então acontece um brilho forte de luz.

Quando ele recobra a consciência, Subaru está sozinho no meio da floresta e encontra uma garota com uma expressão vaga, vestida apenas com um manto branco, no qual ele a confunde como uma elfa (Lewes). A garota não responde a nada do que ele diz, e quando ela se vira para ir embora, Subaru a segue até chegar em um túmulo.

14) Após isso, Subaru acaba encontrando Echidna e eles basicamente conversam igual ao capítulo 10 da WN (incluindo os fluídos corporais), até a parte onde Echidna pergunta "O que você quer saber" e lista todas as bruxas (ela também fala que não sabe nada sobre esse pyroxene). Daqui pra frente, quase tudo é diferente.

15) O encontro de Subaru com Typhon/Minerva/Sekhment é completamente cortado. Na LN, após Echidna intimidar Subaru, ela fala sobre os fluídos corporais, que chama a atenção dele. Depois disso, ela menciona o "santuário", que faz com que Subaru se lembre e pergunte sobre ele (segurando nos ombros de Echidna enquanto pergunta). Após perguntar se o Santuário está do lado de fora, ele pede para ser "liberado" (o que desaponta Echidna pois ela queriam perguntar algumas coisas para ele, assim como na WN).

Por conta disso, todo o resto que Echidna e Subaru conversam no Capítulo 12 é cortado: incluindo a existência de outras bruxas (Echidna não menciona que ela possui as almas delas), coisas sobre Reid, que Echidna estava mantendo por perto pela Volcanica como uma carta na manga, a menção das 3 bestas demoníacas de Daphne, o Roswaal original, a semelhança de Echidna e Pack. Além disso, eles também não falam dos testes (trials) (O Subaru da LN ainda não sabe sobre os testes).

16) Uma pequena melhora no enredo: na WN quando Echidna pergunta a Subaru se ele possui alguma coisa que ele queira perguntar, ele diz que não sob a lógica de que Echidna existiu há 400 anos e que ela provavelmente não saberia de nada do presente.

Na LN é bem mais detalhado: Subaru considera perguntar a Echidna sobre uma cura para a Rem, mas quando ele pergunta se ela sabe o que um Arcebispo do Pecado é, Echidna diz que não tem a menor ideia mas que adoraria ouvir tudo a respeito de Subaru. E é a partir disso que Subaru conclui de que ela não conhece nada sobre o culto ou a autoridade da Gula e por consequência, Rem. E então ele não pergunta nada.

17) Ao deixar a festa do chá, Echidna dá a Subaru as qualificações e o proíbe de falar sobre a festa do chá, assim como na WN. Além disso, ela toca o peito de Subaru e lambe seus dedos (sedutivamente) antes de expulsá-lo. (A parte onde Subaru começa a ficar agitado por conta dos fluídos corporais de Echidna estarem se "acomodando" é cortado, na LN ele vai embora sem problemas)

18) Após Subaru acordar, ele deixa o túmulo e vai em direção a Garfiel que está com Otto e Emilia (ainda desacordada). Garf começa a atacá-los assim como na WN, mas Subaru interrompe a luta ao trazer o fato de que ele se assemelha bastante a Frederica (na WN, Subaru não percebe essa relação de sangue entre eles na hora). Garfiel para de atacá-los porque "Ram me repreenderia".

O capítulo termina aqui.

**** Capítulo 3 - A Reunião tão aguardada ****

19) Resumo do que aconteceu antes: Após Subaru se separar do resto, Otto e Emilia encontram Garfiel, que toma Emilia como refém e então aguardam Subaru do lado de fora do túmulo. Quando Subaru pergunta como Garfiel sabia que ele estava lá, ele responde que apenas conseguia sentir o cheiro dele, mas:

Subaru: Você me cheirou com seu nariz?... É um cheiro estranho?

O cheiro único rodeando Subaru: o miasma da bruxa. Aqueles capazes de sentir o cheiro eram Rem e os cultistas, mas se Garfiel também conseguia sentir... No entanto, Subaru escondeu a sua ansiedade. Garfiel apenas balançou sua cabeça e:

Garfiel: Não sei se isso é bom ou ruim, mas você cheira como um cara normal. Eu só estava passando por aqui quando senti um cheiro, só isso. Apenas um [alguma coisa no idioma de Garfiel].

De qualquer forma, parece que a ansiedade sobre o nariz de Garfiel era irrelevante.

(Isso provavelmente foi colocado como uma dica de que Garfiel está mentindo sobre o cheiro).

20) Após isso, Emilia acorda e tudo é basicamente igual a WN até o momento onde eles falam com Roswaal (capítulo 8 e a primeira metade do 9, com algumas mudanças, mas nenhuma muito relevante). As diferenças principais são:

a) Na WN, Emilia fica receosa por Pack não estar por perto, e Subaru a segura pela mão e a leva até Roswaal. Já na LN, ela pega na mão dele e eles andam juntos (a impressão é de que Emilia ainda continua receosa, mas sem demonstrar).

b) Quando Roswaal menciona o nome de Echidna, Subaru sente uma sensação estranha, como se tivesse escutado esse nome antes, mas não consegue se lembrar aonde (na WN, ouvir o nome de Echidna ativava o efeito de bloquear a memória no Subaru, mas na LN parece ainda mais forte).

E o mais importante:

c) Quando Subaru/Emilia levantam a questão do pyroxene, Roswaal nega ter algo a ver com isso, dizendo que pyroxene não é na verdade necessário e que tudo era parte de um plano de Frederica (Ram complementa dizendo que como o cristal foi dado a Emilia, provavelmente ela era o alvo original).

21) Depois disso, um monte de dialogos inúteis são cortados/reajustados e Lewes aparece. Subaru acha que ela se parece com a garota que ele viu entrando no Santuário, mas é interrompido por Ram antes que pudesse perguntar sobre ela. Nesse momento, Ram diz a Subaru: "Sobre o elfo de antes... mantenha segredo". Subaru então observa o maneirismo da garota, que era completamente diferente da que ele havia visto na floresta.

(Isso dá muito mais dicas ao enredo se comparado a WN)

Além disso, a LN conserta um problema de enredo da WN, do "por que puros sangues não apenas arrastam os mestiços para foram da barreira se eles querem escapar". Mas na LN, Lewes diz que isso é impossível porque mesmo que o corpo escape, o usuário não irá recobrar a consciência, pois seu "interior" continuará ligado ao Santuário até que os testes sejam completados, ou algo do tipo.

22) Após isso, os testes são mencionados. Na LN, Emilia desafia os testes no mesmo dia em que chegam ao Santuário, já na WN isso ficou para o dia seguinte (que consequentemente, remove todas as cenas "inúteis" da WN desse intervalo).

23) Antes dos testes, há uma cena nova onde Subaru e Emilia conversam com os refugiados da Vila Arlam.

Resumo: Subaru vai visitá-los para dizer que eles resolveram os problemas com o Culto das Bruxas. Todos ficam aliviados sobre isso, mas continuam preocupados sobre o fato de que estão sendo mantidos reféns e longe de suas famílias. Subaru reafirma a eles que eles irão desafiar os testes e libertá-los. De início, eles pensam que Subaru será o responsável por desafiar os testes, mas a Emilia aparece e diz que ela será a desafiante e que fará o melhor possível no lugar de Roswaal, e etc.

É uma cena desconfortável porque no Arco 3 da LN, os aldeões recusam a ajuda de Emilia quando ela aparece na vila para avisá-los sobre o Culto da Bruxa (que não foi colocado na WN). Finalmente, uma velha da vila vai até Emilia e a pergunta por que ela queria a ajuda deles mesmo depois deles terem "negado" ela, e que os aldeões não conseguem entender os motivos dela (fica implícito que eles pensam que é apenas para melhorar a imagem dela na Seleção Real), e que ela se parecia demais com a bruxa. Blá, blá, blá.

Emilia fica com dificuldades para responder, e olha para Subaru, mas percebe que precisa responder por conta própria pois irá soar falsa caso recorra a ajuda dele. Depois de pensar por um momento, ela disse que entende o que é ser separado de sua família e o quão doloroso é (enquanto toca no cristal de Pack) e então sente que deve ajudá-los, e que não está fazendo isso pela Seleção Real e sim porque ela genuinamente quer se entender com os aldeões e ser amiga deles. O pessoal da vila eventualmente aceita isso e a agradece.

24) Depois disso, Subaru conversa com Ram, que esteve assistindo essa cena toda. Ram diz algo como "Emilia mudou bastante, isso é por causa das ações de Barusu?", e Subaru responde "Não, essa garota sempre foi forte sozinha". Nisso, Ram diz a Subaru que a história de como há facções no Santuário que não querem liberar e que podem causar problemas (na WN é Garf que conta isso a Subaru, por ordens de Omega), e então reafirma que Frederica não é confiável e que ele não deveria falar com ninguém sobre o que está acontecendo no Santuário.

Toda essa merda de Frederica faz com que Subaru fique realmente preocupado, pois se ela for mesmo uma inimiga, ela basicamente tem Petra e Rem como reféns na mansão.

25) Em seguida, a LN corta direto para os testes. Há uma pequena cena com Subaru/Otto/Emilia antes dela entrar, e então tudo é basicamente igual ao capítulo 15 da WN, terminando quando Subaru acorda em sua casa.

**** Capítulo 4 - Pais e Criança ****

26) O teste de Subaru é basicamente o mesmo da versão WN, com apenas algumas mudanças no diálogo/narração. O capítulo termina onde Subaru encontra Echidna na sala de aula (fim do capítulo 19).

