Polícia Japonesa está investigando um site de mangá pirata

Policia Japonesa está investigando um site de mangá pirata





As polícias de Fukuoka e Oita estão investigando o site de mangás pirata Mangamura, após a Kodansha, Shueisha e mais duas editoras terem feito reclamações à entidade no ano passado.

Segundo a CODA, o site Mangamura violou a lei de direitos autorais, o que pode ter levado a perca de 319,2 bilhões de ienes para as editoras. O site recebeu aproximadamente 620 milhões de visitas entre Setembro de 2017 e Fevereiro de 2018 antes de sair do ar em Abril.

A policia porém não sabe exatamente o motivo do site ter saído do ar. Recentemente o governo fez uma pesquisa com japoneses sobre bloquear sites piratas de mangás e a maioria dos japoneses respondeu que não viam problema nisso.

Policia Japonesa está investigando um site de mangá pirata

Agora a polícia trabalha para identificar o dono do site Mangamura. Algumas fontes falaram que o site pertence a uma empresa que fica em Seicheles, na África; outra investigação levou as autoridades para uma empresa americana cujo dono é japonês.

Os três principais sites que o governo japonês está mirando em bloquear são o Mangamura, AniTube e MioMio.

Fonte e Fonte


0 Comentários:

Postar um comentário