Spoilers Overlord Volume 10 - The Ruler of Conspiracy

Spoilers Overlord Volume 10 - The Ruler of Conspiracy








"The Ruler of Conspiracy" é o décimo volume da Light Novel Overlord. Foi lançada em 30 de maio de 2016. Nele são contado os detalhes da decisão de Ainz Ooal Gown de transformar seu reino em uma utopia para todas as raças. Enquanto isso, governantes de outros países estão tramando uma oposição contra ele e sua recém fundada nação.*

*Obs: Essa série tem uma infinidade de terminologia que dificulta um pouco a minha tradução, especialmente se tratando de uma série que não tenho conhecimento pleno. Muitos termos estarei deixando no inglês, para evitar confusões daqui pra frente. Tenham ciência de que algumas sentenças podem não ficar 100% coerentes devido a todos esses problemas, além do fato de ser um resumo com alguns erros gramaticais e um uso EXCESSIVO de pronomes em pequenas frases, dificultando o reconhecimento de qual personagem o autor do resumo está se referindo em determinados momentos.

Resumo Principal:

Após sua coroação, Ainz decide transformar seu reino em uma utopia, um mundo eterno e próspero com várias raças que se submetam a ele. Como primeiro passo, Ainz ajuda o Império com a intenção de fortalecer a Adventurer Guild e seus aventureiros.

Enquanto isso, governantes de cada país ficam afoitos com a presença repentina do Reino do Mago e começam a idealizar algumas medidas contra isso. Como Ainz, governante imortal do país, os influenciará com suas ações?

Resumo Completo:

O prólogo começa com Albedo planejando uma lista de próximas tarefas: treinar os Elder Liches para lidarem com a administração; visitar o Reino de Re-Estize; e políticas a serem confirmadas e implementadas. Albedo ainda tem alguns problemas em acompanhar a mente e os planos brilhantes de Ainz. Mas ela cumpre suas tarefas sem nenhuma reclamação, por mais pesado que seja o serviço, tudo em prol de seu amado mestre.

Após a fundação do Reino do Mago, Ainz Ooal Gown se estabelece na antiga câmara do prefeito, tendo se mudado para lá após dominar E-Rantel. Sentado perto dele está uma empregada chamada Foss, uma das Homunculus Maids, que manteve uma vigilância severa nele durante toda a noite. Após o turno de Foss terminar, Fifth, outra empregada das Homunculus Maids, assume seu turno. Ainz, Fifth e os Eight-Edge Assassins vão até a sala de roupas. Se sentindo um pouco inadequado para escolher suas próprias vestes, Ainz permite que Fifth escolha suas vestes. Nisso, ele acaba vestindo um manto carmesim bem vibrante, detalhado com joias no lugar de botões e bordado a ouro. Ainz desce as escadas até a varanda, onde ele alimenta seu bichinho de estimação lip bug. Enquanto ele senta, Albedo e os Elder Liches aparecem e a conversa começa.

Enquanto isso, Ainz descobre através de um registro de documento que os comerciantes estão se recusando a entrar em seu domínio, levando eles a um declínio em recursos. Ainz então menciona que ele não entende muito de leis e legislação. Albedo conclui que isso é provavelmente devido a ele nunca ter sido preso a regras e leis. Eles conversam sobre propostas. Ainz aceita a sugestão de Yuri de abrir um orfanato que irá ajudar as crianças, dar emprego as viúvas e ajudar a integrar melhor a próxima geração com o Reino do Mago. Ainz consegue convencer Albedo a liberar Nigredo e Pestonya, que anteriormente foi contra sua palavra de defender as crianças sem memória do incidente dos Eight Fingers.