*** Capítulo 5 - O primeiro passo adiante ****

27) Quando Subaru e Echidna conversam, Subaru comenta como ele não conseguia se lembrar nada dela até que a visse de novo. Quando ele deixa o teste, ele esquece ela novamente (a magia da memória é mais forte do que na WN).

28) Antes de deixar a sala de aula, alguns diálogos novos são adicionados na LN, quando Subaru conta a Echidna de que ele provavelmente não a verá novamente, já que esse teste foi um acidente, e que "outra criança" será a responsável por completá-los (na WN ele não diz nada e apenas vai embora).

29) A cena com Echidna, Bruxa da Inveja e Sekhmet na sala de aula é cortado.

30) Após isso, Subaru acorda, acorda Emilia que surta (assim como na WN), a leva para casa, e vai encontra com Roswaal para conversarem basicamente a mesma coisa que conversaram no capítulo 14 da WN (apenas mudando algumas palavras). A única mudança é que foi cortado a cena onde Roswaal tira seu gospel e o acaricia de modo assustador quando Subaru sai.

31) E então, Subaru e Emilia conversam como no capítulo 21 da WN, mas a maior diferença é que Subaru não diz a Emilia (ou a qualquer outra pessoa) que ele obteve as qualificações nos testes. Quando Emilia pergunta como ele sabia sobre o primeiro teste ser sobre o passado, ele mente e diz que Roswaal o disse, já que Roswaal sabe de tudo. (Subaru da LN é inteligente).

32) A seguir, a LN pula diretamente 3 dias após Emilia falhar no teste e Subaru liderando os aldeões de volta a mansão com Otto. Antes de ir embora, Ram continua jogando desconfiança em cima de Frederica e diz a Subaru que ele deveria encontrar Beatrice quando voltar para a mansão, dizendo a ele que ele conseguirá a ajuda dela caso ele a diga que "Roswaal disse para perguntar 'a pergunta'".

No caminho, Garfiel conversa um pouco com Subaru (assim como no capítulo 22 da WN, convencendo-o a fazer os testes no lugar de Emilia) e o da sua própria pedra pyroxene (assim como o de Frederica) e o diz para dar a Frederica.

33) Quando Subaru retorna a mansão, ele quer conversar com Beatrice sobre algumas coisas, mas todas as portas da mansão estão abertas. Preocupado, a primeira coisa que ele faz é ir checar Rem (obviamente) e então é morto por Elsa no quarto de Rem.

Esse é o fim do volume (no capítulo 23).

VOLUME 11 (ARCO 4 - CAPÍTULOS 24-49)


TL;DR:

1) Várias cenas foram cortadas ou alteradas (praticamente tudo dos capítulos 26-30). O ritmo, especialmente no capítulo 1 parece muito mais acelerado se comparado a WN. Por um lado é bom mas em troca perdemos algumas cenas interessantes.

2) Ram acompanha Subaru para a mansão no loop 2 por ordens de Roswaal, e no caminho eles conversam sobre Rem. Por conta da presença de Ram na mansão (além de toda a suspeita envolvendo Frederica) quase toda a cena após eles chegarem na mansão é completamente diferente.

3) As bestas bruxas de Meili (em particular, Guiltyraw) atacam a mansão juntamente com Elsa no segundo loop, e como resultado, a luta inteira da mansão é completamente diferente.

4) Frederica possui uma transformação de besta assim como Garfiel, que é mostrada durante a luta.

5) Em vez de Beatrice teleportar Subaru até o Santuário onde ele é morto por ratos no loop 2, ele é morto por Elsa na mansão.

6) Nunca é contado a Subaru de que Garfiel tem apenas 1/4 do sangue, então ele e os demais assumem que ele é metade/mestiço.

7) Em vez de confrontarem imediatamente Roswaal no loop 3, primeiro Subaru é preso e conversa com Roswaal depois de ser preso e antes de escapar do Santuário.

8) Subaru é preso por Garfiel e um Lewes de manto branco, que se introduz como "Lewes Cima". As quatro Lewes principais todas parecem terem um nome diferente na LN.

9) Garfiel não menciona que Subaru possui o cheiro da bruxa no segundo loop, mas ele comenta a respeito após sua prisão no 3º loop. (Combinado com a dica do volume anterior, isso parece na verdade ser uma dica de que Garfiel estava apenas mentindo e que todo seu comportamento é provavelmente influenciado por Lewes, apesar de eu não saber se isso é apenas algo que eu percebi depois de várias leituras ou se qualquer um na primeira vez também perceberia).

10) Roswaal nunca revela a Subaru que ele possui um Gospel no loop 3 (removendo, portanto, completamente toda a estrangulação da cena "Quem é Rem?"). Essa revelação é movida para o Volume 12 (5º loop)

11) Há algumas simplificações na cena onde Garfiel em sua forma besta mata todo mundo, mais notavelmente Subaru não utilizando invisibilidade, além de mais uso dos cristais de teletransporte.

12) Subaru encontra Typhon na segunda festa do chá, bem similar ao primeiro encontro na WN.

13) Echidna é fofa.

**** Capítulo 1 - Empregada x Empregada x Empregada ****

1) No começo, onde Subaru renasce após ser morto por Elsa, é basicamente a mesma coisa, mas alguns pequenos detalhes foram reescritos. As principais diferenças são:

a) Garfiel não age de forma hostil tão explicitamente com Subaru ou diz a ele que sente o cheiro da bruxa nele (mas ainda discorda sobre ele ser a pessoa a competir nos testes, contrariando o que ele mesmo havia dito no último loop. Subaru diz que ele obteve as qualificações e tem uma mentalidade do tipo "vamos tentar desse jeito agora").

b) Subaru não pergunta a Roswaal sobre o passado de Emilia, então a exposição sobre os elfos e o congelamento da Floresta de Elior é cortada.

c) Roswaal sugere que Subaru leve Ram de volta para a mansão como precaução contra Frederica (que é "suspeita")

2) Garfiel dá a Ram um pedaço do cristal de pyroxene para dar a Frederica.

3) Enquanto "brigava" com Garf/Ram antes de saírem, Subaru faz uma piada do nada sobre como se ele entrasse em alguma confusão, ele não teria outra escolha senão jogar Ram novamente (se referindo ao incidente com o cachorro no arco 2). Mais tarde, no caminho de volta para a mansão, Ram comenta que isso havia sido uma coisa estranha de se dizer e que causou uma sensação estranha no coração dela, como se "isso já tivesse acontecido antes".

Isso faz com que Subaru finalmente conte Ram sobre Rem.

Subaru: Ram, eu tenho algo importante que preciso dizer a você. Para você, é a coisa mais importante no mundo.

Ram: Tirando o Roswaal-sama, esse tipo de coisa não existe...

Subaru: Não, existe sim. E é por isso que eu tenho que lhe contar. (...) É sobre uma garota chamada Rem.

4) Quase todo o conteúdo da segunda metade do capítulo 25 da WN até o fim do capítulo 30 da WN é cortado. A próxima cena começa com Subaru chegando de volta à mansão e sendo recebido por Petra. (Ram o chama de "nojento" quando ele abraça Petra, e Petra se apresenta para Ram já que é a primeira vez em que elas se encontram como empregadas, e é fofo).

5) A cena onde Subaru senta na cama sozinho com Rem foi alterada da WN, já que Ram está o acompanhando nessa visita. Quando Ram olha Rem, ela fica sem palavras (Subaru "não conseguiu ver que tipo de expressão ela tinha em seu rosto) e então (educadamente) pede para que Subaru deixe ela sozinha com Rem no quarto por um tempo. (Algumas das cenas originais e pensamentos de Subaru ainda estão presentes, e a cena também deixa bem claro de que Subaru ama Rem, então não se preocupem).

Sem ser capaz de "negar" esse pedido, Subaru a deixa com Rem e vai até Frederica para entregar o pedaço de pyroxene que Garfiel havia dado.

6) Subaru e Frederica não conversam nada sobre o que falaram na WN (guerra demi-humana, antepassados e o sangue de Garfiel e Frederica). Em vez disso, Subaru pergunta a ela qual o propósito da "armadilha" do cristal de teletransporte dela era. Frederica não tem ideia do que ele está falando, e depois de um tempo, Subaru começa a acreditar que ela está dizendo a verdade.

Ram se junta a eles, e tenta agir como ela mesma, mas é óbvio que ela aparenta um pouco incômoda (ou pelo menos com algum sentimento). Isso faz com que Subaru se desculpe com ela (ele não queria reunir Ram e Rem dessa maneira).

7) Após determinar que Frederica provavelmente não sabia de nada sobre o cristal, Subaru então pergunta o porque dela mentir sobre a pedra ser necessária para entrar no Santuário, que faz com que Frederica responda que era uma promessa.

Ao ver isso, Ram sugere para que eles levem Frederica de volta para Santuário (a força, se necessário) para fazê-la falar, mas Frederica disse que ela irá de boa vontade caso eles queiram. Mas quando se preparavam para sair (Subaru finalmente pensa que conseguirá descobrir quem está plantando as sementes da discórdia entre eles), Elsa aparece com Petra.

**** Capítulo 2 - O Gospel da Garota ****

Esse capítulo é baseado nos capítulos 34-36 da WN, mas quase tudo é alterado, então apenas irei dar um breve resumo do que aconteceu. Não trate isso mais do que apenas um resumo breve, já que a ação e a atmosfera desses capítulos, em particular, são extremamente complicados de se resumir.

