Pesquisa mostra o interesse dos japoneses no amor

Pesquisa mostra o interesse dos japoneses no amor




O amor pode estar no ar, mas certamente não está ventando até o Japão.

Esse sentimento que liga o mundo, chamado "amor", pode ser muito doloroso, mas está longe de ser algo chato ou desinteressante. Só que os japoneses estão começando a achar que isso tudo... simplesmente não vale tanto a pena.

O Serviço de Encontros japonês "Partner Agent" recentemente fez uma pesquisa com 1.960 homens e mulheres entre as idades de 20 a 29 anos. Veja as perguntas e os resultados.
Você quer ter um relacionamento romântico ou você acha que isso é um incômodo?
    • Sim: 75,5%
    • É um incômodo: 24,5%

Pesquisa mostra o interesse dos japoneses no amor

Dentre os motivos de acharem um incômodo, eles apontaram a falta de entusiasmo em tentar encontrar alguém especial.
Você está procurando alguém?
    • Sim, estou procurando um parceiro para a vida: 24,8%
    • Não, é melhor que você conheça a pessoa de naturalmente: 47,5%
    • Indeciso: 27,7%

Até aí é normal né... Relacionamentos são meio complicados e custam bastante no bolso do casal! Porém, dinheiro não é um problema aqui. Quando o assunto "dinheiro" surgiu, 40,1% dos jovens adultos disseram gastar menos de 10.000 ienes (aproximadamente R$305,00) em encontros e relacionamentos. Isso pode nos ajudar a entender o fato de que 40,9% disseram priorizar o próprio tempo em vez de gastar com seu parceiro, mas 32,3% dizem que o amor vem primeiro.

Pesquisa mostra o interesse dos japoneses no amor
"Amor aonde vamos?" "No bandejão, é mais barato!"

Mas nem tudo está perdido para o romance japonês. 57,8% dos jovens adultos dizem que esperam se apaixonar em breve. Vale lembrar que os respondentes dessa pequisa são na maioria solteiros, o que pode influenciar um pouco nos resultados, e para um povo de cultura mais introvertida, conhecer novas pessoas pode ser algo intimidante. 


0 comentários:

Postar um comentário