Pesquisa sobre a vida romântica de japonesas que leem manga Shoujo

Pesquisa sobre a vida romântica de japonesas que leem manga Shoujo




Manga direcionado para o público masculino geralmente é ridicularizado pela sociedade por sua temática fantasiosa e recheada de poderes sobrenaturais, lutas, robôs gigantes e etc. E o manga shoujo, voltado para as meninas, também não são bons exemplos de realismo.

Romance Otaku

Alguns cenários românticos, como a chegada inesperada de um vizinho lindo, secretamente rico e herdeiro de algum grupo empresarial; ou então aquele jovem bagunceiro que procura briga nas ruas, mas que no fundo, possui um coração grande e honesto, além de trabalhar em uma loja de doces para ajudar nas despesas de casa, e que ainda consegue arranjar tempo para cuidar de sua mãe doente e irmãzinhas. Pois é, esse tipo de cenário é quase impossível na vida real também. Por conta disso, existe essa visão de que as leitoras desse tipo de manga não estão preparadas para um romance com uma pessoa de verdade... mas será que é isso mesmo?

Para descobrir isso, a Partner Agent, uma empresa popular do Japão que se especializa em oferecer serviços de encontro, realizou uma pesquisa com 2.060 mulheres solteiras entre 25 e 39 anos

A primeira questão era se elas liam manga shoujo:

Sim: 36,4%
Eu lia antes, mas não mais: 38,2%
Não: 25%

Até ai, nada de muito interessante. A próxima pergunta foi um pouco mais além, onde eles questionaram se as mulheres já namoraram. Ao contrário do que se esperava, os resultados mostraram que os atuais leitores de manga possuem uma vida romântica ativa, enquanto o grupo de mulheres que não tinham interesse em manga shoujo, tiveram a maior porcentagem de mulheres solteiras.

Porcentagem de mulheres que tiveram ao menos um namorado:

Atuais leitoras de manga shoujo: 76,3%
Antigas leitoras de manga shoujo: 74,7%
Não leitoras de manga shoujo: 61,7%

Romance Otaku

Enfim, mesmo se fãs de manga estão namorando, elas provavelmente devem estar se inspirando nas cenas e diálogos de suas séries favoritas, certo? Isso não é bem namorar, e sim tipo um sonho acordado, né?

Errado. Quando perguntadas se elas achavam que manga shoujo e romance na vida real podiam ser comparados, as atuais leitoras foram as que mais diferenciaram os cenários, ao contrário do que se esperava.

"Eu acredito que manga shoujo e romance na vida real são diferentes"

Atuais leitoras de manga shoujo: 76,3%
Não leitoras de manga shoujo: 52,8%

As fãs também demonstraram ter mais interesse e gosto em namorar, em vez de ser apenas um "início" de um "fim".

"Eu quero me apaixonar e eu gosto de romance"

Atuais leitoras de manga shoujo: 47,3%
Não leitoras de manga shoujo: 23,6%

Romance Otaku

Talvez o mais interessante aqui, provavelmente pela experiência e pelo gosto de namorar, as fãs de manga shoujo também foram mais exigentes quanto aos homens, no sentido de conseguir o "melhor".

"Acredito que exijo padrões acima da média quanto a homens"

Atuais leitoras de manga shoujo: 55,8%
Antigas leitoras de manga shoujo: 44,7%
Não leitoras de manga shoujo: 29,8%

Mas para quem está associando "padrões acima da média" como um "quero um namorado rico", não é bem isso. Quando perguntadas se "rico" era uma característica que elas usariam para descrever o cara ideal, apenas 19,4% das fãs disseram que sim, contra 27,3% das não leitoras de manga shoujo.

E aí, como é a sua vida romântica, meus caros otaku? (Hoss: que raios de pergunta é essa Cabral? Otaku namora?)













0 Comentários:

Postar um comentário