A primeira parte é uma luta curta entre Elsa e Subaru/Frederica/Ram. Resumindo completamente a luta, Ram atira vários ventos mágicos em Elsa (tentando não acertar Petra) e nisso Frederica consegue resgatar Petra em sua transformação de besta. Ram então consegue acertar Elsa, que tem seu braço ferido (mas obviamente, nada demais para ela), onde Elsa agradece pela resistência que eles oferecem a ela ("Eu gosto de você, empregadinha"). Subaru tenta ajudar e acaba piorando ainda mais o seu portão no processo, mas no caos todo, eles conseguem escapar para o pátio da mansão. Subaru e Frederica ficam feridos (provavelmente de forma letal, já que nenhum deles são curadores).

Após a situação se acalmar um pouco, Subaru percebe que eles deixaram Rem e Beatrice na mansão e decide voltar para buscá-las, mas Ram discorda, sugerindo que é muito perigoso e que os quatro deveriam fugir caso contrário a facção de Emilia sofreria uma grande perda e que a morte de Rem e Beatrice seriam um "sacrifício aceitável".

Isso choca e enfurece Subaru "O que você está dizendo?! É a sua irmã!" mas Ram não se abala.

Subaru: Deixa eu falar! Esse sacrifício...

Ram: Certo, ela pode ser a minha irmã. Mas se ela fosse minha irmã, ela provavelmente diria algo como isso "Pelo bem de Roswaal-sama, por favor, me deixe como sacrifício".

Isso abala Subaru pois ele percebe que Ram realmente se esqueceu de sua irmã (essa pode ter sido a maior tristeza que ele sentiu, desde todo o incidente com Rem). Mas de qualquer forma, Frederica e Petra discordam em deixar as outras duas para trás, então eles chegam num consenso.

Após isso, Frederica se voluntaria para ser uma distração (pois sua forma de besta é muito ágil) enquanto o resto deles evacuam a mansão. Frederica, que estava utilizando o pedaço de pyroxene de Garfiel, se transforma em sua forma besta (antes disso, ela rasga suas roupas já ensaguentadas e mostra suas roupas íntimas, because reasons) que aparenta ser uma criatura tipo um gato de 2 metros. E ao contrário de Garfiel da WN, ela parece manter sua sanidade, pois consegue falar claramente com Subaru e companhia mesmo após a transformação.

Com a distração, o resto deles vão ajudar a tirar Rem e Beatrice, mas eles notam que todas as portas da mansão estão sendo abertas e deixadas abertas. De repente, uma enorme besta bruxa com cabeça de leão e cauda de cobra surge quebrando a janela e bloqueia o caminho deles (Guiltyraw de Meili). Após troca de conversas, eles conseguem escapar para outra sala. Ram então corre para pegar Patrasche para que eles possam evacuar rapidamente assim que recuperarem Rem.

Após isso, Subaru e Petra conversam um pouco, com Subaru pedindo perdão a ela sobre como ele sempre a coloca em perigo. Petra responde que não tem problema e que ela é realmente grata por ele e tudo o que aconteceu no incidente do segundo arco, e como a vontade dela é de ajudá-lo. Após isso, há um impacto de cima e a visão de Subaru é preenchida por um vermelho.

(Apesar de não ser diretamente colocado dessa forma, é quase certeza que o que matou Petra foi um Porco de Guerra "Boulderpork", pois Ram estava gritando esse nome quando Subaru tentava recuperar a consciência).

Alternando entre consciente e inconsciente, a cabeça de Subaru está toda ferrada mas se lembra da sensação de estar segurando algo (braço de Petra) antes do impacto, no qual ele institivamente decide que deve continuar segurando (ele ainda consegue sentir segurando algo). Quando ele recupera um pouco de sua consciência, ele está severamente machucado e carregado por Patrasche, que também estava bem machucado, e fugindo de Guiltyraw enquanto era cercado por outras bestas bruxas (ratos de asas negras, criaturas felinas sombrias, cobras com várias cabeças). Antes que Patrasche fosse morta por Guiltyraw, ela consegue arremessar Subaru no segundo andar onde o quarto de Rem está.

A última coisa que Subaru se lembra antes de perder a consciência é segurar o braço de Petra. Quando ele olha para baixo, ele ainda está segurando... porém é, literalmente, apenas o braço dela, que estava cortado perto do ombro, e mais nada dela. Isso faz ele gritar em choque (narração: Nada. Natsuki Subaru não conseguia proteger nada). A estrutura dessa cena é mais ou menos similar a da WN onde ele encontra a faca saindo da cabeça de Petra.

Após isso, Elsa aparece enquanto Subaru ainda está em choque. Com Petra morta, Ram/Frederica "desaparecidas", provavelmente mortas e com a mansão cercada de bestas bruxas, Subaru tenta se suicidar assim como na WN mas é puxado para a biblioteca por Beatrice.

E então a conversa com Beatrice é basicamente a mesma da WN, com exceção da forma com a qual Subaru decide cometer suicídio. Na WN, ele tenta morder sua língua e então acorda após ser curado por Beatrice e fica bravo com ela, que acidentalmente faz com que ela deixe eu Gospel cair. Na LN, ele chuta um dos degraus da escadinha de madeira que a Beatrice senta, e então tenta se perfurar com uma dos pedaços quebrados, mas Beatrice o para e na confusão ela deixa seu Gospel cair.

Após conversarem sobre o Gospel de Beatrice, em vez de ser teleportado ao laboratório abandonado do Santuário e morto por surpresa por coelhos, Subaru é morto por Elsa, que havia conseguindo entrar na Biblioteca Proibida. Enquanto ele morre, a última coisa que ele consegue ver é o rosto triste e de sofrimento de Beatrice.

**** Capítulo 3 - (Eugene) ("Fhrend) ****

8) Após renascer no cemitério, em vez de ficar bravo como na WN e imediatamente partir para interrogar Roswaal, Subaru é mais "calmo" (não exatamente, mas não tem outras palavras melhor para descrevê-lo nesse momento) e parece já estar mais propenso a sua mentalidade "Devo resolver todos os problemas por conta própria".

9) Em vez de ir falar diretamente com Roswaal, Subaru conversa um pouco com Otto após deixar o túmulo. (Nota: Na LN, aquela conversa onde Roswaal promete responder todas as suas questões acontece após o checkpoint de Subaru, então tecnicamente ainda não aconteceu, o que pode explicar o porque dele não estar com tanta pressa para confrontá-lo). Durante a conversa com Otto, Subaru age de forma estranha (muito calmo), no qual Otto pergunta se ele está se sentindo bem e Subaru apenas mente dizendo que sim (escondendo a maior parte de sua raiva). E quando a conversa fica mais amena, Garfiel aparece e os interrompe, e então Subaru percebe que Garfiel está agindo de forma estranha. Após se separar de Otto, ele acompanha Garf na floresta.

10) Durante a caminhada, Subaru pergunta a Garfiel por que Frederica poderia deixar o Santuário, mas antes que pudesse responder, eles chegam em uma casa na floresta e encontram Lewes toda vestida de branco. Depois disso, os dois explicam a Subaru que Frederica possui 1/4 do sangue, mas não comentam sobre Garfiel também ser 1/4.

Por conta disso, Subaru e companhia ficam com a impressão de que Garfiel é meio-sangue e age apropriadamente, mas não há confirmação concreta que ele é ou não é (Apesar de ser quase certeza que não).

11) Subaru não sente mais suspeitas de Frederica por conta do que aconteceu no último loop, mas ainda sabe que alguém no Santuário está fazendo alguma coisa por trás dos panos (toda a parada com pyroxene) e que nem todos do Santuário querem ser libertados. Mas ele acredita que ele pelo menos pode confiar em Lewes/Garfiel (lembrando que Garfiel ainda não agiu de forma hostil tão abertamente com ele na LN).

Então Subaru diz que precisa contar algo a eles, mas que precisam manter segredo e os fazem jurar. Lewes Branca concorda. Ele então conta para eles que após interrogar Roswaal e conversar com Emilia, ele planeja realizar os testes no lugar dela para libertar o Santuário. E então, Garfiel segura/agarra e o prende enquanto Lewes Branca diz:

Lewes: Vou proteger sua promessa. Não contarei a ninguém. Isto eu juro pelo nome de Lewes Cima.

E após isso, Subaru é imprisionado assim como na WN.

12) A prisão de Subaru tem algumas mudanças da WN, incluindo:

a) Garfiel volta a mentir sobre os cheiros da bruxa em Subaru, até mesmo o chamando de cultista.

b) Subaru tenta cometer suicídio mordendo a língua para escapar da situação, mas é impedido por Garfiel, que então comenta que ele tem os mesmos olhos que Roswaal.

c) Enquanto preso, Subaru repensa a situação na mansão, percebendo mais rapidamente do que na WN que o momento do ataque dependerá de quando ele retornar lá. Isso torna impossível evacuar o lugar, então a única opção é lutar. Mas Ram e Frederica não são fortes o suficiente (de acordo com o último loop), Roswaal está machucado, Emilia está presa, Garfiel é um cuzão, então a única pessoa que ele pode contar é Beatrice.

d) Há mais ênfase nos pensamentos internos de Subaru enquanto ele está preso, incluindo uma cena onde ele repassa por todas as mortes que já viu e como foi incapaz de fazer algo a respeito.

13) Subaru é resgatado por Otto, assim como na WN. O capítulo termina aqui.

