Quantos animadores são necessários para uma temporada de anime?

Quantos animadores são necessários para uma temporada de anime?



Já parou para pensar quantos animadores são envolvidos em todos os animes de uma temporada?


Abaixo vamos colocar, em números, quantos animadores principais, secundários e diretores de animação foram necessários para a realização de uma temporada de anime, além de outros detalhes como a terceirização de certos trabalhos. Também incluímos alguns gráficos visuais para facilitar a compreensão.

Mas antes, um pouco de contexto:
  • De forma geral, menos é melhor. Ter muitos animadores principais pode ser um sinal de que a animação é exigente, mas hoje em dia, isso indica mais uma produção desastrosa e desorganizada. A presença de muitos diretores de animação tende a ser muito ruim, pois significa que o projeto entrou em desespero para encontrar artistas capazes de melhorar a qualidade ruim da animação que receberam. Qualquer número muito grande é negativo, lembre-se que falamos de um papel que era desempenhado apenas por uma pessoa!
  • Use esses dados para interpretar os resultados que você vê nessas produções, e não apenas como uma verdade simples e objetiva. Nem todos os projetos funcionam da mesma forma. Quando você olhar alguns gráficos abaixo, vai perceber que o nosso aviso anterior não é necessariamente verdade, pois algumas obras que tiveram menos animadores, não tiveram um resultado satisfatório.
  • As informações do post contém apenas animes realizados exclusivamente para uma temporada, não incluindo os animes recorrentes e que trabalham de forma diferente desses.
  • As informações do post são estimativas, pois a informação completa e detalhada nunca é 100% disponibilizada. Para simplificar o assunto, assuma que tenha sido usado MAIS animadores do que o que relatado aqui.
  • A contagem dos diretores de animação é mais exata, pois conta todos os papéis de supervisão da animação (com exceção do diretor chefe de animação). 

Número de Animadores por Anime e Episódio (clique na imagem para ampliar)
Aqui mostramos quando um episódio teve animadores terceirizados ou não (cores da célula), e caso tenha sido o número exato ou aproximado (cor da letra)
Animadores Temporada

Glossário

Incomplete Credits: Dados incompletos, números aproximados.

Subcontracted: Subcontratado, terceirizado. 

Key Animation: Artistas que desenham os momentos principais dentro da animação, basicamente definindo o movimento sem necessariamente terminar a cena. A indústria de anime é conhecida por dar a esses artistas mais espaço para eles expressarem seus próprios estilos.

2nd Key Animation: Artistas responsáveis por "polir" as cenas quando há sobrecarga de trabalho para os animadores principais. A função pode variar desde arrumar pequenos detalhes até desenhar elementos secundários que o animador principal não teve tempo para fazer.

Outsourced: Terceirizado. Serviços realizados por empresas e pessoas de fora, de outro fornecedor que não seja da própria empresa ou equipe.

Célula Verde: Não há animadores terceirizados.
Célula Azul: Há animadores secundários terceirizados.
Célula Laranja: Há animadores principais terceirizados.
Célula Vermelha: O episódio inteiro foi terceirizado.

Média de Animadores Principais por Episódio
Animadores Temporada

Essa temporada foi um pouco... bagunçada, para resumir. Os estúdios e líderes de projetos que, tradicionalmente, gerenciam projetos de uma maneira mais "suave", não tiveram uma nova série, e até mesmo as maiores obras tiveram problemas. Uchouten Kazoku 2 (The Eccentric Family 2) foi o show que chegou mais próximo ao nível ideal de animadores, que apesar de tudo, fizeram um bom trabalho. Mas o fato de conduzir duas obras ao mesmo tempo prejudicou a sua segunda metade. Em termos de gerenciamento, essa temporada foi bem fraca pelos padrões da indústria.

Gráfico representando os episódios completamente terceirizados, assim como os demais que tiveram animadores principais ou secundários terceirizados.
Animadores Temporada

Como você pode ver, Uchouten Kazoku 2 e Zero kara Hajimeru Mahou no Sho (Grimoire of Zero) foram os únicos que não utilizaram animadores principais terceirizados e poucos episódios precisaram de animadores secundários terceirizados.

No total, tivemos sete obras que foram produzidas sem uma terceirização completa de algum episódio da série, mas nenhuma delas foram feitas 100% pelo estúdio em si. Bateu uma saudades da KyoAni?

O legal desse gráfico é ver como é possível existir animes, que estão nas mãos de um estúdio X, e que na verdade a maior parte de sua animação não é conduzida lá. 

Outra coisa legal nessa parte de terceirização é ver a separação entre animadores principais e secundários. Claro que há muitos detalhes a mais por trás da terceirização desses estúdios, que não somos capazes de reunir aqui, porém, somente essa divisão mostra uma coisa: é mais comum terceirizar outras empresas para limpar a bagunça do seu desenho (animadores secundários) do que confiar neles para desenhar em primeiro lugar. Não é surpresa, mas agora temos números para provar.

Número Médio de Diretores de Animação por Episódio
Quantos animadores são necessários para uma temporada de anime?

O gráfico de Diretor de Animação é autoexplicativo, mas é a parte mais interessante. O número de artistas necessários para terminar um episódio subiu bastante se comparado ao passado. O interessante aqui é que o numero de diretores de animação está subindo de uma forma desproporcional se comparado ao crescimento de outras funções nessas produções. Veja Hinako Note, por exemplo. Possui um número médio de animadores principais mas com um absurdo de 12 diretores de animação por episódio! E mais do que isso, estamos presenciando um numero maior de diretores chefes de animação do que os diretores comuns. Esses supervisores chefes de TV focam na consistência do design ao longo dos episódios do que em melhorar a qualidade de movimento (sendo esse o foco de dos diretores de animação comuns). Abrir mão da animação em favor de uma qualidade de arte mais estática não é necessariamente uma decisão por "qualidade", já que você não vai necessariamente ter desenhos mais expressivos nessa busca por consistência. E isso é preocupante. Muitos projetos estão abrindo mão da animação como "prioridade" para focar em outros pontos.

É claro que nem todo anime precisa de movimentação constante para fazer o público delirar, mas estamos lidando com uma indústria que já está trabalhando sob intensas limitações a cada dia que passa. Resumindo, nada de bom virá de um anime "menos animado".

De qualquer forma, esses números são bons para termos uma perspectiva de como a indústria foi alterando sua maneira de trabalhar ao longo dos anos.



0 comentários:

Postar um comentário