Qual é o serviço de Streaming mais usado no Japão

Qual é o serviço de Streaming mais usado no Japão




Nesse "mercado novo" de serviços de vídeos no Japão, um serviço fica acima dos demais. Talvez você se surpreenda


Demorou um pouco, mas finalmente o Japão abraçou o sistema de assinatura por serviço de streaming sob demanda. Apesar das famosas e antigas locadoras já terem sido praticamente extintas em vários países, no Japão elas criaram raízes e resistem até hoje, inclusive, uma das maiores marcas (Tsutaya) ainda pode ser facilmente encontrada por lá (e existe um mercado de aluguel de DVD/BD de animes, as pessoas que não compram preferem alugar, é bem comum por lá).

Qual é o serviço de Streaming mais usado no Japão

Mas com a entrada da Netflix no mercado japonês em setembro de 2015, as coisas começaram a se agitar um pouco. De acordo com um relatório pelo Marketing Research Camp, 16,5% das residências no Japão utilizam desse tipo de serviço de streaming. Um valor não muito alto se compararmos aos 53% dos EUA.

Mas com esse novo mercado crescente, muitos competidores decidiram tentar uma entrada. A Hulu conseguiu ótimos números iniciais no Japão, por ter lançado a plataforma bem antes, em 2011. Mas ela não foi tão agressiva quanto a Netflix, e ainda teve um baque forte no ano passado quando a empresa mudou de mãos.

Qual é o serviço de Streaming mais usado no Japão
A Hulu Japan possui mais de 40.000 títulos.

A gigante locadora Tsutaya também se aventurou no mundo do streaming, mas parece que não entrou com a mesma sede que entraram no passado com os aluguéis físicos. Além dela, há outros competidores de empresas de telecom como SoftBank e J:Com, alguns com nomes nada fáceis de se pronunciar.

"Vamo sair hoje? Nah, hoje eu vou de WOWOW, GYAO, mesmo."
Qual é o serviço de Streaming mais usado no Japão

Mas entre os competidores, quem será o dono da maior parcela de consumidores? Vamos ver o ranking:

Qual é o serviço de Streaming mais usado no Japão

No Japão, a Amazon Prime Video é, de longe, a mais utilizada para serviços de streaming, o que é espantador considerando o feedback que ela tem recebido no ocidente. As opções são bem limitadas e para certos títulos é necessário pagar taxas extras.

Para efeitos comparativos, eis o ranking nos Estados Unidos:

Qual é o serviço de Streaming mais usado no Japão

Se a gente precisasse achar um motivo para isso, provavelmente seria porque a Amazon Japan teve um trabalho relativamente fácil puxando os consumidores que já existiam da Amazon por lá. E como talvez eles não estejam tão por dentro do serviço por lá, é provável que muitos deles acabem pensando que a Amazon Prime é praticamente a mesma coisa dos demais, e decidiram ficar com esse serviço mesmo.

Apesar de uma campanha promocional agressiva, quando perguntado para aqueles que ainda não possuem nenhum serviço de streaming, apenas 23,6% disseram considerar a Netflix, enquanto a Hulu conseguiu 33,3% e a Amazon Prime 30,6%. Parece que a Hulu está com mais afinidade com o público japonês.

Eis alguns comentários de usuários japoneses:

"Mais de 50% (Amazon Prime), isso é incrível."
"A biblioteca da Amazon é um lixo, e os títulos bons são removidos rapidamente."
"A interface da Hulu é horrível."
"Definitivamente, em termos de qualidade, a Netflix é a melhor opção."
"Os shows originais da Netflix japonesa são um lixo."
"É bom ter opções de escolha, mas todas elas são apenas níveis diferentes de lixo, então não são tão diferentes assim. Por isso, eu iria de Amazon Prime."
"Eu decidi jogar minha TV fora do que pagar 1.500 ienes por mês para a NHK. Amazon Prime por 500 ienes é uma opção bem melhor."
"Metade das pessoas usam Amazon, isso é engraçado e constragendor ao mesmo tempo."

No geral, muitos comentários online acabam exaltando a qualidade do conteúdo da Netflix, o que sugere que o boca a boca está funcionando por lá. Talvez a Netflix comece a tomar alguns consumidores nos próximos anos.

Quanto a Hulu, parece que o foco foi mesmo a mudança de direção no ano passado e a atualização da interface, que não agradou ninguém. Mas pela Hulu Japan ter se tornado uma entidade totalmente independente da americana, eles podem focar muito mais no mercado japonês e conseguir um bom público.

Fonte













0 comentários:

Postar um comentário