**** Capítulo 4 - O Valor da Vida ****

14) O plano de escapar de Otto e Subaru com Ram e os aldeões é o mesmo da WN (com a adição de que Otto pensa que eles ficariam a salvos de Garfiel caso consigam passar pela barreira).

Ao contrário da WN, o foco do plano é basicamente tirar Subaru do Santuário (em vez de todos os aldeões).

15) Antes de evacuar, enquanto Emilia está realizando o teste (e Garfiel a assiste), Subaru vai conversar com Roswaal, que é basicamente a mesma conversa da WN, com algumas exceções:

a) Roswaal nunca revela a Subaru que ele possui um Gospel, então todo o "você deixou Rem morrer?" e a estrangulação não acontece.

b) Roswaal ainda insiste que Subaru leve Ram de volta a mansão como "proteção" contra Frederica, no qual Subaru não sente mais suspeitas. (Roswaal: "Hum... sua opinião nesse assunto mudou bem rapidamente").

c) Roswaal repete a Subaru, as mesmas palavras que Ram o contou no capítulo 5 do volume 10 (Roswaal diz para fazer a pergunta). Quando ele percebe que Subaru fica confuso por isso, ele explicitamente diz a Subaru para contar a Beatrice que ele é "aquela pessoa", dizendo a ele que com isso, conseguirá o apoio de Beatrice.

d) Patrasche em seus últimos momentos tenta levar Subaru além da barreira (com o pensamento de que isso fosse salvá-lo), já na WN ela apenas o arremessa de lado para qualquer lugar. Após ver Garfiel matar Patrasche, Subaru atinge a barreira, e o pyroxene o teleporta novamente, dessa vez para o lugar onde ele estava confinado (laboratório).

17) Quando Subaru chega, ele joga a pedra para longe de raiva, e sai de lá, apenas para encontrar um Santuário vazio e repleto de neve (na WN não havia neve ainda) e então é morto por coelhos (assim como na WN).

**** Capítulo 5 - A Festa do Chá das Bruxas ****

18) A maior parte do diálogo entre Echidna e Subaru foi reescrita, mas eles falam basicamente a mesma coisa. Algumas mudanças:

a) Subaru pede a Echidna para que pare com essa magia de memória (com coisas do tipo "Eu não quero te esquecer") e ela eventualmente concorda após ficar sem jeito (Veja ilustrações do volume 11)

b) Inicialmente, Subaru pergunta a Echidna o quanto ela sabe sobre suas circunstâncias, em vez de contar a ele o que ela sabe. Por conta disso, ela não revela seu livro "Memórias do Mundo" (mas durante a conversa com Roswaal, fio mencionado que os Gospels derivam desse livro).

c) Subaru tem uma reação muito mais emocional ao descobrir que pode contar a Echidna sobre seu Retorno da Morte, gritando alegremente "EU POSSO RETORNAR DA MORTE!" várias e várias vezes (o que assusta Echidna). Aos poucos lágrimas caem dos olhos de Subaru, no qual Echidna responde fazendo carinho em sua cabeça, dizendo a ele que ela estava observando ele, e pede para ele contar tudo.

Echidna: Mas eu apenas vi. Então, se possível, eu gostaria de ouvir tudo de sua boca. O que você pensou, sentiu, enfrentou, quero saber tudo. Porque, eu sou a "Bruxa da Ganancia", que deseja saber tudo do mundo, Echidna.

d) Há mais referências demonstrando como Subaru se sente mais aliviado sentindo que pode confiar em Echidna.

e) Echidna é fofa.

19) Após a explicação do Grande Coelho, em vez de Subaru pedir para ver Daphne, Echidna é quem sugere que ele fale com ela (e também orienta que outras bruxas talvez não sejam amigáveis com ele). Essa é a primeira vez que Subaru da LN ouve que há outras bruxas.

20) Após Subaru concordar em conhecer Daphne, apesar dos avisos de Echidna, ela desaparece e Typhon aparece para encontrá-lo. O encontro deles é basicamente o mesmo que o primeiro encontro da WN.

21) Quando Subaru conhece Daphne, ela está acordada e não dormindo como na WN (enquanto reclama como estar acordada é cansativo e se Subaru podia ser rápido com o que queria). A cena onde ela mostra seu olho a Subaru e torna ele faminto/come ele mesmo é cortado. Fora isso, esse encontro é basicamente o mesmo da WN.

22) Subaru deixa a Festa do Chá de Echidna, dessa vez mantendo suas memórias dela e ela mantendo o lenço de Petra como compensação novamente.

**** Capítulo 6 - TeAmoAmoAmoAmoAmoAmo ****

23) Esse capítulo possui umas 10 páginas e é apenas a primeira parte do capítulo 49 da WN (até a aparição da Inveja e "Eu te Amo").

24) O fim do capítulo e uma pequena cena, que é basicamente um monólogo de Roswaal enquanto as sombras consumem tudo. Tendo desistido desse loop, ele apenas se senta lá, acariciando seu Gospel, e antes de ser engolido e morto, ele diz:

Roswaal: Caso escolha o inferno, eu aceito isso. Caso escolha percorrer o caminho do inferno, caminharei ao seu lado. Caso viva uma vida infernal, então o inferno será meu desejo... Da próxima vez, não cometa erros, Natsuki Subaru.

VOLUME 12 (ARCO 4 - CAPÍTULOS 49-75)


TL;DR:

1) A mentalidade de Subaru de que ele precisa resolver tudo por conta própria, e o seu desdém por sua própria vida é mais enfatizado se comparado a WN (pode ser só minha impressão, mas eu acredito que isso seja verdade para esse arco inteiro da LN).

2) Enquanto é "engolido" pela Bruxa da Inveja, Subaru vivencia uma pequena cena de "derreter" com as outras vítimas engolidas (veja o capítulo 1 para mais detalhes). No próximo loop é revelado que enquanto ele estava "derretendo", ele conseguiu resgatar uma espécie de "memória" fragmentada de outras consciências que haviam sido engolidas (provavelmente de Lewes. Veja capítulo 2 para mais detalhes).

3) O pyroxene é conectado ao cristal de Lewes Meyer, mas ainda não é bem explicado.

4) Meili aparece juntamente com suas bestas bruxas que matam Petra/Freddie/Rem (que havia sido evacuada da mansão para o Vilarejo de Arlam) e provavelmente o resto da vila também. Os detalhes do retorno de Subaru a mansão são um pouco diferentes, veja o capítulo 3 para mais detalhes.

5) Meili possui um sobrenome "Portroute".

6) A regeneração de Elsa é uma "bênção" que ela recebeu de alguém malvado. Lembrando que a terminologia é essa mesmo, não confundir com proteção divina.

7) A revelação do Gospel de Roswaal (para Subaru) é movida para o confronto deles sobre o poder de "refazer" do Subaru.

8) Partes do segundo teste do Subaru foram cortados (mortes 1, 5 e 11) e outras foram modificadas, veja o capítulo 5 para detalhes.

9) Typhon e Daphne aparecem antes da proposta de contrato da Echidna, juntamente cmo outras bruxas vem de depois da aprição da Satella (mas não muda nada).

**** Capítulo 1 - Me Ame... Eu ****

1) Esse capítulo é a continuação da luta com a Bruxa da Inveja, até a morte de Subaru e o retorno dele sendo confortado por Emilia no túmulo (primeira cena do capítulo 52 da WN). Muita coisa é reescrita, mas os eventos principais são os mesmos da WN, tirando as diferenças a seguir:

a) Após Garfiel resgatar Subaru, a Bruxa da Inveja, em vez de continuar perseguindo eles, decide ir embora pela floresta, como se tivesse saindo do Santuário. Isso confunde Subaru até que ele perceba que ela provavelmente está indo até a mansão para matar todos.

Isso faz com que Subaru entre em pânico, até ele lembrar que "Satella" é uma meia-elfa que não é capaz de sair da barreira do Santuário.

b) Subaru e Garf vão até a floresta com a esperança de que a luta mais próxima da barreira irá enfraquecer Satella o suficiente para que eles consigam vencer (spoiler: não funciona). Quando estão perto da barreira, Subaru pergunta a Garf se a barreira o impedirá, porque "você também é meio, não?" Em resposta, Garf puxa o pyroxene. Subaru fica confuso e Garfiel fica tipo "fique quieto, não temos tempo para explicar isso".

(Não tenho certeza se essa é uma dica de que Garfiel não seja mestiço, ou se apenas está dizendo que o pyroxene irá ajudá-los de alguma forma com a barreira, mas ainda deixa em cheque a questão do sangue dele)

c) Enquanto estava sendo engolido pela Bruxa da Inveja (meio do capítulo 51), uma nova cena acontece mostrando Subaru "derretendo" com as outras vítimas engolidas.

d) Em vez de atacar "Satella" com a faca mágica, ao perceber que se tratava de Emilia possuida, Subaru se mata quase imediatamente após perceber que ele possui a faca. Enquanto morre, o brilho da faca ilumina o rosto de "Satella" que está entristecida e ele promete salvá-la (assim como na WN). Após renascer, ele percebe que Emilia estava provavelmente possuida.

2) Uma tradução simples da cena onde Subaru é engolido pela Bruxa da Inveja.

Cheio de medo. Tremendo com prazer. Assustado de medo. Se mergulhando em prazer. Habituado a vomitar sangue. Gritou de alegria. Emoções estão saltitantes, perdendo sua legitimidade, o contrário...

