Militar Veterano se relaciona com Violet Evergarden

Militar Veterano se relaciona com Violet Evergarden




Abaixo segue um post no Reddit de um ex-militar jovem que prestou 8 anos de serviço na Marinha desde os seus 17 anos de idade, e como ele se relacionou com Violet Evergarden


A primeira coisa que eu notei sobre essa série é o tema de perda. A personagem principal perde alguma coisa. Ela pode não saber ou entender completamente, mas é visível para nós, espectadores. Eu me surpreendi quando vi as reações das pessoas sobre os braços de Violet.

Isso me fez perceber que, assim como ela, quando eu deixei o "serviço" (militar), eu perdi coisas, mas que não eram aparentes para mim. Muitas das coisas eu vi e até comentei sobre. Claro que, por ser um fuzileiro naval, quis responder automaticamente de que eu não sabia o que essas pessoas estavam sentindo, mas lá no fundo, naqueles momentos em que você não consegue mentir a si mesmo, eu sabia que algo estava errado. Essa obra me fez lamentar do meu eu. Enquanto a perda de Violet, a primeira vista, tenha sido seus braços, eu acredito que o tema é muito mais profundo e que se encaixa no meu próximo ponto.

Violet também perdeu seu propósito, seu lugar no mundo. Violet tinha uma missão clara e um propósito até o momento onde ela se torna uma baixa. Com o fim da Guerra, Violet perde seu propósito e rumo. Ela fica perdida no mundo.

Eu entendo isso muito bem. Não existe uma aula de "realocação no mundo civilizado" após você deixar o Corpo de Fuzileiros Navais... eles só dão uma workshop de 3 dias em como criar um currículo, dicas para entrevista de emprego e coisas do tipo. E então, você é liberado sem qualquer cerimônia.

Militar Veterano se relaciona com Violet Evergarden

Eu tive a sorte suficiente de tirar dois meses para mim, sem fazer nada, após eu ser liberado do serviço. Eu precisava de um tempo para me recompor e me ajustar a minha nova realidade. Após sair direto do meu ensino médio com 17 anos, e servir meu país por 8 anos, o Corpo de Fuzileiros Navais era tudo que eu sabia e conhecia. Assim como nossa personagem principal, sua vida também havia sido só a militar e na guerra. Eu estava perdido e sem caminho pela frente. Eu fiquei sem trabalhar e sem estudar por um tempo, jogando Final Fantasy X todos os dias por horas, e bebendo nas noites. Um dia, o interruptor ligou, e eu fui capaz de processar minha nova realidade, e comecei a ter novas necessidades, desejos e ideias sobre o que fazer com a minha vida. Apesar de não ser como a Violet, eu comecei com algo simples. "Eu quero Fazer X para entender Y", esse foi meu primeiro passo. Eu precisava começar a trabalhar para conseguir continuar sobrevivendo e descobrir o que eu queria.

Outra coisa relacionada sobre nossa volta ao "mundo civilizado", é a percepção que as outras pessoas tem de você. Quem você era o que você fez é algo não  muito importante para as pessoas civilizadas. Isso é algo que apareceu na série quando as outras Memory Dolls estavam conversando sobre Violet, surge algo como "Eu acho que ela trabalhava no Exército", e depois isso não é mencionado mais.

Isso me lembrou de quando eu comecei a trabalhar. Eu estava acostumado a um certo tipo de reconhecimento e poder devido a minha hierarquia e as minhas conquistas, e ser jogado de volta no mundo onde a hierarquia é mais "complicada" me deixou confuso. A forma como eu via a mim mesmo estava completamente ligada com o meu rank e hierarquia no exército. Aqui fora, não havia nada. A maioria me via como alguém com idade de alguém an faculdade e fez com que eu me sentisse que eu não era mais reconhecido. Eu devo admitir que esperava um certo tipo de respeito por quem eu era, e quando eu não recebi isso, me senti mal. É claro que, com a maturidade que eu tenho agora, eu entendo que esse tipo de validação e reconhecimento não pode vir de fora, mas sim de dentro, e eu estava esperando isso devido aos meus serviços prestados. 

Há algo parecido no show. A maioria das pessoas vê apenas uma jovem garota. Eles não sabem quem ela foi e o que ela fez. Para mim, esse sentimento machuca. Não é como se eu quisesse contar as pessoas as coisas que eu fiz e os traumas que eu carrego, mas eu queria que pelo menos alguém pudesse entender e eu não me sentisse tão sozinho.

Eu ainda não vi o terceiro episódio e não pretendo parar de acompanhar, mas eu tenho que admitir que esses últimos episódios me fizeram sentir coisas que eu não podia colocar em palavras antes, e os dois episódios até agora, eu os assisti com lágrimas nos meus olhos.

E por conta disso, eu creio que esse deva ser meu anime favorito da temporada.

TL;DR: Militar veterano se relaciona com os sentimentos de "voltar ao mundo" após prestar serviços militares devido a Violet Evergarden.













0 comentários:

Postar um comentário