Spoilers Overlord Volume 10 - The Ruler of Conspiracy

Mais tarde, Aura e Mare visitam Ainz. O depósito de recursos da floresta está concluído e Mare foi encarregada de construir um túmulo subterrâneo nos arredores de E-Rantel. As três elfas que foram salvas durante a Invasão do Grande Túmulo estavam tentando agir como substitutos de pais para Aura e Mare. Ainz espera que elas possam ajudar no desenvolvimento de Aura e Mare. Shalltear fica responsável por Gate na questão de teletransporte e na segurança de Nazarick. Cocytus está encarregado a Vila dos Lizardman e no lago ali perto, enquanto Demiurge cuida de uma missão no Reino Roble Holy. As duas elfas negras são pegas por Ainz, colocadas no colo e acariciadas afeiçoadamente de uma maneira paternal. Albedo demonstra interesse, mas logo é rejeitada, e em seguida começa a agir feito uma criancinha até que Ainz finalmente a deixa sentar em seu colo. Ainz sente um aroma familiar, mas Aura o impede dizendo que isso é "pervertido", antes que ele lembrasse o que é esse "cheiro familiar".

Spoilers Overlord Volume 10 - The Ruler of Conspiracy

Mudando de assunto, Aura e Mare sugerem que garotos vistam roupas de garotas e vice e versa, mas a sugestão é rejeitada quando Ainz convence a todos na sala de que Aura e Mare se vestem daquela forma porque Bukubukuchagama queria que elas fossem especiais. Albedo pede a aprovação dele para que ela visite a Capital Real para um encontro diplomático, no qual ele concorda. Ainz visita Hamsuke, dormindo com seu Death Knight. Ele então pergunta se ela sabe sobre o Giant of the East e a Serpent of the West, mas ela diz que é a primeira vez que escuta sobre eles. Nisso ele vai embora e Pandora's Actor continua a agir como Momon por lá. Após uma conversa entre eles, Ainz finalmente reconhece Pandora's Actor como seu próprio filho e permite que ele o chame de "pai". Ainz pede para que ele trate esse "tratamento especial" como um segredo. Quando Ainz está para ir embora, Pandora's Actor pergunta a seu pai, em nome dos cidadãos preocupados, o que Ainz pretende fazer com sua nação.

Como o próprio Ainz não tem certeza da resposta, ele decide dar uma caminhada pelas ruas na esperança de ter uma ideia. Enquanto espera suas magias Pantheon estarem prontas, Ainz tem uma pequena conversa com Fifth. Ele é dito por Fifth que Albedo está proibindo as empregadas de entrar no quarto dela, o que deixa Ainz curioso e que ordena Fifth a pegar o lip bug. Ele invoca seis Cherubim Gatekeeper para protegê-los. Enquanto anda pelas ruas menos populosas de E-Rantel, Ainz começa a conversar com Fifth sobre sua nação. Fifth diz a Ainz que ela está muito feliz nesse país porque ele a comanda, mas que ninguém vem saudar o governante e isso a chateia. Após pensar a respeito, Ainz finalmente decide tornar seu reino em uma utopia, um mundo dos sonhos onde todas as raças e os mundos deverão se ajoelhar perante a ele. Ele também pensa em uma forma de governar diferente da de Demiurge e Albedo. Nisso ele chega na Adventurer's Guild.

Enquanto Ainz e sua companhia entram na Adventurer's Guild, ele percebe que não há nenhum aventureiro lá dentro, apenas funcionários. Por conta de sua tomada de E-Rantel, os aventureiros estão tendo problemas em arranjar empregos em caçar monstros e proteger as pessoas. Isso porque todos os seus empregos foram tomados por Death Knights e Soul Eaters. Nisso Ainz tem uma visão: fazer com que os aventureiros deixem de ser mercenários caçando monstros para se tornarem exploradores do desconhecido como em YGGDRASIL. Enquanto estava mergulhado em seus pensamentos, ele vê Moknach, líder da Rainbow. Ainz pergunta a Moknach o motivo dele ainda estar na cidade. Moknach responde que é por causa de Momon, que ficou na cidade e se tornou o escudo deles. Após ouvir essa resposta, Ainz diz a Moknach que ele e outros aventureiros se tornem alguém como Momon, algum dia. Após uma conversa, Ainz reflete melhor sobre seu próximo objetivo de permitir que os aventureiros vivam o propósito de seus nomes, se aventurem, em vez de ficar e proteger os cidadãos.

