Professor japonês consegue a atenção de alunos ao sacar uma pistola

Professor japonês consegue a atenção de alunos ao sacar uma pistola




Conseguir a atenção de jovens é uma tarefa difícil para qualquer professor, e esse conseguiu de um jeito diferente.


Para professores japonês que tentam ensinar inglês no Japão, é essencial que se descubra uma maneira de manter os estudantes focados e interessados. Apesar do inglês ser uma matéria obrigatória e ser extremamente útil na carreira de vários japoneses que serão empregados por empresas multinacionais, por se tratar de um país sem muita diferenças culturais ou raciais, a maioria deles não terão a oportunidade de usar a língua no seu dia-a-dia.

Por isso, manter a atenção desses jovens é algo que todo professor precisa fazer por lá. Alguns dão discursos longos sobre os benefícios e oportunidades que podem aparecer por dominarem a língua. Outros tentam tornar o processo de aprendizado mais divertido com jogos ou coisas parecidas. O aluno @komathematicsR possui um professor de inglês que decidiu conseguir a atenção de sua classe ao sacar uma pistola durante sua aula, deixando todos surpresos e atentos.

Durante a aula, o professor percebeu que alguns de seus alunos estavam com muito sono. "Vocês estão com sono a essa hora?", apontou o professor. "Em momentos como esse, um verdadeiro educador sabe que é seu dever conseguir a atenção de seus alunos e fazê-los se concentrarem". E a sua metodologia foi sacar uma arma com sua mão direita.

Professor Japonês saca arma

E assim como o professor esperava, todos ficaram atentos e em choque, e ele continuou sua aula. Obviamente não se tratava de uma arma real. Se tratava de uma réplica extremamente realista, sem balas. "Eu amo esse professor porque ele é sempre engraçado", disse @komathematicsR. Apesar de parecer que o professor estava apontando a arma para a cabeça de uma aluna, @komathematicsR fez questão de ressaltar que é apenas na perspectiva da foto, e que na verdade ele só estava com o braço estendido para na frente dela. "Ele não estava tentando nos ameaçar. Esse professor é um piadista, e a réplica da pistola é só mais uma de suas brincadeiras".

Obviamente que esse método não é politicamente correto em nenhuma situação, muito menos para alguém do corpo docente de uma escola. E apesar de ter sido um método efetivo, e não se tratar nada mais do que uma simples brincadeira, imagino que isso não deva ser algo que pais de alunos se sentiriam confortável. Imagine a repercussão se essa situação acontecesse em qualquer outro país ocidental. Certamente deve ter sido uma situação engraçado mas, se fosse em qualquer outro país, provavelmente o professor acabaria indo preso simplesmente por portar uma réplica realista de arma de fogo.

E você? O que achou da atitude dele?

Fonte













0 Comentários:

Postar um comentário