Eromanga Sensei: Entrevista com o Diretor e Animador de Sagiri

Eromanga Sensei: Entrevista com o Diretor e Animador de Sagiri


Não é nada absurdo dizer que Eromanga Sensei foi, provavelmente, o anime mais popular da temporada passada. A light novel é obra de Tsukasa Fushimi, com Hiro Kanzaki responsável pelas ilustrações, a mesma combinação por trás de Oreimo, que foi ao ar pela primeira vez em Abril de 2013.

O que mais cativou os espectadores em Eromanga Sensei foi a fofura da estudante e heroína do anime, Sagiri Izumi. Suas ilustrações na novel, por parte de Hiro Kanzaki, sem dúvida chama a atenção de quem está lendo, mas precisamos ressaltar a forma em como ela apareceu no anime.

Eromanga Sensei Entrevista

O segredo para o sucesso na animação dela é de que há um "Animador Exclusivo da Sagiri" que lidou com toda a animação dela durante o anime. Nessa entrevista com o diretor Ryohei Takashita e Keisuke Kobayashi, iremos entender um pouco mais sobre a animação da nossa protagonista.

OBS: Takashita e Kobayashi possuem uma relação tipo senpai/kohai (Takeshita é um ano mais velho), e eles parecem se darem muito bem.

"Mostrar partes que geralmente não vemos é a chave para a fofura"

Legenda:
E - Entrevistador
T - Takeshita
K - Kobayashi

E: Obrigado por nos conceder essa entrevista. Primeiramente, gostaria de perguntar a Takeshita como ele acabou se tornando diretor de Eromanga Sensei!

T: Eu sempre amei anime, e entrei no mundo da animação após me formar na universidade. Isso foi há 12 anos. Após trabalhar como diretor de animação e diretor assistente, eu me perguntava se havia mais algo para mim como diretor... e havia!

Eromanga Sensei Entrevista
Ryouhei Takeshita - após se formar na Universidade Hitotsubashi, ele começou a trabalhar na XEBEC Inc. como animador. Após isso, ele trabalhou como freelancer. Trabalhou como diretor chefe em Gekkan Shoujo Nozaki-kun e diretor assistente em New Game!, antes de finalmente se tornar diretor em Eromanga Sensei.

E: Eromanga Sensei foi sua primeira experiência como diretor. No que você focou, exatamente?

T: Acreditei que era absolutamente necessário que a heroína ficasse bonita. Sinto que foi colocado uma grande importância nesse aspecto na novel original. Como diretor, eu quis mostrar Sagiri da forma mais fofa possível, ao mesmo tempo em que mostrava as demais garotas de uma maneira charmosa, focando nas personalidades individuais delas.

E: Sagiri é muito fofa na novel, mas qual foi sua maior atenção para que fosse possível expressar essa fofura no anime?

T: Frequentemente eu usava ângulos de câmera para mostrar partes do corpo dela, em especial, aqueles onde geralmente não se vê muito em outras animações, como os dedos, umbigo, solas do pé e etc. Ao mostrar partes do corpo que normalmente não vemos, queríamos extrair a fofura dela e fazer o coração dos espectadores acelerarem. Além disso, acredito que alguns dos gestos dela a tornam muito fofa também. No episódio 7, Sagiri fica toda enrolada em seu futon... é uma cena tão fofa.

Eromanga Sensei Entrevista
Eromanga Sensei Entrevista
Sagiri fazendo dela um sushi enrolada do futon.

E: Acredito que às vezes os diretores escrevem seu próprio conteúdo, que tipo de instruções você geralmente passa?

T: "Eu quero mostrar isso e isso na próxima cena", ou coisa do tipo. Por exemplo, no episódio 1, "na cena onde você mostra a testa dela, você precisa mostrar tanto a testa quanto o umbigo".

"Sagiri Cuts" entre o estilo anime e o realismo

E: A notícia de que há um "Animador Exclusivo da Sagiri" em Eromanga Sensei chamou bastante atenção. Esse animador é você, Kobayashi?