Enquanto seu corpo dissolve nas sombras, vê-se que o limite de Natsuki Subaru fica obscuro. Por que se entende isso? É Natsuki Subaru que entende, ou o entendimento é algo diferente?

Dentro da sombra, ele sente a presença de algo diferente sussurrando amor. Não, não é sentir. Não, vem de algo diferente. É Subaru. É de Natsuki Subaru. Enquanto os restos eram misturados e derretidos em um só pedaço, não há limites com os outros de lá. Tudo que estava sendo engolido se tornava Natsuki Subaru. Há ardor, há tristeza, há ódio, há afeição, há rejeição, há excitação, há desapontamentos, há alívios, há dores e há satisfação.

Sim, havia satisfação. Muito desespero, muitas dores, mas entre elas, havia satisfação.

Essa satisfação também era uma parte de Subaru. Se isso podia preencher inteiramente Natsuki Subaru, então também...?

Ele estica sua mão para a satisfação... não, ele não tem mãos. Não há corpo em lugar nenhum... não, esse não é o caso. O corpo havia sido engolido pelas sombras, ainda reside lá. O que foi derretido fora a mente de Natsuki Subaru, sua consciência, sua alma. Junte-os. Junte-os, e entenda o motivo para juntá-los. Havia calor. Natsuki Subaru sentiu um calor retornando a ele. É uma coisa completamente diferente da sensação inicial de satisfação, no braço ele tentou esticar, em seu braço direito, em seu pulso. Isso é...

(O calor é do lenço mágico que o traz de volta a realidade)

**** Capítulo 2 - Eu conheço o Inferno ****

3) Subaru e Emilia deixam o túmulo. Subaru está de volta a sua ideia de não contar que ele obteve as qualificações e Emilia está de bom humor. Tudo é similar a WN.

4) Subaru deixa Emilia e vai pedir a Ram para distrair Garf enquanto ele faz algo. Ela aceita depois de um tempo. Durante a conversa, Ram levanta a percepção dela de que Subaru "está vendo alguém nela" (assim como na WN).

Ele pensou então em revelar toda a verdade sobre Rem para Ram. 

Ele queria dizer a Ram que ela possuia uma irmãzinha, uma garota que caiu num sono inesperado e que podia ser encontrada na mansão. Queria contar a ela sobre os sentimentos que floresceu entre ele e Rem, sobre as memórias que compartilharam.

Mas quando já estava na ponta da língua, Subaru se lembrou do mundo onde Ram tentou sacrificar Rem. A rejeição e o desapontamento que ele sentiu naquele momento selou as palavras de Subaru.

Ram e Rem, irmã mais velha e mais nova, um mundo onde ela a abandonaria sem pensar duas vezes, coisas assim o infernizava e deixava triste.

5) Enquanto Ram distrai Garfiel, Subaru vai em direção ao laboratório de Lewes Meyer, seguindo uma pista de uma "memória" inconsciente que ele obteve (presumidamente de Lewes) enquanto sua consciência estava sendo engolida pela Bruxa da Inveja.

Enquanto a "memória" ficava mais forte, Subaru segura seu fôlego aguentando a dor. Aguentando sua agitação, sua testa gelada de suor frio, ele tenta comparar o cenário da "memória" com sua própria visão. Entre a hera e a folhagem cobertas, no centro da área da floresta verde e escura que desgostava até dos animais, a razão com certeza estava aqui.

A "memória" dolorida... apesar de engolida pelas sombras, ele viu algo de luz dentro do caos enquanto sua existência dissolvia. Caos, não havia outra maneira de descrever uma situação daquela, senão caos. Enquanto sua existência era misturada na sombra, Subaru que havia dissolvido na escuridão se mistura com outras "consciências".

Talvez eles fossem as consciências das vítimas engolidas pela sombra da Bruxa. Se Subaru não tivesse escapado, ele estaria próximo a se juntar a eles. Após isso, Subaru perdeu sua vida propositalmente, mas a fida ou a morte de Subaru não era importante. O que era importante foi ter tocado a "memória" dos outros enquanto abraçava a escuridão, e trouxe de volta uma porção dela.

A "memória" era apenas um pequeno fragmento, e coisas como explicações sobre o mundo com certeza seriam equivocadas. São os efeitos adversos de se misturar com um número grande de seres, mas seu retorno ainda era incrívelmente grande.

(Toda essa parte confusa se deve a problemas de tradução, portanto encare da melhor forma possível).

6) Seguindo a "memória" vaga, Subaru chega até o Laboratório de Lewes (note-se que é o memso lugar onde ele ficou confinado e teleportado no Volume 11), percebendo que se trata do mesmo local de sua "memória". A "memória" inconscientemente o diz para colocar o pyroxene em alguma parte da sala, que acaba revelando uma sala secreta com a Lewes Meyer original de cristal (que é chamada de Lewes Meyer e não "Lewes [qualquer outra coisa]") .

7) Após isso, Lewes preta (Burma) e um clone que parece com o que o Subaru havia visto enquanto entrava no Santuário (Pico), aparece e fala sobre os clones de Lewes e experimentos, da mesma forma que a WN.

Ao colocar o pyroxene perto do cristal, parece que os direitos de comando foram transferidos a Subaru (assim como na WN, ele tem os direitos em primeiro lugar por conta do chá de Echidna). No final, Subaru pede para Lewes ajudá-lo, dizendo que ele não quer forar os direitos de comando, e ela concorda. Ele também pergunta por que ela não se chama de "Lewes Meyer" e ela responde algo do tipo "Os clones usam nomes diferentes porque todas temos memórias e personalidades diferentes".

E também, após ouvir a explicação dos direitos de comando, Subaru descobre rapidamente que, já que Garfiel os tem, então ele também deve ter realizado os testes em algum momento e encontrado Echidna. Subaru então tenta descobrir o porquê de Garfiel agir que nem um idiota agora, mas deixa isso de lado, por ora.

8) Subaru retorna ao estabelecimento e encontra Emilia que esta vagando. Eles tem uma pequena conversa onde Subaru a encoraja a dar o seu melhor nos testes. Depois disso ele retorna a Catedral para dormir, onde Otto ainda está acordado fazendo algumas coisas (também preocupado que Subaru tivesse ido para floresta e se perdido). Otto diz que ele irá escutar caso Subaru queira conversar sobre algo, mas Subaru dispensa.

Ele era realmente um ser humano carinhoso, que não se encaixava no papel de um mercador.
Todo esse carinho acabou sendo morto de qualquer jeito. Portanto, (Subaru) definitivamente não pode confiar nele.
Emilia, Otto, os aldeões, nenhum deles pode ajudá-lo.
Subaru, sozinho, salvaria a todos.

9) A cena onde Subaru descobre que ele pode ler o gospel de Pete não acontece (não é imediatamente relevante, então imagino que isso será movido para o Arco 4 ou 5)

10) Subaru deixa uma carta para Emilia e parte para o Santuário com Patrasche no dia seguinte. Garfiel tenta impedi-lo e mente sobre o cheiro da bruxa. Subaru não cai na mentira e mostra pra Garfiel que ele sabe sobre Lewes. Garfiel se enfurece e prende Subaru numa árvore (ele também comenta que Subaru não é normal e o olha com nojo/medo). E então, Subaru diz para não ficar no caminho dele nem desperdiçar o tempo dele, e então parte com Patrasche.

A cena/diálogo é bem similar a do capítulo 54 da WN. A principal diferença é que Subaru não usa os clones de Lewes para tirar Garfiel do caminho.

**** Capítulo 3 - Grito de 400 Anos Atrás ****

11) Assim como na WN, Subaru retorna a mansão e conta para Petra que seu lenço foi muito útil. Petra fica contente.

12) Subaru expulsa Petra da mansão por conta do perigo iminente. Petra fica chateada. Ao contrário da WN, Subaru da LN está ciente de que: 1) O momento do ataque é diferente e 2) As Bestas Bruxas estão envolvidas, então ele também pede para Frederica evacuar com Rem para o Vilarejo Arlam (provavelmente com o pensamento de que a mansão é o alvo principal, e que eles devem ficar bem, enquanto estiverem longe dela).

Petra, que ainda está aborrecida, diz a Subaru que já que o lenço o salvou, como compensação, ele deveria sair num encontro com ela mais tarde. Subaru concorda (pois é, Re:Zero é realmente um harém). Petra fica contente: "É uma promessa!".

13) Enquanto Petra vai embora com Patrasche, Subaru conversa com Frederica sobre algumas coisas que ele não conseguia entender antes (como o porquê dela deixar o Santuário). Nesse momento, eu acho que as únicas coisas que ainda não foram explicadas são sobre a guerra demi-humana e as circunstâncias sanguíneas de Garfiel e Frederica.

E então (de certa forma relutante em entrega-la), Subaru entrega Rem a Frederica e pede para protegê-la não importa a situação. Frederica concorda. E assim que elas vão embora, Subaru vai encontrar Beatrice.

14) Subaru encontra Beatrice, com a intenção de conseguir a ajuda dela. Beatrice não demonstra interesse. Subaru fica com raiva e literalmente arranca a gospel das mão de Beatrice para descobrir o que está fazendo ela agir dessa maneira, e descobre que está em branco. O resto da cena acontece igual a WN, onde Elsa chega (com a adição de uma pequena parte onde Subaru acha Roswaal meio cuzão por sugerir a ele mentir para Beatrice sobre ser "aquela pessoa").

