70 Por cento das Mulheres Japonesas se Consideram Otakus

70 Por cento das Mulheres Japonesas se Consideram Otakus





70 Por cento das Mulheres Japonesas se Consideram Otakus


A empresa de pesquisa Shibuya109 Lab conduziu recentemente uma pesquisa via smartphone entre as mulheres de 15 a 24 anos sobre se elas se identificam como Otakus. 70% das perguntadas responderam que sim.

Ao todo foram 400 mulheres que responderam, porém você sabe que ''Otaku'' é uma pessoa que gasta muito tempo e grana em um hobby, não necessariamente anime. Confira abaixo quais foram os tipos de otakus que elas mais se identificam:
  • Anime, Mangá ou Games - 28,2%
  • Idols ou celebridades masculinos japoneses - 24,9%
  • Bandas ou músicos japoneses - 10,1%
  • Idols ou celebridades masculinos estrangeiros - 6,9%
  • Idols ou celebridades femininas japonesas - 6,5%
Abaixo destes tipos de otakus, tivemos ainda otakus que gostam demais de esportes, filmes, moda etc.

Apesar de anime/mangá/games ter ficado com 28,2%, quando perguntadas, mais da metade das mulheres respondeu que gostava de animes/mangás/games.
  • Eu gosto muito de animes/mangás/games - 35,5%
  • Eu gosto deles - 34,5%
  • Indiferente - 12%
  • Eu não gosto muito - 11%
  • Eu não gosto - 6,8%
Em relação ao tempo, eles perguntaram o quanto elas passam em seus hobbies otaku, e 61,4% das mulheres falaram que ''praticamente todos os dias''; apenas 3,6% respondeu "apenas uma vez na semana".

E para finalizar, quanto elas costumam gastar em seus hobbies otaku.

17,3% disse que gasta menos de 5000 ienes por ano.
4,3% disse que gasta mais de 150.000 ienes por ano.
15,9% disse que gasta mais de 90.000 ienes por ano.
15,2% disse que gasta entre 30.000 e 50.000 por ano.

A Shibuya109 Lab também conduziu um questionário online, onde obtiveram 100 respostas, e neste aqui, 77% das mulheres se identificaram como Otakus, porém o maior interesse são em Idols e celebridades masculinas, com 35,1%, e estrangeiros 19,5%; apenas 5,2% disse serem otakus de animes/mangás/games.

O que acharam?


0 comentários:

Postar um comentário