Spoilers Overlord Volume 4 - The Lizard Man Heroes

Spoilers Overlord Volume 4 - The Lizard Man Heroes




O volume "The Lizard Man Heroes" é o quarto volume da light novel da série Overlord. Ele foi lançado em 31 de Julho de 2013. Nele é detalhado como os homens-lagarto tentam salvar sua tribo de uma aniquilação completa das forças dos mortos-vivos no Grande Lago.

Spoilers Overlord Volume 4 - The Lizard Man Heroes


Resumo:

A história começa com Zaryusu Shasha dos Garras Verdes, uma das tribos dos homens-lagarto que vivem no Grande Lago, acordando e pensando sobre a situação atual da sua tribo. A situação deles não é legal, costumava existir sete tribos, mas por conta da comida escassa, houve uma guerra entre as tribos que acabou reduzindo esse numero para cinco tribos. Os homens-lagarto também precisaram fazer leis a respeito do acúmulo de alimentos, para garantir que as tribos remanescentes tivessem o suficiente para sua própria sobrevivência. Ainda assim, os homens-lagarto ainda acreditam na Lei de Sobrevivência do mais forte, e consideram isso como algo natural na vida. Naquela manhã, eles são surpreendidos por uma criatura morta-viva que aparece e declara que, em alguns dias, o exército deles irão chegar e exterminar todos.

Spoilers Overlord Volume 4 - The Lizard Man Heroes

Zaryusu Shasha prontamente se voluntaria para informar as outras tribos, na esperança de que eles se unam para enfrentar juntos essa ameaça. Ele parte juntamente com seu companheiro Rororo, um hydra de quatro cabeças. Ele chega primeiro na tribo dos Olhos Vermelhos e lá se encontra com Crusch Lulu, que é a líder deles. Os dois rapidamente se apaixonam e partem juntos para a tribo Presa de Dragão, que é liderada por Zenberu Gugu. Para aceitar as condições de acompanhar Zaryusu, Zenberu exige um duelo com ele, já que ele é um possuídor da Frost Pain, um dos quatro tesouros dos homens-lagarto. Após vitória de Zaryusu, Zenberu e sua tribo se juntam a eles, e o tempo se passa até o dia da batalha.

Spoilers Overlord Volume 4 - The Lizard Man Heroes

Enquanto isso, o capitão da Black Scripture discute com Zesshi Zetsumei sobre um poderoso vampiro e os danos causados por ele.

No Grande Lago, Cocytus é o enviado para Nazarick com a ordem de destruir os homens-lagarto. Ele possui à sua disposição mais de 5.000 mortos-vivos além de um que é mlançador de magia chamado Iguva=41, criado pelo próprio Ainz. Cocytus recebe uma ordem explícita de liderar seu exército na retaguarda, dando apenas ordens, sem aparecer no campo de batalha. Acreditando que seu exército é mais do que o suficiente para obter uma vitória fácil contra os homens-lagarto, Cocytus simplesmente o ordena para atacá-los de frente. Para sua surpresa, os homens-lagarto são mais fortes do que ele pensava e fica evidente que eles estão dominando a batalha contra a horda de mortos-vivos. Em uma última tentativa de vitória, Cocytus manda Iguva=41 pro campo de batalha. Após uma batalha feroz entre os líderes dos homens-lagarto, Zaryusu Shasha, Crush Lulu, Zenberu Gugu e Rororo, Iguva e o exército de mortos-vivos são derrotados. Cocytus fica perplexo com sua derrota e envergonhado por perder um morto-vivo criado por Ainz, no entanto, enquanto recua para Nazarick para receber sua punição, ele fica profundamente impressionado pela coragem que foi demonstrada pelos homens-lagarto.

Após seu retorno, Cocytus é repreendido por sua falha e recebe a ordem para aniquilar os homens-lagarto com um exército ainad mais forte. No entanto, Cocytus pergunta se não seria possível poupá-los e torná-los uma parte de Nazarick. Ainz fica feliz ao ouvir isso, já que ele queria que os guardiões presenciassem uma batalha verdadeira entre exércitos e também ficou impressionado com os homens-lagarto, e também queria que eles se juntassem a Nazarick. Com isso, ele muda a ordem de aniquilação para uma de ocupação, e quanto a punição de Cocytus ficou a de controlar e ter a responsabilidade sobre os homens-lagarto, assim que eles se renderem a Nazarick.