Nessa mesma hora, Ainz diz a recepcionista para organizar uma reunião com o guildmaster, Pluton Ainzach. Após o fim das negociações, a Adventurer's Guild de E-Rantel será assimilada pelo Reino do Mago. Um labirinto será construído para treinar aventureiros de level baixo e o novo propósito da guild será de explorar terras desconhecidas que ainda não estão registradas no mapa. Ainz explica que sob suas regras, humanos, demi-humanos e heteromorfos serão tratados como iguais. Ainz também diz a Ainzach que um grupo de goblins irá visitar E-Rantel, juntamente com outros demi-humanos e heteromorfos.

No Reino de Re-Estize, a Princesa Renner constrói um orfanato para as crianças cujo os pais foram mortos no massacre nas Planícies Katze. O número de mortes do Reino excede 180 mil, com outros desaparecidos, deixando os soldados remanescentes muito deprimidos para continuar. Climb retorna ao lado da princesa enquanto Brain Unglaus procura por um novo Guerreiro Capitão para assumir o lugar de Gazef Stronoff. Renner, Climb, Evileye e Tina vão até o Palácio Real. A líder da Blue Rose, Lakyus, está em outro lugar treinando o revivido Gagaran e Tia, que estão sofrendo perda de experiência. Durante a conversa deles, Evileye fica preocupado com Momon e quer ir depressa a E-Rantel, mas é impedido por Tina que pede para que o treino termine primeiro. Evileye também relata a Rigrit sobre o Rei Mago. Ao chegar no Palácio Real, Renner e Climb se separam do grupo e encontra com o Príncipe Zanac. Há um rumor de que um mensageiro do Reino do Mago chegará em uma semana.

A narração começa a falar de Philip, o terceiro filho de um nobre. Ele ganha o direito às terras e propriedades de seu pai após a morte de seus dois irmãos mais velhos. As mortes deles permitiram que ele fosse até o baile para receber o mensageiro, que era a Albedo e veio cumprimentar a Família Real. Philip fica perplexo por sua beleza e começa a fantasiar sobre ela, um sonho que ele julga ser possível de se realizar quando seus planos trouxerem riquezas para seus domínios. Ele convida Albedo para um baile em suas terras. De volta em casa, seu pai o repreende por tentar fazer amizade com a mensageira em vez de aprofundar seu relacionamento com o conde e demais nobres. Philip rebate dizendo que o Reino do Mago é um aliado poderoso. Ele garante a seu pai que o conde reconheceu ele como herdeiro, apesar de sequer tê-lo visto. A família não possui terras o suficiente para hospedar um baile, mas Philip faz acordos com uma senhora dona de terras na Capital Real em troca de um favor qualquer.

No baile da Capital Real, Philip percebe que todos os seus convidados são nobres recém promovidos, assim com ele, e se preocupa se eles poderiam competir com outras facções nobres. Hilma convence Philip a ser o presidente da nova facção nobre e ela possui muitas expectativas dele. Na verdade, ele se tornara um fantoche de Albedo para formar uma nova facção no Reino juntamente com os Eight Fingers para eventualmente serem anexados ao Reino. Albedo ordena os Eight Fingers a transferirem todos os recursos para o Reino do Mago e para buscarem informações relacionadas a um item lendário de controle de mente, por motivos pessoais. Nisso, ela visita Renner para ter uma conversa privada, quando ela revela que Renner havia traido seu reino em troca de levá-la a Nazarick e ser uma candidata para ser convertida. Ela também seria presenteada com um status equivalente a de um Area Guardian, após a preparação da anexação for completada.