15) Pequeno resumo do resto do capítulo, que é bem diferente:

Elsa conversa sobre como ela quebrou a "armadilha" de portas da Beatrice ao abrir todas as portas, assim como na WN. Depois disso, ela diz algo sobre levar um tempo para fazer isso, mas ela está aliviada por conseguir fazer antes de Meili retornar da vila. Subaru descobre que "Meili" provavelmente é a Besta Bruxa responsável pelo ataque do loop 2 (LN) e fica chocado em descobrir o porquê dele estar na vila. Elsa explica que o "alvo fugiu para a vila" e que é apenas natural que eles "dividam o trabalho". E então continua falando sobre como apesar de ter mais "alvos" na vila, os "alvos" daqui (mansão) são de melhor qualidade (o jeito de falar nesse capítulo inteligentemente tenta esconder que Elsa e Meili foram contratadas por pessoas diferentes que possuem alvos diferentes).

Subaru percebe que evacuar os demais para a vila foi um erro, porque ele subestimou a capacidade que Elsa e outros eram capazes, e que essa ideia de que eles estariam seguros fora da mansão foi extremamente precipitada. Ele tenta usar Shamac em Elsa, mas Beatrica a pega primeiro, e então ele agarra Beatrice (que ainda está em modo "quero acabar com a minha vida") e começa a correr até a Vila. Subaru avista fumaça a distância.

Enquanto voltam para a Vila, Beatrice o diz que é tarde demais. Subaru fica nervoso com isso, mas sabe que no fundo ela está correta. Sem saber a quem direcionar a sua raiva/tristeza (pensando nele mesmo), ele continua correndo sem parar.

???: Hã, onii-san? O que está fazendo aqui?

No caminho para a Vila, Subaru encontra uma garota de cabelo azul e olhos verdes, e descobre que ela é a besta-bruxa tamer, assim como é a garota do Arco 2 (depois que revelam que ela estava usando tinta no cabelo no passado).

(Nota: O cabelo de Meili na LN era marrom durante o arco 2, e não azul como no anime).

Meili: Eu me diverti muito brincando com você aquele dia. Gostaria de brincar juntos de novo hoje?

Subaru: Você..., a "besta-bruxa tamer"!

Meili: É Meili Portroute. Não me chame por um nome tão idiota. (Ela é a responsável pela fumaça que Subaru viu)

Subaru: Você... você é tão "monstra" quanto Elsa! O que... O que você fez com a Rem!?

Meili: Hum, eu não conheço ninguém chamada Rem, eu apenas fiz o meu trabalho, sabia? Uma empregada da mansão e uma pequena empregada... é uma pena que a pequena empregada tinha que ser Petra-Chan.

Subaru: Pena? É uma pena? Pena, pena... vo...você, o que você...

Meili: Está tudo bem, ela era minha amiga também, sabia? Então fiz questão de que fosse indolor, foi tudo muito rápido.

Ao ouvir isso, Subaru finalmente cai na real do que havia acontecido. (Nota: Meili não disse que matou Rem especificamente, isso apenas está implícito pela Vila estar em chamas e Subaru pensa que ela está morta)

E então Beatrice se levanta e diz algo como "aqueles que pertubaram a biblioteca não serão perdoados" e se prepara para lutar. De repente, Elsa ataca de surpresa e tenta matar Beatrice, mas não funciona pois ela consegue se defender. "Se você acha que magia yin me deixa sem maneiras de me defender, você é muito inocente", e então praticamente "mata" Elsa rapidamente usando "Minya".

Meili: Aaaah. Elsa, você parece bem idiota agora, sabia?

Beatrice então diz que Meili é a próxima e que ela não a perdoará, mesmo sendo uma "criança". Meili diz algo do tipo "sob circunstâncias diferentes, poderíamos ter sido amigas". Subaru fica relutante sobre Beatrice matar Meili por conta dela ser apenas uma criança, e Beatrice responde que isso não importa. Subaru continua relutante e não sabe o porquê. (Ao ler várias vezes, a implicação que fica é que ele não quer que Beatrice se torne uma assassina de crianças).

Mas nada disso importa, porque Elsa renasce e mata Beatrice (A cena de morte da Beatrice e a reação de Subaru é quase idêntica a WN). Subaru fica chocado com a regeneração dela, no qual Elsa explica que é uma "bênção" que ela recebeu de "alguém malvado". (Nota: Benção aqui não é a mesma terminologia de Proteção Divina).

Elsa então pergunta a Meili se o trabalho na vila está feito. Meili diz que "sim, mas a empregada e o dragão mataram Guiltyraw". E então Elsa corta o olho esquerdo de Subaru com sua kukri e fica "brincando" com ele por um tempo, até que o pedaço de pyroxene em seu bolso começa a brilhar e Subaru teleporta de volta para o laboratório de Lewes Meyer. (Subaru inicialmente acredita que o teleporte fosse algo que Beatrice fez como seu último esforço, mas depois fica incerto se isso era feitio dela ou algo a ver com o pyroxene. O mistério sobre isso continua).

Ao retornar para o laboratório, Subaru está decidido a "abandonar" esse loop porque muito havia sido perdido. "O lamento de que Rem, mais uma vez, morreu longe de seu alcance, a promessa que fez com Petra, palavras que trocou com Frederica, respostas às lamentações de Beatrice, tudo poderia ser recuperado na próxima vida". Mas então ele percebe que há muita coisa que ele ainda não sabe, e que não quer morrer inutilmente em mais um loop onde ele não irá conseguir fazer muita coisa... e então continua vivo.

Lentamente ele se levanta e vai embora do laboratório, para encontrar o Santuário coberto por neve.

**** Capítulo 4 - Gostinho da Morte ****

16) Subaru deixa o Santuário, encontra com Pico, no qual ele pede para guiá-lo de volta para o estabelecimento. Andando lentamente até lá (mais ou menos 1 hora em sua condição pós Elsa), ele encontra Garfiel que está puto e pede para ele ir até a tumba com Emilia. (As cenas onde Garfiel leva Rem como refém não existe porque Rem não está aqui).

17) Subaru entra na tumba e conversa com a Emilia louca, assim como na WN (o diálogo é encurtado/cortado mas a cena é basicamente a mesma). Além disso, na LN, a carta que Subaru deixa para Emilia antes dele deixar o Santuário nunca chega a Emilia, com a implicação de que uma das Lewes a pegou.

18) Subaru vai com Garfiel confrontar Roswaal (que ele percebe ser o responsável pela neve) e tudo é igual na WN. Durante a cena onde Roswaal revela que ele sabe que Subaru consegue "resetar", ele também revela que possui um gospel (não, ainda não há nenhuma estrangulação).

Roswaal parece mais insistente em suas tentativas de fazer com que Subaru refaça as coisas.

19) O resto do capítulo até o beijo da morte é basicamente o mesmo.

**** Capítulo 5 - Lista de Encerramento/Finalização ****

20) O segundo teste de Subaru possui vários cortes e simplificações da WN, provavelmente para economizar páginas e acelerar o ritmo.

-> 1ª cena (suicídio): Basicamaente o mesmo da WN, exceto que a cena corta antes da parte onde o "zumbi Subaru" aparece e Pack congela tudo.
-> 2ª cena (Julius mata): Basicamente o mesmo da WN.
-> 3ª cena (pulo do penhasco): Basicamente o mesmo.
-> 4ª cena (Pack e Reinhard): Reinhard usa sua espada dragão para matar Pack besta (como na ilustração). A maior parte do diálogo de Pack é sobre como ele "lembra das coisas" e toda essa parte é cortada, mas sua linha importante sobre Reinhard "poder ser apenas um heroi" ainda está aqui.
-> 5ª e 6ª cena (Elsa) (Rem mata Subaru na Mansão) não são mostradas.
-> 7ª cena (Massacre de Petelgeuse) não acontece na LN, então é cortado.

21) A cena da Carmilla é a mesma da WN.

*** Capítulo 6 - A festa do Chá da Bruxa ****

22) Typhon e Daphne aparecem com Minerva/Carmilla/Sekhmet para impedir Subaru de fazer o contrato com Echidna (eles não dizem nada ou fazem algo importante).

23) O discurso de contrato da Echidna é encurtado bastante, mas ainda é longo.

24) Todo o resto do capítulo é basicamente o mesmo da WN, o capítulo termina com a aparição de Satella na festa do chá (fim do capítulo 75) e todos ficam tensos (exceto Typhon, que fica tipo "Hey Satella! Há quanto tempo").

VOLUME 13 (ARCO 4 - CAPÍTULOS 76 - 117)


TL;DR:

1) Como pode se perceber pelo número de capítulos, muita coisa foi reduzida. Várias cenas e algumas falas são cortadas. (Obviamente não vamos apontar todas as diferenças, pois há muitas e esse post já é extremamente longo)

2) Os flashbacks dos pre-testes passados de Emilia (capítulos 99, 100 e 102) e o passado de Beatrice e ataque de Hector no Santuário (101, 103 e 104) são cortados (possivelmente movidos para o próximo volume?)

3) Subaru não assina um contrato de ligação de alma com Roswaal e os termos de aceite são um pouco diferentes.

4) A parte onde Subaru anda por aí conversando com várias Lewes é reduzido significativamente e substituído por uma conversa com apenas uma Lewes, que cobre a maior parte das informações relevantes (com exceção do passado de Beatrice e o Santuário).

5) O sistema de clone da Lewes principal é simplificado: Lewes Alma ("good"), Lewes Burma ("good"), Lewes Cima ("Bad" - contra a libertação do Santuário, a que entra na tumba e imprisiona Subaru) e Lewes Delmas ("good?"). Não se sabe ainda se há um equivalente Omega. (Próximo volume).