Eromanga Sensei Entrevista
Keisuke Kobayashi - se tornou freelancer após trabalhar na XEBEC Inc. e como animador em WORKING!!!, Wake Up, Girls! e Occultic;Nine.

K: Sim. Mas não é verdade que eu anime APENAS Sagiri.

T: A ocupação principal dele é desenhar e animar Sagiri, mas o principal é trazer os detalhes que provoque o coração de qualquer fetichista. O que chamamos de "Sagiri Cuts".

E: Entendo. Então ele não é apenas um animador exclusivo, né? Mas pelo fato de Sagiri ter tantas cenas e desenhos que Kobayashi acabou sendo o encarregado delas. No entanto, não dá pra dizer ao espectador de que essa é uma "Sagiri Cut". Você acha fácil apontar quais são se assistir o anime cuidadosamente?

T: Sim, acho que fica bem claro onde colocamos bastante trabalho nesses "cuts".

K: Pessoalmente, meu objetivo é fazer com que os espectadores pensem "no episódio desse semana, a Sagiri foi a mais fofa das garotas de novo". Isso é o necessário para considerar meu trabalho um sucesso.

E: O que tem de especial nos "Sagiri cuts"?

K: O diretor pediu para que eles parecessem vívidos, reais. Além disso, sou muito cuidadoso em desenhar certas partes de maneira bem realista. Acredito que o motivo pelo qual o diretor deixou esse trabalho para mim, é porque me mantenho atento com o realismo enquanto desenho.

Eromanga Sensei Entrevista
Sagiri tirando seu pijama. Todo o movimento de tirar sua parte de cima do piajama pela cabeça é "moe".

T: Colocar um movimento bem realista no meio de um anime é algo que se destaca imediatamente. É verdade que Kobayashi foca no realismo, mas acredito que o charme de seu trabalho seja justamente o equilíbrio entre anime e realismo.

K: Obrigado (risos).

T: Eu peço ele por "cuts" onde seu poder criativo possa aparecer e tornar o anime ainda melhor. (risos) Eu o pedi várias vezes para que fizesse um papel importante na produção desse anime, antes dele aceitar.

K: Em outro anime, eu recebi os conteúdos e fiz as cenas por conta própria. No entanto, em Eromanga Sensei, eu sempre recebi bastante instrução sobre quais "cuts" desenhar. Fico muito animado em descobrir quais cenas aparecerão no próximo episódio. (risos)

Sobre a cena do biquíni

T: A mais difícil de se fazer foi qual? A cena do biquíni, talvez?

Eromanga Sensei Entrevista
A cena mais difícil para o animador Kobayashi foi a que Sagiri amarra seu biquíni.

K: Essa cena foi muito trabalhosa! (risos) É realmente difícil de animar uma cena como essa. Amarrar o cordão de qualquer coisa é um gesto que a maioria das pessoas fazem inconscientemente e automaticamente, certo? Para eu poder animar, precisei analisar cada movimento e replicá-lo, e foi muito difícil. Em outro anime, provavelmente o mostrariam apenas o momento final do processo, onde ela só puxa e aperta o cordão. No entanto, eu decidi recriar toda a ação.

T: Kobayashi é muito bom em animar cenas realistas difíceis como essa.

E: E essa cena foi muito importante, né?

T: Foi vital. Afinal, o cordão do biquíni estava a ponto de desamarrar. Foi extremamente importante que ela o amarrasse de novo. (risos)

E: Entendo o que quer dizer! Eu lembro de ter palpitações durante toda a cena, achando que talvez eu conseguisse dar uma espiada em alguma "parte secreta" dela.

K: Quando eu tentei desenhar aquela cena, o diretor me disse "muito bem!" (risos)

T: Quando a cena estava completa, eu fiquei impressionado com o poder destrutivo dela. (risos)

E: Que instruções você recebeu sobre essa em específico?

K: Eu tive que mostrar toda a ação, do momento onde o cordão estava prestes a se soltar até o momento onde ela o amarra de volta com força. No entanto, o diretor confia em mim, então eu basicamente sou livre pra fazer o que desejar.

