Animator Supporters abre campanha para direcionar lucros de anime para animadores

Animator Supporters abre campanha para direcionar lucros de anime para animadores




No começo desse ano, a organização sem fins lucrativos Animator Supporters abriu uma campanha colaborativa para o projeto de baixa renda Animator Dormitory. O grupo arrecadou 3.618.000 ienes (US$ 32.952) dos 2.000.000 ienes estipulados como objetivo para a organização garantir que quatro dormitórios para novos animadores de baixa renda permanecessem abertos durante 2018.

O grupo atualmente tem 10 casas de animadores, um dormitório para quatro pessoas em Asagaya, um dormitório de duas pessoas em Ogikubo, e dois dormitórios femininos para duas pessoas. O segundo dormitório feminino abriu esse ano.

A última campanha, no GoGetFunding, não é como as outras, que eram focadas apenas em cobrir os altos custos de vida para animadores iniciantes. No lugar, a esperança é caminhar para mudar o sistema de produção de anime todos juntos para algo que seja mais benéfico monetariamente para animadores. A campanha explica suas questões com o sistema de comitê de produção abaixo:

"É muito caro produzir um anime. Então se um anime não vir aum sucesso, ele vira uma grande dívida. Então, para evitar esse tipo de situação, atualmente animes fazem um sistema de comitê de produção que consiste em emissoras de TV, produtoras de filme, empresas de propaganda, editoras, e alguns grandes nomes. O custo de produção é coletado de cada um, e então o fardo é reduzido.

De certo modo, a verdade é que esse tipo de coisa é necessária para evitar grandes dívidas, mas há algumas questões ao mesmo tempo. Por exemplo, a taxa paga pelo comitê de produção para o estúdio de anime, em muitos casos, não é suficiente. Consequentemente, muitos estúdios de anime acabam endividados (1 em 4 estúdios estão com dívidas). Como resultado, eles não podem pagar salários para animadores, e os animadores vivem em um estado de pobreza.

Em adição, as rendas conseguidas pelas vendas de um anime vão ára o comitê de produção, e se o anime vira um, hit, os animadores não são beneficiados pelas vendas.
Para mudar a situação, nós escolhemos nosso próximo objetivo: fazer um novo anime em um sistema onde os lucros das vendas retornem para seus animadores."



O Animator Supporters pretende usar os fundos da campanha para produzir um anime curto, considerando tempo e dinheiro na produção de algo satisfatório. Os lucros do anime serão repassados para os animadores.

O projeto será voltado aos seus próprios animadores em expansão, da criação à direção. O grupo também fará um concurso entre os fãs para escolher o storyboard que será usado no anime. O projeto irá primeiro produzir um comercial de 15 segundos pedindo que os fãs mandem seus storyboards para o concurso; a previsão é que o comercial esteja completo em 2019.

Os lucros da campanha irão reembolsar os animadores que vivem nos dormitórios pelo trabalho no comercial. A campanha busca arrecadar US$20.000. Não parece ter uma deadline imediata para a campanha ser bem sucedida.

O plano de caridade para repassar mais lucros para animadores se espelha nos conceitos de Yoshitada Fukuhara, do Yaoyorozu, que foi produtor no estúdio do anime de Kemono Friends. A indústria de anime teve um valor recorde de mercado de mais de 2 trilhões de ienes (cerca de US$18,8 bilhões) em 2016, mas os estúdios de anime ganharam apenas por volta de 230,1 bilhões de ienes (cerca de US$2,17 bilhões). Animadores tem salários claramente baixos e com frequência contam com assistência financeira de seus familiares e os salários são menores que 131.330 ienes (US$ 1.103) por mês.

via Anime News Network
Fonte: Twitter do Animator Supporters

0 Comentários:

Postar um comentário