6) A conversa entre Pack e Subaru levando a ele a quebrar o contrato com Emilia é cortada (acontece fora de tela) e há uma pequena cena de Pack dizendo adeus a Emilia.

7) Os eventos de Pack indo embora até a promessa "segure minha mão de noite" para a luta de Garfiel e o "Motivo para acreditar" são reduzidos significativamente.

8) Há mais cenas mostradas pela perspectiva de Garfiel se comparados a WN, o que faz o entendimento de suas motivações ficar mais claro para o leitor.

9) Simplificação da luta de Otto/Ram/Garfiel (veja o capítulo 5) e também da luta entre Subaru e Garfiel (capítulo 7)

**** Capítulo 1 - O som que o faz chorar ****

1) Esse capítulo cobre o resto da terceira festa do chá. Algumas partes do diálogo no começo foram reescritas/encurtadas, mas fora isso, o resto é basicamente o mesmo da WN, até a despedida entre Satella e Subaru. O interlúdio pós capítulo 79 é cortado.

**** Capítulo 2 - Desconsiderando a Chance de Sucesso ****

2) As cenas após Subaru acordar do lado de fora da tumba com Otto e Patrasche, assim como a cena onde ele descobre que as qualificações dele foram revogadas, são basicamente as mesmas, exceto que Subaru fica bravo com Echidna.

3) Após isso, a maior parte do longo monólogo onde Subaru pondera seus próximos passos é cortado, e a cena pula quase que imediatamente para a conversa com Roswaal, que começa na mesma forma (Subaru tentando ver se há outras maneiras de levantar a barreira do Santuário), mas com as seguintes diferenças:

a) Roswaal passa menos tempo falando merda sobre Emilia por ser inútil, em vez disso, seu diálogo é mais sobre tentar convencer Subaru a "passar por cima dela" pelo "bem maior":

"Então é por isso que você está aqui. Se Emilia-sama não consegue passar no "teste", você deveria fazer no lugar dela. Não importa quem remova a barreira. É como você mesmo disse."

"Eu lhe disse, mesmo se você acaba passando por cima do desejo de Emilia-sama, eu espero que você se encarregue disso."

"Se você realmente se importar com Emilia-sama, deverá ignorar as intenções dela. Um sonho infantil de um paraíso infantil não pode estar preparado para caminhar no caminho do inferno que você deverá escolher. Se deseja salvar a vida dela, passe por cima disso."

b) Após continuar nessa insistência por um tempo sem sucesso tentando convencer Subaru, Roswaal o diz "Ah, mas o Santuário não é o único problema que você deve encarar, certo, Subaru-kun?". E então ele basicamente confessa que ele é o responsável direto pelo ataque da mansão (ao contrário da indireta como na WN).

c) Em vez de ameaçar inutilmente Roswaal como na WN (como dizer a Garfiel que Roswaal esta armando para matar a irmã dele), Subaru se ajoelha como um último esforço e pede para Roswaal parar com os ataques, dizendo a ele que ele perdeu suas qualificações.

d) Em vez de ficar chocado/nervoso quando descobre que Subaru perdeu as qualificações (e não pode recuperá-las), a reação de Roswaal é muito mais de intrigado ou semi surpreso. Mas ele rapidamente se recupera e diz a Subaru:

Roswaal: Você tem certeza (que não pode recuperá-las?)... Echidna deveria ser capaz de restabelecer suas qualificações se você assim desejar. Se você a deixou de mau humor, terá que compensar por isso. Essa é a sua "natureza gananciosa.

e) Depois disso, Subaru percebe que não há nada que ele possa fazer aqui, se levanta, e pergunta a Roswaal se ele o odeia, no qual Roswaal responde:

Roswaal: É impossível eu odiá-lo. Você é minha esperança. Você e Ram são as duas únicas pessoas nesse mundo que eu tenho alguma expectativa. Eu sinceramente acredito em você.

Subaru responde que ele nunca irá se tornar alguém como Roswaal e vai embora.

4) Depois disso, Subaru vai embora e encontra Emilia andando por aí (assim como a cena do loop anterior), e eles possuem a mesma conversa assim como na WN.

5) Após Subaru partir por ficar envergonhado em como ele não havia acreditado em Emilia, a cena onde ele encontra Garfiel é cortada, sendo assim, Otto encontra com ele logo na manhã seguinte. Todas as cenas de Otto socando Subaru até a parte onde Subaru vai fazer a aposta com Roswaal são as mesmas da WN, e o capítulo termina aqui.

**** Capítulo 3 - Aposta Direta ****

6) O conteúdo da aposta que Subaru faz com Roswaal foi encurtado e a conversa reescrita:

a) Subaru e Roswaal não assinam um contrato de ligação de alma a respeito de suas condições caso falhe.

b) A condição de vitória de Subaru é alterada de "Eu irei trazer Garfiel para o nosso lado e fazer Emilia passar nos testes" para "Eu irei prevenir os desastres tanto no Santuário quanto na Mansão".

c) O tempo limite para a queda da neve/ataque da mansão é de três dias, em vez de cinco. 

Depois disso, Roswaal fala algo para Subaru do tipo "Subaru-kun... eu fico ansioso para ver seus esforços e sua eventual derrota". Subaru faz uma cara de poucos amigos e vai embora.

7) Após ir embora, Subaru encontra com Ram que estava escutando todo o acordo dos dois com sua clarividência. Subaru tenta contar a ela sobre o gospel de Roswaal, mas é claro que ela já sabia então não dá a mínima pra ele. Após uma conversa inútil, Ram faz alguns comentários vagos sobre a incapacidade de Emilia de passar nos testes e então vai embora dizendo algo do tipo "Se o livro foi afastado, Roswaal estará livre".

(Eu acho que essa conversa é uma suposta dica de que Ram secretamente o irá ajudar, mais ou menos como no capítulo 97 da WN)

Durante a conversa deles, tem uma parte onde Ram diz: "Eu disse isso várias vezes, mas pare de me chamar de nee-sama. Quando você diz isso, parece que eu me tornei a irmã mais velha de Barusu. Horrível."

E Subaru responde: "...Ah, bem, é meio que um hábito meu, me desculpe, apenas lide com isso". Rem iria insistir mas desiste ao ver o olhar nos olhos de Subaru.

8) Depois disso, Subaru encontra Otto e começam a discutir/bolar estratégias como fizeram na WN (exceto a parte onde Subaru e Otto discutem o contrato com Roswaal, que é cortado, pois não há contrato), e então Subaru parte em direção ao laboratório de Lewes.

9) No laboratório de Lewes, Subaru encontra uma Lewes diferente ("Alma") e eles conversam sobre várias coisas similares a WN (o que Lewes sabe sobre os planos de Roswaal, o sistema de Lewes, o fato de algumas pessoas serem contra a libertação do Santuário ser mentira, como Garfiel desafiou os testes quando criança, etc)

Comparado a WN, essa é a única conversa que Subaru tem com Lewes, e que cobre grande parte da informação que Subaru ganhou de outras. Todo o processo dele correndo por aí procurando e falando com vários clones de Lewes foi significantemente reduzido.

10) A maior diferença disso é que a história sobre o passado de Beatrice no Santuário e o ataque do Hector não são contadas (possivelmente no próximo volume).

11) O complexo e enrolado sistema dos quatro clones de Lewes foi simplificado: Agora temos Lewes Alma ("good"), Lewes Burma ("good"), Lewes Cima ("bad" - aquela que entra na tumba para pegar Garfiel, a mais próxima dele e contra a libertação do Santuário, aquela responsável pela prisão de Subaru, etc) e Lewes Delma ("good?").

A história é de que quando Cima entrou na tumba para tirar Garfiel, ela violou o juramento feito a Echidna (de que os residentes do Santuário não podem fazer os testes? Não tenho certeza) e perdeu sua posição como supervisora do Santuário, e desde então, tem sido contra a libertação do mesmo.

12) Após isso, a próxima cena pula diretamente para Subaru indo visitar Emilia e perguntando a ela sobre seu passado. O "pesadelo" de Emilia sobre seu passado falso é cortado, e em vez de encontrar Emilia dormindo no chão tendo um pesadelo, Subaru encontra ela sentada no chão abraçando os joelhos com um olhar vago em seu rosto.

E então, eles conversam sobre coisas similares aos capítulos 90/91 (sobre como ela ficou congelada por um longo tempo, sobre como Roswaal veio até ela dizendo que poderia descongelar a vila dela). Nota: Essa é a primeira vez na história principal que algo sobre o passado/vila de Emilia é comentado. A maioria do diálogo foi reescrito e toda a conversa é bem mais curta. Após isso, Emilia cai no sono.

13) Enquanto ela dorme, Subaru acredita que algo esteja impedindo Emilia de completar os testes, como um problema em sua memória (lembre-se do que Ram disse antes). Então ele se pergunta quem poderia ajudá-lo nisso, e depois de excluir Roswaal e Ram, a única pessoa que poderia é Pack, que ainda não apareceu.

E então tem essa cena estranha onde Subaru, enquanto pensa numa maneira de falar com Pack, se lembra das vezes que interagiu com ele, ser morto por ele três vezes, e então coloca ambas as mãos no pescoço de Emilia como se fosse estrangular ela (até mesmo dizendo "Me desculpe, Emilia"), mas não consegue fazer pois Pack responde a tudo isso.