Nos "Sagiri Cuts", os "loops" são importantes.

E: Qual "Sagiri Cut" você queria que as pessoas vissem mais do que os outros?

T: Pessoalmente, eu gosto daquela onde ela tira uma foto da própria bunda no episódio 1. Aquela cena não existe na obra original, então ficou rapidamente popular na internet. Fiquei feliz que as pessoas gostaram!

Eromanga Sensei Entrevista
A cena do episódio 1, onde Sagiri tira uma foto de sua bunda para usar como referência em uma de suas ilustrações.

K: Para mim, é quando ela faz birra no episódio 2.

T: Ah, aquele loop? O que ela fica falando que não vai sair do quarto, né?

Eromanga Sensei Entrevista
O "Sagiri Cut" favorito de Kobayashi do episódio 2. Sagiri não quer sair de seu quarto então faz uma birra enquanto fica repetindo as mesmas palavras, de que não vai sair.

K: Exato. Eu acho que aquela cena saiu bem interessante.

T: Pessoalmente, acho que o ponto principal dos "Sagiri cuts" é o looping. Ao repetir as mesmas ações ou palavras, elas acabam grudando igual chiclete na cabeça dos espectadores.

Os animadores observam o corpo feminino para poder desenhar, assim como acontece em Eromanga Sensei?

E: Takeshita e Kobayashi, vocês observam o corpo das mulheres para conseguir desenhá-los, como vemos em Eromanga Sensei?

K: Eu faria isso se pudesse (risos).

T: Acho que animadores talentosos precisam observar na vida real ou em fotos. Acho que é bem comum para animadores homens e mulheres posarem em frente ao espelho, tentando replicar as ações dos personagens.

K: Além disso, eu vivo usando vídeos e imagens de idols como referência. Até porque, é difícil de usar o corpo de um homem como modelo pra isso (risos). Assisto esses vídeos como referência, mas a verdade é que eu acabo assistindo eles por diversão também (risos).

E: Como vocês lidam com cenas e "cuts" que você não pode presenciar normalmente na vida real?

T: Produção de anime é um trabalho criativo, então preciso usar minhas experiências como referência. Por mais que eu não consiga observar ou vivenciar coisas do tipo, faço meu melhor pra utilizar de minha experiência em tais cenas, da melhor forma que posso.

"Eu queria criar aberturas e encerramentos encantadores"

E: A dança de sagiri na abertura é extremamente fofa. Como vocês tiraram essa ideia?

Eromanga Sensei Entrevista
Na abertura, Sagiri dança com sua máscara. Tão fofa.

T: Sagiri tende a ficar bem entusiasmada enquanto está fazendo suas transmissões, então na abertura, ela está dançando durante uma de suas transmissões. É bem comum retratar cenas de danças durante aberturas de um anime. É clichê, mas eu mesmo assim quis fazer.

E: Por outro lado, no encerramento, Sagiri está dançando fora de seu quarto. Como hikikomori, o que ela está fazendo fora de seu quarto?

Eromanga Sensei Entrevista
No encerramento, Sagiri sai de seu quarto e dança em frente a máquina de lavar roupas. Mais uma vez... tão fofa!

T: Na minha mente, eu tinha uma ideia onde, no final, Sagiri viaja pelo mundo com Masamune. Nisso, Masamune mostra o mundo exterior a ela. No entanto, isso não é algo que eu possa fazer no anime, então criei esse encerramento. Ná ultima parte do episódio 2, Sagiri diz "A partir de agora, irei lavar minhas próprias calcinhas". O encerramento é meio que uma referência a essa cena.

K: De certa forma, o encerramento vem desse episódio 2.

T: E também, Sagiri caminha pela casa livremente quando Masamune não está por lá. Você pode ver isso no episódio 8.

Não é apenas sobre personagens fofas. É uma história sobre dois personagens criando uma light novel juntos.

E: Julgando pelas reações das pessoas nas redes sociais, Sagiri passa uma impressão de ser muito mais fofa no anime do que na Light Novel. O que você acha que seria o motivo por trás disso?

