Número de casamentos no Japão em 2017 é o menor desde a Segunda Guerra Mundial

Número de casamentos no Japão é o menor desde a Segunda Guerra Mundial




Uma notícia nada agradável para o país que já luta contra seu baixo índice de natalidade

Fim de ano e o início de um outro geralmente são datas muito românticas no Japão, e sem dúvida muitos casais devem estar felizes por lá. Mas, estatísticas levantadas nos contam o contrário.

Todos os anos, o Ministério da Saúde levanta o número de casamentos realizados no Japão entre Janeiro e Outubro. Em 2017, aproximadamente 607 mil casais se casaram nesse período, aproximadamente 13 mil a menos do que o mesmo período em 2016. Esse foi o quinto ano consecutivo de queda desse número, e o mais impressionante, é o menor desde o final da Segunda Guerra Mundial.

Número de casamentos no Japão é o menor desde a Segunda Guerra Mundial

O ministro diz que a queda de casamentos é devido a diminuição da população de jovens adultos, e que para reverter a queda da taxa de natalidade, mudanças precisam ser feitas na sociedade japonesa para tornar o casamento mais fácil para casais. Apesar de nenhuma proposta específica ter sido levantada com o lançamento desses números, o ponto sempre debatido e culpado são os altos custos educacionais e de creches no Japão, além de várias empresas que consideram o desejo de casamento e a maternidade como fatores impeditivos na hora de contratar uma mulher.

Apesar de não ter sido citado pelo ministro, outro provável motivo para a diminuição no número de casamentos é o rápido crescimento da aceitação de casais, sem estarem casados, morando juntos. Nos tempos modernos, o estigma social de dois adultos morarem em um mesmo lar sem estarem casados, diminuiu bastante. Isso acaba removendo do consciente das pessoas aquela "urgência" de se casar, que só é levantado novamente, quando o casal pensa em ter filhos.

O fato de poder viver junto, ou seja, basicamente ter uma vida de casado sem estar legalmente casado, é um fator que contribui para esses números. Em um lado positivo, não foi só o número de casamentos que caiu no ano passado. Foi apontado que apenas 212 mil casais se divorciaram nesse mesmo período, aproximadamente 4,8 mil menos do que em 2016, sendo o menor número dos últimos 20 anos.

Provavelmente, em alguns casos, os divórcios no Japão cessaram um pouco porque casais que estariam predestinados a isso, sequer se casaram.














0 Comentários:

Postar um comentário