Gakuran - Uniforme Masculino transformado para garotas

Gakuran - Uniforme Masculino pode virar moda Feminina



Designers japoneses decidem inovar a moda feminina utilizando o gakuran, o uniforme masculino


Gakuran - Uniforme Masculino transformado para garotas
Não é segredo que o Japão possui amor e até fetiches pelos uniformes escolares. O amor do país pelos uniformes é tão grande que ele serve como inspiração para diversas outras modas, como kimonos e biquínis. E os japoneses adoram, porque os uniformes representam uma época da vida que eles prezam muito, e que já ficou para trás para quem chegou a vida adulta.

Apesar do uniforme feminino geralmente atrair os holofotes, dessa vez, é o gakuran que está chamando atenção. O gakuran é aquele uniforme tradicional, geralmente utilizado pelos garotos, que se assemelha a uma jaqueta fechada com grandes botões.

Gakuran - Uniforme Masculino transformado para garotas

A varejista "Village Vanguard" criou uma campanha de crowdfunding no site japonês Campfire chamada "Seishun Gakuran One-Piece" (seishun seria o equivalente a palavra "juventude"). A peça tem como público alvo as mulheres que sempre quiseram vestir um gakuran, mas nunca tiveram a oportunidade.

gakuran

O "vestido" inteiramente de algodão é, de certa forma, conservador, ao menos na parte de cima. Apesar de ser mais longo do que um gakuran original (no qual é acompanhado com calças nos meninos), ele não cobre bem as pernas. Nessas fotos, a modelo Neu-chan está usando a peça única gakuran juntamente com uma saia preta. Mas esse gakuran pode ser usado como "vestido" de uma peça apenas, sem necessidade de saia.

Gakuran - Uniforme Masculino transformado para garotas

A Village Vanguard busca arrecadar 500.000 ienes (aproximadamente R$14.100,00) com a campanha, e planeja vender a peça em suas lojas, caso alcance a marca estipulada. As metas para as recompensas, que inclusive uma delas inclui o próprio produto, Seishun Gakuran One-Piece, começa por 11.000 ienes (aproximadamente R$310,00). A campanha de crowdfunding pode ser acessada nesse link.



0 comentários:

Postar um comentário