Na Slane Theocracy, começa uma reunião entres as maiores autoridades da Teocracia. O primeiro tópico da reunião é o domínio da fortaleza da cidade de E-Rantel e a área ao redor. Eles discutem sobre a intervenção deles na guerra, mas já havia sido decidido em uma sessão anterior de não entrar em conflito com o poderoso mago que é capaz de controlar um Death Knight. Eles recebem um relatório da Thousand League Astrologer, que se confinou em seu próprio quarto. Nesse relatório ela conta sobre os 500 mortos-vivo de alto nível e do único feitiço que foi capaz de derrubar praticamente um exército inteiro do Reino. Rapidamente, eles entendem que Ainz é capaz de utilizar magia dos deuses. Eles desprezam o Império por ter se aliado com o Rei Mago e ficam irritados com o a idiotice do Reino de deixar o próprio exército ser massacrado. Eles decidem enviar um emissário para se encontrar com o Imperador, mas eles ainda ficam preocupados quanto a sua aliança.

Enquanto isso, eles tentam entender o relacionamento entre o Rei Mago, Momon, Jaldabaoth e Honyopenyoko, todos fortes indivíduos que apareceram mais ou menos na mesma época. Eles recebem outro relatório outros agentes de fora: E-Rantel estava sendo governada em paz sem qualquer tipo de revolta graças ao rei morto-vivo, e os cidadãos estão vivendo suas vidas comuns com os Death Knights sendo os atuais guardas deles e os Elder Liches sendo servidores públicos. Os Soul Eaters são usados para puxar as carruagens. Eles concordam em não se revoltarem contra Ainz Ooal Gown e sua nação, com o medo de criar outro inimigo enquanto ainda ocorre a guerra com os elfos. Nisso, eles decidem mandar um mensageiro para conversar com o Dragon Lord sobre os elfos. Eles decidem não utilizar o Downfall of Castle and Country no Rei Mago mas sim no Catastrophe Dragon Lord. Eles também decidem enviar os membros aposentados da Black Scripture para ajudar o Reino Dragon.

No Império Baharuth, o Imperador Jircniv Rune Farlord El Nix está visivelmente perturbado, ele começa a perder o cabelo e sua saúde está deteriorando, chegando ao ponto de precisar beber poções constantes para aliviar seu estresse. Os soldados imperiais culpam seus problemas no imperador, acreditando que ele tinha conhecimento total dos efeitos do feitiço lançado pelo Rei Mago. Após saber da chegada do emissário da Theocracy, ele decide marcar o Coliseu como local da reunião, juntamente com dois grandes sacerdotes dos templos. Apesar de ser muito paranoico com pessoas bisbilhotando ele, ele ainda decide continuar com seu plano da reunião.

Na Capital Imperial, após Ainz ser dito por Ainzach de que eles irão conhecer o dono da arena amanhã, Ainz faz uma visita a Fluder Paradyne em sua residência. Fluder diz a Ainz que sua influência dentro do Império está diminuindo e que Jircniv pode ter descobrido sobre sua traição. Ainz oferece a Fluder uma posição no Reino Mago para assumir o cargo de pesquisa mágica. Ao mesmo tempo, Ainz dá de recompensa a Fluder uma cópia do Livro dos Mortos por seus esforços e diz a ele que ele precisa ficar no Império por mais um tempo porque ele precisa do Império intacto. Ainz pergunta a Fluder sobre os detalhes do Martial Lord e os Death Knights. No dia seguinte, Ainz e Ainzach se encontram com Osk, promotor da Martial Lord. Ainz diz a Osk que ele deseja secretamente arranjar uma partida contra o Martial Lord, Go Gin. Osk aceita seu desafio e dá a condição a Ainz de que ele não usará magia durante a partida.

Enquanto isso, o Imperador Jircniv chega no Coliseu com Baziwood Peshmel e Nimble Arc Dale Anoch. Eles se encontram com Silver Thread Bird, guarda costas de Jircniv, durante um encontro secreto com os emissários da Theocracy e os sacerdortes dos templos. Pouco antes da reunião secreta começar, Ainz aparece de repente como desafiante no Coliseu, surpreendendo todo mundo. Isso fez com que o emissário acusasse Jircniv por armar uma cilada para eles e imediatamente deixa a reunião, deixando Jircniv confuso e em desespero das previsões de Ainz. Jircniv ainda consegue convencer os dois sacerdotes de que ele não os traiu e que eles pelo menos ficassem para trás para ver a batalha no Coliseu. Na verdade, Ainz só veio ao Império com Ainzach para recrutar membros para sua Adventurer's Guild, e queria fazer uma batalha no Coliseu como uma propaganda em busca de novos e potenciais aventureiros.