(Fica bem óbvio que Subaru estava tentando "atrair" Pack ao fingir matar Emilia. Algumas partes dessa cena foram mal escritas, deixando essa cena bem estranha).

14) A conversa entre Pack e Subaru é completamente cortada / acontece fora de cena.

**** Capítulo 4 - Mentiras, Mentirosos e Fofoqueiros ****

15) Esse capítulo começa com Emilia acordando na manhã seguinte (capítulo 94). A maior parte do monólogo que Emilia tem da WN, é cortado.

16) Há uma nova cena (bem curta) no lugar da mencionada acima, onde Pack força sua saída para fora do cristal e dizer adeus a Emilia.

Pack: Ei, Lia. Já faz um tempo, né? Eu precisei me forçar pra fora para poder te ver.

Emilia está feliz, surpresa e um pouco nervosa por ver Pack, e então percebe que ele está bem menor do que o de costume, e que sua existência estava desaparecendo.

Pack diz que o tempo limite parece estar mais rápido do que o esperado, mas diz que é inevitável, pois ele conscientemente tentou quebrar o contrato. Emilia primeiro não entende nada, mas percebe que a expressão de Pack está diferente.

... a expressão do rosto sorridente de Pack havia mudado. Sua amável e normal expressão havia ficado completamente séria, e Emilia sentiu uma sensação desagradável de arrepio. Essa expressão que Pack jamais havia feito, ela já tinha visto em algum lugar. Ela já tinha visto.

É o rosto que ele mostrou a Emilia quando ela acordou após ter sido congelada. Depois disso, era o mesmo olhar de quando a vida de Emilia era ameaçada, e de quando os dois firmaram o contrato. E agora, lá estava Pack, mostrando esse mesmo olhar a Emilia.

O cristal de Pack começa a rachar e Emilia começa a surtar. Pack diz que ele não se arrepende por não ter tempo para explicar, mas que ele deixará tudo nas mãos "daquela criança" para cuidar dela, que ele precisa destruir o contrato, pois quando ele for embora, as memórias delas que estão bloqueadas serão libertadas, e que "Eu te amo mais do que qualquer coisa no mundo". Pack diz tudo isso enquanto Emilia surta.

E então ele finalmente desaparece, seu cristal racha completamente, e Emilia o chama de mentiroso...

17) Após isso, há outra pequena nova cena, onde Garfiel acorda no meio da noite e Lewes Cima o informa que Emilia perdeu Pack e portanto não desafiaria os testes nessa noite, e que ele podia relaxar. Garfiel então vai para o lado de fora e encontra Ram e a pergunta se tem algo que ela se arrepende em seu passado. Ram diz que sim, mas responde fazendo uma piada e Garfiel vai embora da conversa com o pensamento "É claro que Ram não se arrepende de nada, ela é forte, e pessoas que se arrependem de seu passado são fracos".

Nota: Ao contrário da WN, onde ficava incerto se Garfiel sabia sobre as quatro Lewes inteligentes e seus papéis, Garfiel da LN parece completamente ciente de que Cima é diferente das outras três Lewes.

19) A próxima cena corta para o capítulo 97 e a cena de Subaru e Emilia "prometa que você segurará minha mão até a manhã seguinte". Assim como mencionado antes, as cenas com Subaru correndo por aí e conversando com as diferentes Lewes é cortada, além disso, toda a conversa entre Subaru/Otto/Roswaal no começo do capítulo 97 também é cortada.

20) A próxima cena mostra Emilia tendo um sonho de seu passado, no qual ela lembra de umas partes(sem detalhes específicos, não são mostrados).  Emilia tem um sonho sobre Fortuna no qual ela a chama de mentirosa (parecida com a da WN). E então acorda para ver que Subaru foi embora, e o chama ele e Pack de mentirosos. 

21) Os flashbacks antes do teste de Emilia são cortados (talvez no próximo volume).

22) Após isso, a próxima cena onde todos encontram Emilia e Lewes (Cima) foi reescrita para mostrar o ponto de vista de Garfiel em vez da de Subaru. Quando Garfiel percebe que eles foram embora, ele pega o pyroxene e vai até o laboratório, comandando as réplicas para procurá-los (ele considera comandar Cima diretamente, mas não quer fazer isso).

23) Quando Garfiel chega até o laboratório, ele encontra Otto lá e conversam um pouco. Sem querer perder tempo com ele (e querendo evitar que Subaru e Emilia se encontrassem), ele soca Otto e vai embora, mas no caminho ele percebe que está sem seu pyroxegene (Otto o roubou).

Isso o irrita (não por conta dos direitos de comando, mas porque foi um presente de sua mãe) e ele começa a perseguir Otto na floresta, no qual Otto o leva até uma armadilha (buracos, insetos, etc), parecido com a WN.

As cenas adicionadas da perspectiva de Garf deixam mais fácil de entender os pensamentos dele se comparado a WN.

24) A última cena do capítulo é de Subaru indo até o túmulo e encontrando Emilia por lá, igual na WN. (As cenas de Subaru e Otto entrando em pânico sobre o desaparaceimento de Emilia e Lewes, e toda a busca por elas, foi cortada).

**** Capítulo 5 - Otto Suwen ****

25) O capítulo é a luta entre Ram/Otto/Garf, que foi encurtada consideravelmente da WN.

a) Em vez de provocar Garf para uma luta ao jogar bombas/distrações, Otto o atrai até a floresta roubando seu pyroxegene (como mencionado acima)

b) A parte sobre o passado de Otto é basicamente a mesma da WN.

c) A parte onde Otto leva Garf até várias armadilhas na floresta (capítulo 107) é significantemente reduzida e com menos descrições (a maioria acontece fora de cena).

d) Quando Garf alcança Otto, ele o derruba, pisa nele, e o ordena para desistir. Otto o acerta com sua Al-Dona, assim como na WN. E aí tudo até a aparição de Ram é basicamente a mesma coisa.

e) O começo da luta de Ram e Garf e os diálogos são os mesmos, até Garf se transformar.

f) A cena de flashback onde Otto e Ram negociam não é mostrada (acontece fora de tela).

g) Apesar de várias cenas legais onde Ram desce a porrada em um Garf transformado, é muito, mas MUITO mais reduzida em comparação a WN, e a maioria dos monólogos de Ram é cortado.

h) O resto da luta (até a parte onde Ram acerta Garf com Al-Fura) também é bem encurtada, mas a ideia continua a mesma.

**** Capítulo 6 - Motivo para acreditar ****

26) Tirando algumas coisas que foram removidas, como redundâncias nos diálogos, esse capítulo é o mesmo que o capítulo 110.

Algumas adições/mudanças foram feitas nos monólogos de Subaru para deixar mais claro seus pensamentos, mais notavelmente nessa seção (durante seu argumento com Emilia, antes do beijo).

Antes disso, quantos desvios Subaru fez apenas para transmitir esses sentimentos? Quantos obstáculos Subaru superou para transmitir essas palavras?
Apesar de ele confessar seu amor várias e várias vezes de todas as formas, tudo que fora dito eram seus sentimentos verdadeiros, uma confissão de amor única na vida, algo genuinamente do fundo de sua alma.

**** Capítulo 7 - A jóia surge não só para uma pessoa ****

27) Esse capítulo é onde acontece a luta entre Subaru e Garfiel, que foi encurtada.

a) A maior parte do diálogo e coisas da primeira seção foi encurtada, incluindo Garfiel tentando fazer ameaças inúteis de que irá matar Subaru e destruir a tumba. Em vez disso, a conversa pula diretamente para Emilia perguntando "Do que você tem tanto medo?", e parte daí.

b) Em vez de Subaru falar "Você ainda está tentando fugir do passado de sua família?", nós temos algo mais direto como "Você ainda odeia o fato de que sua mãe o abandonou?", e a conversa acontece rapidamente daqui, com Garfiel dizendo o que aconteceu com sua mãe.

c) Essa parte, onde Garfiel soca Subaru e ele se levanta várias vezes, é removida. Em vez disso, Garfiel se transforma imediatamente após contar sobre sua mãe.

d) Subaru atinge Garf transformado com Shamac, o perfura com a pyroxene de Frederica (que agora guarda Pack), troca algumas porradas com ele, e o resto da luta/diálogo é basicamente o mesmo da WN.

O Capítulo termina após a luta, com Emilia assistidino e Otto aparecendo com Ram.

**** Capítulo 8 - Carta de Amor ****

28) A conversa entre Emilia e Roswaal após a luta de Subaru e Garfiel (Capítulo 114) é cortada, e o capítulo se inicia imediatamente com Subaru acordando no colo de Emilia.

29) As cenas com Subaru/Emilia e companhia; Garfiel e Ram; até Garfiel desafiar os testes, são praticamente as mesmas.

30) No teste de Garfiel, Echidna não aparece para conversar com ele, então todo o diálogo com ela é removido, e o conteúdo de seus testes (tirando isso) são os mesmos da WN. É mostrado que antes dela ir embora, a mãe de Garfiel deu um pedaço de seu pyroxene (uma parte de seu colar) para Garf e Fred, que explica o valor sentimental que ambos tem por eles.

31) Garf faz algumas expressões sobre Guiltyraw. (Não tenho certeza dessa tradução).

32) A conversa que Emilia tem com Ram e Otto antes de ir para seu teste foi cortada (a com o Subaru é mantida), e todo o resto até o encontro de Emilia e Echidna é o mesmo, onde ela se anuncia como bruxa enquanto faz sua pose.

A Comparação, por enquanto, termina aqui.

0 comentários:

Postar um comentário