T: Acredito que seja porque suas expressões faciais no anime estão sempre em constante mudança. Piscar é algo suficiente para fazer uma personagem parecer mais fofa. E as cores também. O esquema de cores de Sagiri é bem delicado. Os tons pastel dela conflitam com o seu jeito mandão de andar, criando um contraste legal.

E: Tomoe (Amiga de Masamune e funcionária da Livraria Takasago) também é bem popular.

Eromanga Sensei Entrevista
Tomoe é uma das amigas de infância de Masamune e trabalha na livraria de seu pai. Ela se refere a si mesma utilizando pronome masculino "boku".

T: Talvez porque ela seja a mais autêntica entre os protagonistas.

E: A maneira como ela se move enquanto arruma os livros nas estantes é fascinante! (risos) Como é um anime, os movimentos dos personagens também precisam ser fofos.

E: Para concluir, qual é a coisa que o diretor tem que manter em mente, mais do que qualquer outra, quando está criando Eromanga Sensei?

T: Na novel original, todas as heroínas (começando por Sagiri, é claro) são extremamente fofas, então eu precisei retratá-las da mesma maneira no anime. No entanto, o que mantém o anime unido é a história de Masamune e Sagiri de querer criar uma light novel juntos.

E é por isso, que apesar de vermos sempre a fofura de Sagiri, o tema da série se trata de dois personagens unindo forças para criarem uma obra. Sem essa história, seria apenas mais um dos vários animes de garotas fofas. A mensagem de que os irmãos precisam continuar indo em frente e lutando juntos, tambem está incluso na abertura.

"Eu espero que Eromanga Sensei fique nos corações de todos da equipe"

E: Frequentemente, você posta algumas ilustrações no Twitter. A staff parece trabalhar muito bem em equipe! Qual é a atmosfera no local de trabalho?

Eromanga Sensei Entrevista
Exemplo de algumas ilustrações que vão para o Twitter.

K: A maioria da equipe é muito jovem. O próprio Takeshita é bem amigável, então toda a equipe é bem harmoniosa.

T: Se o trabalho é divertido, eu vou poder aproveitar bem meu tempo. Espero que nosso local de trabalho fique na memória de todos os membros da equipe. A maioria deles são freelancers, então hoje pode ser o último dia em que nos encontremos.

K: Além disso, foi o próprio diretor que reuniu todos esses membros. Quando se trata de trabalho criativo, o próprio diretor mesmo não se mexe muito, mas nesse caso, em Eromanga Sensei, foi ele que pediu a presença de todos nós. Por isso que várias pessoas concordaram em trabalhar nesse anime. Eu realmente o respeito por trazer as pessoas "pra dentro", até mesmo as que ele conheceu em outro lugar.

"Eu quero que todos os fãs fiquem felizes"
Eromanga Sensei Entrevista

E: Com o fim do anime, há alguma parte dele em especial que você quer que os fãs vejam?

K: Pessoalmente, eu gosto do episódio 8. A pessoa encarregada pelo cenário daquele episódio foi Tsukasa Fushimi, autor da Light Novel. Possui um "sabor" diferente se comparado aos demais episódios.

E: Acredito que haja muitos fãs por ai que prestam bastante atenção para quem é o roteirista da obra.

K: Eu sou uma dessas pessoas também, então entendo bem o sentimento. Basicamente, fico feliz quando as pessoas apreciam o trabalho de forma geral... Mas quando alguém também aprecia os membros da equipe, fico ainda mais feliz.

T: Colocamos muito esforço em transmitir toda a fofura de Sagiri, mas outros personagens como Elf e Muramasa também são importantes para nós. Queremos que os fãs, de cada personagem do anime, fiquem felizes e satisfeitos com o trabalho que fizemos. Fiquem de olho nos nossos próximos trabalhos!

E: Mal posso esperar! Obrigado pela oportunidade!

Entrevista feita por Kazuki Miura


0 Comentários:

Postar um comentário