A origem por trás do Anime de Layton Mystery Tanteisha

A origem por trás do Anime de Layton Mystery Tanteisha




Começou o anime Layton Mystery Tanteisha: Katori no Nazotoki File, vocês já chegaram a assistir? Eu vi até agora os dois primeiros episódios e gostei, ficou bem divertido, só que aí é que tá, eu já conheço a franquia e já sei o que esperar dela, mas para vocês que talvez não conheçam essa série, vou dar uma breve explicada aqui.

Professor Layton é uma série de games. Ele pertence a Level 5, a mesma empresa dona de Inazuma Eleven e Yo Kai Watch. O primeiro game de Layton foi lançado para o Nintendo DS em 2007 e fez um bom sucesso.

O atual anime traz como protagonista a filha do Professor Layton, a Katrielle, que só foi aparecer nos games recentemente. Layton foi o protagonista na grande maioria dos jogos, então quem começa pelo anime verá a Katrielle como a primeira protagonista da série, mas ela não é.

Ao todo existem 7 games da série principal, um spin-off para smartphones e um game crossover com Ace Attorney; a grande maioria dos games foi lançada para Nintendo DS e Nintendo 3DS.

Bom, mas agora vamos falar dos games!


A série começou em 2007 com o lançamento de Professor Layton and the Curious Village


O game é um point-and-click com puzzles e uma história bem interessante. Na época eu fui jogar sem esperar muito e me apaixonei pelo jogo; quando eu joguei esse Professor Layton, já tinha 4 jogos lançados no total.

Aqui nesse jogo nós conhecemos o Professor Layton, um homem bem inteligente que resolve vários mistérios e puzzles, e Luke, seu ajudante/aprendiz, e nessa história eles chegam em uma vila bem estranha, e eles partem para resolver o caso dessa vila (e o final é muito bom).

O segundo game se chama Professor Layton and the Diabolical Box, lançado também em 2007.

Aqui, Layton e Luke viajam pelo país em um trem enquanto tentam solucionar o caso de uma misteriosa caixa, que dizem matar todos aqueles que a abrirem.

Esse eu também zerei e é muito bom.






O terceiro game se chama Professor Layton and the Unwound Future, e foi lançado em 2008 para o Nintendo DS.

Nesse game, Layton conhece uma versão do futuro de Luke, que volta ao passado para levar Layton para ver como o futuro acabou. Ao viajarem para o futuro, eles veem a merda que a cidade se tornou devido a uma certa pessoa e partem para resolver todo o mistério.

Eu também zerei esse aqui


O 4º game da série inicia uma nova trilogia; os três games acima são considerados parte da primeira trilogia, porém, Professor Layton and the Last Specter marca um novo início.

Last Specter ocorre 3 anos antes de Curious Village, e mostra como Layton conheceu Luke, além de apresentar a assistente de Layton nessa época, a Emmy Altava.

Em uma cidade, um estranho espectro aparece em certas noites destruindo casas e a cidade. Layton, Luke e Emmy então partem para resolver o mistério. E esse foi o último game que eu zerei na série.

O 5º game da série e o primeiro para o Nintendo 3DS, lançado em 2011, ocorre após Last Specter, e acaba por mostrar um pouco do passado de Layton.

Eu não joguei esse mas assim que tiver um 3DS será um dos primeiros games que irei jogar.









O 6º game da série, lançado para o Nintendo 3DS em 2013.

Professor Layton and the Azran Legacy ocorre após Miracle Mask e fecha a segunda trilogia da série. Após esse game, ficamos em um hiato de 3 anos sem um novo game de Professor Layton.

E esses são os 6 games principais da franquia Professor Layton, todos eles com o Layton como protagonista e seu ajudante Luke.

Porém, além desses 6 games, Layton teve um crossover com Ace Attorney, um filme e um game mobile.

Professor Layton VS Phoenix Wright foi lançado em 2012 e mostra um crossover entre as duas séries.

Na história, uma garota dita sendo uma bruxa está sendo perseguida, e Layton e Phoenix se juntam para protegê-la. O game mistura os puzzles de Layton com as sessões na corte de Ace Attorney

E eu AMO as duas séries, imagina o quão doido estou para jogar isso, mas não tenho 3DS e o emulador de 3DS não funciona direito.




Em 2009 foi lançado o filme Professor Layton and the Eternal Diva. A história aqui ocorre após Last Specter e antes de Miracle Mask.

É um bom filme, eu assisti e recomendo que assistam só quando jogarem os games, porque assim dá pra aproveitar melhor.

Bom, Professor Layton também tem uma certa quantidade de games para smartphones, mas não falarei deles porque não fazem parte da série principal como os acima.

O game mais recente a ser lançado foi o Layton's Mystery Journey: Katrielle and the Millionaires' Conspiracy






Em Layton's Mystery Journey: Katrielle and the Millionaires' Conspiracy, lançado em 2017, somos apresentados a Katrielle Layton, filha do Professor Layton, que tem uma agência de detetives. No game a gente vai resolvendo vários casos enquanto procura pelo paradeiro do Professor Layton, que está desaparecido.

E é nesse game de 2017 que o anime se baseia, o que eu fico meio chateado, pois o Layton mesmo nunca teve um anime (teve filme mas não é a mesma coisa), sua filha ganhou um anime antes.

E essa é a história da franquia. O anime é bem agradável e dá para você curtir sem ter jogado os games. O anime se passa, pelo visto, um bom tempo após o Unwound Future, até porque o Luke aparece bem crescido na abertura do anime:


Enfim, aqui fica a explicação da série e a recomendação: jogue os games, eles são realmente muito bons. Cada game tem sua trama principal, onde algum mistério está acontecendo, e você parte para resolver ele além de resolver trocentos puzzles.

E além disso você conhece o Professor Layton, e por consequência acaba curtindo muito mais o anime.

0 Comentários:

Postar um comentário