Japonesa escreve livro sobre os seus 6 anos de Chikan em trens

Japonesa escreve livro sobre os seus 6 anos de Chikan em trens




Kumi Sasaki é uma mulher que foi vítima de Chikan. Chikan é quando uma pessoa coloca a mão em outra em locais públicos, nesse caso aqui, em trens.

Ela escreveu um livro contando sua experiência com Chikan dos 12 aos 18 anos na sua rotina de ir e voltar da escola, 6 anos de chikan.

Atualmente Sasaki vive em Paris, na França, e o livro foi publicado lá com o título ''Tchikan''

O livro foi lançado em novembro de 2017. Sasaki conta que os incidentes que ocorreram com ela foram arrepiantes e emocionantes

Japonesa escreve livro sobre os seus 6 anos de Chikan em trens

Sasaki se lembra do seu primeiro caso de Chikan, quando ela estava na linha Yamanote, ela sentiu um cara passando a mão nela. De ínicio ela pensou que foi do trem se mover de forma bruta, mas não parou, ela escreve:

''Os dedos desse desconhecido entraram no colarinho da minha blusa, ele então tocou minhas costas, minhas pernas, minha cintura até minha bunda. Ele colocou a mão diretamente debaixo das bochechas levantando minha saia silenciosamente apenas movendo os dedos, ele tocou na minha coxa esquerda debaixo da minha saia''.

Como ela era nova ela não fazia ideia do que tava acontecendo (eu com 12 anos nem sabia o que era sexo também, nem imaginava que isso existia).

E o Chikan continuou pelos próximos 6 anos. Ela disse que os predadores variavam de homens no final da adolescência para homens mais velhos, tipo setenta anos; ela também já foi seguida por um homem casado nos cinquenta anos que disse a ela que queria que ela tivesse os filhos dele.

Sasaki disse que já tentou suicídio, só não fez graças a ajuda de um amigo. Hoje aos 30 anos, Sasaki vive na França, mas tem trauma de homens e em andar em trens

Uma ilustração do livro abaixo:

Esquerda: ''O que as pessoas vêem de fora''. ''eu tô aqui''
Direita: ''O que aconteceu dentro''



Sasaki escreveu Tchikan para avisar ao mundo que o Chikan é mais perigoso do que as pessoas acham. Ela diz que muitos japoneses acham isso algo bobo e pequeno. A forma como o Chikan é tratado lá deixou Sasaki isolada e sem ajuda para escapar; escrevendo o livro, ela espera acabar um pouco com isso.

Abaixo uma foto da Sasaki

Japonesa escreve livro sobre os seus 6 anos de Chikan em trens

Por enquanto o livro dela só está disponível em francês, se você manja de francês e quer comprar, pode pedir pela Amazon Francesa 

Fonte













0 comentários:

Postar um comentário