Artista é retirada de Game por apoiar Feminismo na Coreia

Artista é retirada de Game por apoiar Feminismo na Coreia





Atualmente está rolando uma treta na comunidade coreana de Azur Lane. Eu não vou explicar aqui a situação, mas sim Nardack é o centro da treta, e ela publicou em seu perfil do twitter um arquivo do Evernote com sua descrição do ocorrido:

-----------------------------------------------------------

''Olá, aqui é Nardack e eu estou escrevendo para explicar a situação em que estou

No dia 27 de Abril de 2018, a X.D.Global, a empresa por trás de Azur Lane na Coreia do Sul, usou minha ilustração que foi comissionada para a página de login do servidor coreano.

Logo após o update, alguns jogadores coreanos protestaram contra a empresa falando: ''Nardack é uma ilustradora que apoia organizações anti-sociais. Vocês ainda querem esse tipo de ilustradora trabalhando no game?''

De acordo com as acusações deles, Feminismo é uma ideologia anti-social, então se alguém apoia o Feminismo, ele é parte de uma organização anti-social.
Já que eu sigo ou dei like em Tweets de ilustradores que apoiam ou concordam com o feminismo, os protestos me acusaram de me envolver em grupos anti-sociais.

Para esclarecer o problema, a Azur Lane da Coreia me enviou uma mensagem direta perguntando se eu realmente apoio grupos anti-sociais.

Mesmo eu tendo respondido que eu não apoio essas atividades, a Azur Lane Coreia me pediu para que eu tweetasse o seguinte: ''Eu não tenho relação com a Megalia e eu não apoio o Feminismo''.

Eu me recusei a atender o pedido deles, e minha ilustração, que inicialmente foi usada na página de login do game, foi imediatamente retirada.

As pessoas que me acusaram originalmente, tomaram esse ato da empresa como prova definitiva que eu apoio grupos anti-sociais, e desde então, eles vem me assediando em várias redes sociais.

Além disso, a Azur Lane Coreia persistentemente diz que se eu postar um tweet oficial falando ''Eu não tenho relação com a Megalia e eu não apoio o Feminismo'', eles vão recolocar minha arte na página de login.

Eu estou bem horrorizada com esse incidente, e eu continuo me perguntando 'a gente realmente vive no século 21?'

Eu discordo fortemente da Azur Lane Coreia querendo resposta, e eu quero um pedido de desculpas formal deles, que me acusaram falsamente de pertencer a organizações anti-sociais.

Indo além de falsas acusações, eu pergunto isso:
A postura tomada por parte da internet coreana, 'Feminismo é anti-social', um acordo legal e social feito por membros de nossa própria comunidade?
Se não, então não é uma postura da empresa, e como uma pessoa que tem o direito a liberdade de expressão, eu tenho direitos de discordar da postura da empresa.

Eu não participo, ou não concordo com nenhum grupo anti-social, e eu me oponho a coerção ou verificação ilógica de crenças também.

Eu me desculpo por qualquer inconveniência que isso possa ter causado.
E eu queria agradecer a todos aqueles que me apoiaram durante esses tempos dificeis.''

--------------------------------------------------------

E é isso que está acontecendo.

Muitos coreanos odeiam o feminismo, por considerar ele um grupo ''anti-social'', devido ao grupo Megalia, que é de feministas radicais da Coreia, bom, sua marca já deixa claro que elas não estão aqui por ''igualdade''.

Pelo que eu pude apurar, tudo começou quando houve um problema envolvendo mulher e trabalho lá na Coreia, algumas feministas do Megalia compartilharam suas opiniões no twitter e a Nardack compartilhou também, dai pessoas contra o grupo viram e associaram ela ao Megalia, pronto, treta feita

A ilustração em questão, que a Nardack fez e foi retirada, é esta:


A Nardack ''deixou'' claro que ela não apoia grupos anti-sociais, e que ela é contra é a postura da empresa de querer obrigar ela a esclarecer uma opinião dela.

Enfim, o que vocês acham disso?

0 comentários:

Postar um comentário