Amazon decide fechar sua plataforma Anime Strike

Amazon decide fechar sua plataforma Anime Strike




Toda a biblioteca da plataforma de anime está disponível agora na Amazon Prime.

A Amazon dos Estados Unidos optou por encerrar a sua plataforma de distribuição digital de anime via streaming, Anime Strike, nessa sexta-feira 05/01. A Anime Strike encerrou suas atividades  pouco menos de um ano depois de seu lançamento em 12 de janeiro de 2017. Todos os animes estão disponíveis para quem for assinante da Amazon Prime.

Amazon decide fechar sua plataforma Anime Strike

Um porta-voz da Amazon confirmou a Forbes que todos os conteúdos de Anime Strike e Heera foram adicionados a plataforma Prime. Além disso, ele complementou que "decidimos migrar as bibliotecas para a plataforma Prime Video para que mais consumidores possam aproveitar esse tipo de conteúdo em sua assinatura Prime"

Como efeito, a HIDIVE começou a transmitir em dezembro os animes Hitorijime My Hero, Kabukibu!, Fukumenkei Noise, e Zero kara Hajimeru Mahou no Sho, que antigamente eram exclusivos a Anime Strike nos Estados Unidos.

Amazon decide fechar sua plataforma Anime Strike

A plataforma Anime Strike possuia alguns títulos da Sentai Filmworks, e nessa última temporada, transmitiu com exclusividade DYNAMIC CHORD e as segundas temporadas de Hoozuki no Reitetsu e ClassicaLoid. 

Vários títulos que virão em 2018 da Sentai Filmworks serão transmitidos exclusivamente no HIDIVE.

Amazon decide fechar sua plataforma Anime Strike
Zero kara Hajimeru Mahou no Sho / Grimoire of Zero agora está disponível na HIDIVE.

A Anime Strike oferecia mais de mil episódios e filmes de anime para os assinantes do Amazon Prime, por uma pequena taxa adicional. O serviço custava 5 dólares por mês com um período de teste grátis de 7 dias. O serviço possuía animes legendados e dublados também.
Obs: Basicamente foi apenas uma migração de uma plataforma para outra. Não houve perdas para quem era assinante.












0 Comentários:

Postar um comentário