Um dia após a batalha, os homens-lagarto percebem que surge um novo exército de mortos-vivos. Apesar desse exército ser composto de 5.000 mortos-vivos, ele é bem diferente se comparado ao anterior. O anterior possuia equipamentos quebrados e enferrujados e eram muito desordenados. Já essa nova horda, por outro lado, era totalmente equipada com armamentos mágicos, e não apenas isso, cada um deles parecia um item único ou uma poderosa arma mágica. Apesar dos grandes reinos serem capazes de fornecer equipamentos e armas mágicas para um exército, as armas seriam mais simples e produzidas em massa com somente um encantamento, completamente diferente do nível desse exército. Como se isso não fosse ruim o suficiente, o líder desse exército joga uma magia que instantaneamente transforma toda superfície molhada em gelo.

Spoilers Overlord Volume 4 - The Lizard Man Heroes

Após isso, Gargantua aparece na floresta e joga uma pedra gigante entre os dois exércitos. A legião de mortos-vivos se aproximam da pedra, levantam seus escudos acima deles e se ajoelham. Outros esqueletos pulam em cima desses escudos se equilibrando, e assim como os esqueletos debaixo, erguem os escudos acima deles mesmos. Os esqueletos iam se aproximando da pedra gigante em uma velocidade incrível até que finalmente a escada feita de esqueletos do exército estava completa. Seguindo isso, outros soldados mortos-vivos também começaram a se mover. Esses mortos-vivos eram ainda mais impressionantes de se ver do que os esqueletos momentos atrás. Com isso resolvido, o caminho se abriu para o lançador de magia, e atrás dele, um número impressionante de soldados.

Ao ver que o líder dos mortos-vivos quer dialogar, Zaryusu e seu irmão Shasuryu Shasha decidem seguir adiante, uma vez que eles não possuem nenhuma chance de vitória contra esse inimigo. Nisso, Ainz diz que ele está impressionando com a batalha anterior e decidiu que em vez de destrui-los, iriam faze-los se renderem. Ele também comentou que havia mandando um de seus servos, Cocytus, anteriormente na batalha mas que havia pedido que ele não lutasse. Com isso, eles recebem a condição de que, caso eles consigam derrotar Cocytus em uma batalha, Ainz não irá mais importuná-los, porém caso eles sejam derrotados ou desistam da batalha, eles devem se render e obedecê-lo. Antes de Zaryusu ir embora, ele pergunta a Ainz o porquê dele ter congelado a área do lago, no qual ele responde que era porque não queria sujar seus sapatos de lama. Zaryusu então percebe que Ainz deve ser um demônio poderoso no qual não teriam nenhuma chance de vitória, uma vez que ele utiliza poderes mágicos por motivos tão triviais que eles jamais pensariam em usar.

Spoilers Overlord Volume 4 - The Lizard Man Heroes

Com o coração apertado, Zaryusu e Sasuryu retornam aos homens-lagarto e os informam sobre o que acabaram de ver e conversar. Sabendo que eles não teriam qualquer chance de vitória, eles decidem que devem ao menos tentar desafiar Cocytus, e com isso, eles pegam os guerreiros de elite mais poderosos entre os homens-lagarto e partem para lutar contra ele. Chegando no local de batalha, Cocytus cria dois pilares de gelo e afirma que apenas aqueles que cruzarem a linha criada por esses pilares serão mortos. Um pouco mais de 50 guerreiros homens-lagarto se voluntariaram para a luta. Cocytus ativa uma habilidade que congela quase todos eles, e apenas os cinco mais fortes, Zaryusu, Zenberu, Shasuryu, Kyuku Zuzu e o chefe de uma pequena tribo são capazes de lutar. No entanto, nenhum deles é capaz de enfrentar Cocytus e todos são mortos por ele. Crush Lulu havia sido dita para não se juntar a batalha, ficar para trás e liderar os homens-lagarto a servirem Ainz com o medo de que eles agora fossem tratados como escravos. Ainz responde que eles serão tratados justamente como seus subordinados e que deixaria a liderança deles a cargo de Cocytus. Ele também concorda em reviver Zaryusu em troca de que ela espie os homens-lagarto por ele.

Zaryusu acorda, surpreso por estar vivo já que ele se lembra de ter sido morto por Cocytus. Ele vê Ainz de pé com um item mágico que o trouxe de volta a vida e vários homens-lagarto ajoelhados ao redor dele, o reverenciando como se fosse um Deus. Os homens-lagarto não possuiam nenhum deus e apenas reverenciavam seus antepassados. Zaryusu rapidamente percebe que alguém com o poder como Ainz não pode ser apenas um mago ou um demônio, ele deve ser um Deus de verdade. Com todos esses pensamentos rondando sua cabeça, ele desmaia da exaustão de ter voltado a vida.















0 comentários:

Postar um comentário