No Coliseu, antes da batalha com Go Gin começar, Ainz mal se equipa e desabilita sua habilidade para negar ataques fracos, tentando equilibrar a diferença de forças entre ele e Go Gin. Como desafiante, ele entra na arena primeiro. Pensando que sua travessia de fronteira ilegal fora exposta, Ainz usa Fly para chegar a Jircniv e se desculpar com ele, fazendo com que seu encontro fosse exposto. O público na arena fica chocado e silenciado com a aparição de Ainz, mas o silencio é quebrado com vários gritos no momento em que Go Gin chega na arena, com até mesmo Jircniv gritando como um louco. Após a entrada de Go Gin, surpreendentemente, ele começa a ter uma conversa amigável e respeitosa com Ainz, no qual Ainz começa a combinar um negócio com ele, de que, caso Ainz ganhe, ele o quer como seu subordinado. Ainz também pergunta o que Go Gin quer se vencer. Go Gin diz que quer comê-lo e ambos concordam com um aperto de mãos.

Spoilers Overlord Volume 10 - The Ruler of Conspiracy

A batalha começa imediatamente. Após lutar contra Go Gin por um tempo, com uma demonstração de skills, Go Gin fica muito enfraquecido na batalha. Sabendo de sua derrota iminente, Go Gin pede a Ainz para mostrar uma parcela de seu poder verdadeiro a ele, e Ainz concorda. Ainz reativa sua negativação de ataques físicos e começa a ir em direção a Go Gin que o ataca ferozmente. Mas Ainz perfura o peito do Martial Lord com seu punhal e solta os feitiços dele, matando o Martial Lord. Após a morte do Martial Lord, Ainz imediatamente usa um alto-falante para anunciar seus planos de construir sua nova Adventurer's Guild e que ele ajudará seus aventureiros com seu grande poder a se tornarem mais fortes. Para demonstrar isso, Ainz imediatamente ressuscita Go Gin na frente de todos. Nisso ele aproveita para convidar as pessoas, que querem se tornar aventureiros, a visitarem sua nação.

Depois disso, Ainz voa até o quarto de Jircniv para ter uma conversa com ele, e nisso Jircniv propõe a Ainz que o Império Baharuth está disposto a se tornar um estado subordinado ao Reino Mago. Surpreso com a oferta de Jircniv, Ainz nega essa proposta e pede para Jircniv enviar uma petição por escrita disso para ele mais tarde. Após Ainz ir embora, Jircniv começa uma conversa com seus cavaleiros, finalmente admitindo sua derrota enquanto tentava entender o motivo pelo qual Ainz recusara sua oferta, pensativo de que Ainz pode estar planejando algo. No fim, Jircniv decide oficializar o processo de subordinação ao espalhar as notícias a países vizinhos.

De volta a Nazarick, Demiurge havia retornado do Holy Kingdom e procura Ainz para conversar, mas descobre que Albedo está em seu escritório. Após uma conversa, é revelado que Ainz visitaria o Reino Dwarven juntamente com Shalltear e Aura. Demiurge também fica surpreso ao ver que o Império enviou uma petição para se tornar um estado subordinado ao Reino Mago, mais cedo do que ele esperava. Enquanto Demiurge, com suas melhores estratégias e métodos esperava que o Império fosse ceder em 1 mês, Ainz levou apenas três dias no máximo. 

No fim, eles ficam motivados a trabalharem mais duro após receberem o trabalho de lidar com o processo de subordinação do Império Baharuth e o Reino Re-Estize antes do retorno de Ainz.


0 comentários:

Postar um comentário